Milicianos do ditador Nicolás Maduro atiram contra deputados da oposição.

Compartilhe nosso conteúdo!

Deputados da oposição ao regime chavista na Venezuela afirmam que foram impedidos por “coletivos” — nome dado às milícias favoráveis ao ditador Nicolás Maduro — de entrar no edifício do Parlamento nesta quarta-feira (15). Os políticos afirmam que os milicianos dispararam tiros contra os carros onde estavam no centro da capital Caracas quando se dirigiam ao Palácio Legislativo.

Por causa da confusão, os parlamentares decidiram se reunir em outro prédio, o anfiteatro de El Hatillo, informou o jornal venezuelano “El Nacional”. O edifício sede da Assembleia Nacional estava cercado por militares, que tentam impedir a entrada de deputados contra o regime de Maduro.

O líder da oposição e autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, é um dos que participariam da sessão no Parlamento e que foram para o El Hatillo. Ele tem dito que a sede do Legislativo foi sequestrada por militares, policiais e grupos civis ligados ao chavismo.

Guaidó havia convocado a sessão por ocasião do Dia do Professor no país – essa categoria de trabalhadores reclama de baixos salários e condições ruins para exercer a profissão.

Contatos – www.peronico.com.br– emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts