Migração da doença: Sarampo venezuelano mata no Amazonas.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h12

Dezenas de venezuelanos se amontoam nas ruas de Manaus, principalmente crianças. Foto | Altemar Alcântara/Semcom

Os venezuelanos vão entrando no Brasil, pela fronteira em Pacaraima (Roraima), causam problemas estruturais seríssimos em Boa Vista e vão deixando um rastro de problemas por onde passam. A migração é responsável pela miserabilidade nas ruas da capital roraimense, pelo aumento na violência e por doenças que estavam erradicadas em nosso país como Sarampo e Poliomielite.

Depois da epidemia de sarampo verificada por aqui, a doença acaba de ser confirmada também no vizinho amazonas. A Secretaria de Saúde de Manaus confirmou ontem a primeira morte por sarampo no Amazonas desde março deste ano.

Um menino de 7 meses que ainda não havia sido vacinado morreu no último dia 28 após apresentar sintomas como febre, manchas na pele, tosse e coriza. A criança morava na área limite entre as zonas Norte e Leste, onde se concentram a maior parte dos casos notificados e confirmados.

De acordo com a pasta, há ainda outra morte em investigação em Manaus – uma menina de 9 meses que também não havia sido imunizada. Como, neste caso, não foi feita a coleta de sangue para sorologia, a confirmação deve demorar um pouco mais. A investigação da causa da morte será feita por meio de levantamento de informações junto a familiares. A criança morava na área de abrangência do Distrito de Saúde Oeste.

A morte de uma mulher de 19 anos, até então investigada como suspeita para sarampo, foi descartada pela secretaria. A prefeitura de Manaus decretou, na última terça-feira (3), situação de emergência em razão do surto de sarampo. O decreto tem validade de 180 dias e possibilita a aquisição imediata de bens e serviços necessários em situações de anormalidade.

Desde o início de março, a capital amazonense registrou 2.231 notificações de casos, com 271 confirmados até o momento. Outros 1.841 seguem em investigação. Diante do aumento de casos, a Secretaria de Saúde antecipou a campanha de vacinação, inicialmente prevista para agosto. Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e 5 anos. Manaus não registrava casos de sarampo há 18 anos.

Teresa tem razão de se preocupar

A prefeita Teresa está preocupada com a situação que pode se transformar em ‘caos total’.

“Estou muito preocupada”. A frase reflete a apreensão da prefeita Teresa Surita (MDB) com a migração. Ela tem procurado a grande imprensa com o objetivo de expor sua preocupação com o caos que pode se instalar sobre Boa Vista.

A mandatária boa-vistense está apreensiva com a frouxidão do governo federal em não agir mais rápido com as soluções. É porque se faltar dinheiro, o Exército sai de cena, ai a desgraça estará consumada.

E a inquietação revela-se mais ainda porque acaba na segunda, 9, o prazo da Medida Provisória 823, que abriu crédito extraordinário de R$ 190 milhões para o Ministério da Defesa dar assistência aos imigrantes. Ocorre que dos R$ 190 milhões liberados pela MP, R$ 98 não foram empenhados e serão perdidos.

Mas o descaso do governo não será medido apenas em cifras. Será medido também em número de vítimas e caos urbano. E o governo faz corpo mole no Congresso, deixando de pautar sua renovação. Um desinteresse que chega a ser criminoso”, adverte Teresa, que mesmo sendo do MDB não pouca criticas ao presidente Michel Temer.

Tragédia anunciada 

Para Teresa só há uma solução: a retirada dos venezuelanos para outras regiões do pais.

A prefeita é quando a uma solução mais rápida e eficaz do Governo, pela lentidão demonstrada nas ações até agora empregadas.

“É a crônica de uma tragédia anunciada a notícia de que o governo Temer vai deixar caducar a MP que libera recursos para o atendimento dos refugiados da Venezuela”, disse.

Além disso, segundo Teresa,  a prometida interiorização do atendimento não aconteceu, o hospital de campanha também não se materializou e pelo visto tudo tende a se manter como está.

A prefeita alerta que o município está chegando ao seu limite, exaurido suas estruturas no atendimento aos venezuelanos. “O que se vê no horizonte é um desastre social e urbano. Sem estrutura para lidar com a situação, Boa Vista não resistirá seis meses sem a assistência prometida, que o governo agora sonega”, diz Teresa.

É muita bobagem 

Suely responsabiliza o senador Romero Jucá pelo atraso na votação da Medida Provisória.

Enquanto Teresa preocupa-se com a narrativa de certa forma preocupante sobre a questão migratória, por outro lado, Suely Campos ocupa-se do fuxico costumeiro.

E desta vez faz de vítima o senador Romero Jucá (MDB), líder do Governo, atribuindo-o a culpa por retardar a votação da MP 823, que abriu crédito extraordinário de R$ 198 milhões para que o Exército assista os imigrantes venezuelanos em Roraima.

Ora, ao invés de perder tempo com seus habituais mexericos, coisa muita própria do seu governo, Suely deveria investir-se da autoridade de governadora e fazer como faz a prefeita, pressionar o governo, se impor e denunciar o descaso.

Ela atribui a não votação da matéria, que chegou ao Congresso na última quarta, à falta de vontade política do presidente Michel Temer e criticou o presidente do MDB, o senador Romero Jucá, que é seu adversário político.

Suely está equivocada e sua manifesta repulsiva ao senador Romero Jucá é desculpa para o seu próprio fracasso, porque quem menos tem atuado na questão migratória é o próprio governo que ela comanda.

Diário Oficial irregular

O Diário Oficial do Estado (DOE) nunca veiculou com regularidade na gestão de Suely Campos.

A publicação, que é o instrumento de publicações legais do Governo e de terceiros, foi distribuída na Internet pela última vez no dia 28 de junho, portanto há mais de uma semana.

Ai só voltou a aparecer no dia 5 deste mês, com data do dia 3 e mesmo assim trazendo documentos datados da metade do mês de junho.

Essa irregularidade causa transtorno em quem depende do DOE para ratificar a certificação de documentos e evidencia desleixo do Governo com essa obrigação.

O Ministério Público, que deveria se manifestar e ao menos obrigar o governo a cumprir o dever de publicação do Diário em todos os dias úteis, simplesmente ignora a situação, embora já tenha sido provocado para toma providencias.

O Arraial na favela

Pessoas no Parque Anauá têm reclamado muito da desorganização na festa do Governo.

É assim que as pessoas que tentam prestigiar o Arraial do Anauá estão classificando o local. Também pudera, a organização não organizou.

Não se preocuparam em oferecer condições para que as quadrilhas juninas se apresentassem dignamente. O tablado não tem uma iluminação boa, o som falha constantemente e quando chove é um problema.

Os ambulantes estão desistindo de vender seus produtos porque estão tendo prejuízos. Eles afirmam que as atrações são fracas e a concorrência de gente que não está cadastrada para vender no local é desleal.

Mais uma vez e como não poderia deixar de ser, a governadora Suely Campos e sua irmã, Selma Mulinari, dão um verdadeiro exemplo de como não se administra um evento tão tradicional como este. Fonte | RT

O Teatro Municipal será palco de eventos oficiais na segunda-feira, 9, dia da cidade. Foto | Fernando Teixeira

Boa Vista 128 Anos | Boa Vista completa 128 anos no dia 9 de julho. Para celebrar todas as conquistas, uma programação especial foi preparada para toda a população. E que já começa neste domingo, 08, a partir das 15h30 no Portal do Milênio, com a Corridinha 9 de Julho e a Corridinha Baby. Na segunda-feira, 9, a partir das 9h30 no Teatro Municipal, acontece a solenidade de comemoração do aniversário de Boa Vista. A ação inclui a apresentação musical e a abertura da Mostra Fotográfica 9 de julho, com o tema “Boa Vista linda de se ver e viver”.  No período da tarde acontece a tradicional Corrida 9 de julho, na Avenida Capitão Ene Garcez. Às 16h50 será dada a primeira largada. Logo após, às 17h, vai acontecer na Praça Velia Coutinho a entrega da premiação da Mostra Fotográfica 9 de julho e posteriormente, a premiação da corrida.

Corrida 9 de Julho

A Corrida 9 de Julho, que acontece na segunda a tarde, é um dos maiores eventos esportivos do Estado.

Como parte das comemorações do aniversário de Boa Vista, que neste ano completa 128 anos, a 18ª Corrida Internacional 9 de Julho vai reunir mais de seis mil atletas em um dos maiores eventos esportivos do município.

Como todos os anos, a Prefeitura de Boa Vista está preparando uma megaestrutura para receber os competidores, em especial os atletas da melhor idade, crianças e pessoas com deficiência que terão presença garantida no evento.

A Corrida terá percurso de 5 km e 10 km. A primeira largada, com os atletas cadeirantes, ocorrerá às 16h50, na avenida Capitão Ene Garcez, no Portal do Milênio. Já às 17h, a competição vai ser entre os inscritos na categoria Geral, Elite e Local. E às 17h30 ocorre a largada dos servidores municipais.

Para valorizar os corredores, a premiação deste ano será de R$ 60 mil reais para os cinco primeiros lugares nas categorias 10 km Local e Geral. Além das medalhas para todos os atletas.

Kits Os kits para a corrida estão sendo entregues no Pátio Roraima Shopping (1° andar ao lado do cinema), tanto para a corrida geral, como para corridinha. Para a retirada, que segue até o dia 8, o atleta deve apresentar o RG, comprovante original de pagamento da taxa de inscrição e, se for atleta local, comprovante de residência.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta