Mortes de brasileiras na Venezuela: PF investiga tráfico de órgãos durante cirurgia estética.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h13
lll
A empresária amazonense Dioneide Leite morreu na Venezuela e o corpo foio encaminhado sem alguns órgãos.

A lei que pune o tráfico de pessoas ficou mais rígida e prevê também o tráfico de órgãos. Antes, esse crime não tinha uma lei específica. Agora, quem aliciar ou transportar pessoas para a retirada de órgãos pode pegar até oito anos de prisão.

A Polícia Federal investiga o caso de duas brasileiras que podem ter sido vítimas desse crime na Venezuela. Uma das vítimas foi fazer uma cirurgia estética, morreu e o corpo voltou sem vários órgãos.

Essa cirurgia plástica foi na Venezuela. Os parentes só descobriram que tinham retirado os órgãos da mulher quando o corpo chegou ao Brasil. É um caso que se enquadra na nova lei. Antes, só era punido o tráfico para exploração sexual ou trabalho escravo. Agora, quem aliciar, transportar ou alojar pessoas de forma violenta para retirada de órgãos pode pegar até 8 anos de prisão.

O corpo de Adelaide da Silva estava sem o coração, os pulmões, os rins e o intestino. Ela morreu na Venezuela, aos 52 anos. Tinha ido para lá para fazer plástica. A polícia de Roraima, de onde ela era, disse que está investigando a causa da morte e a retirada dos órgãos dela e de uma paciente do Amazonas, Dioneide Leite, que teria tido o corpo liberado sem um rim.

“Um inquérito Policial Federal que busca esses elementos, busca a autoria, quem é que está envolvido nessas mortes, nessa prática de crime, que mesmo ocorrendo no exterior, tem um envolvimento, pode haver envolvimento de brasileiros e há um interesse da Polícia Federal, em razão da internacionalidade, de que o Brasil se comprometeu a combater esses crimes e apurar a materialidade”, afirmou o delegado da Polícia Federal de Roraima, Alan Róbson.

A polícia quer chegar aos aliciadores que convenceram as mulheres a fazer as cirurgias. Quem está por trás dessas clínicas clandestinas? Há suspeita de que esses sejam casos de tráfico de órgãos que tem crescido no mundo inteiro. Um crime que agora está previsto no Código Penal brasileiro, que também criminalizou o aliciamento.

Invasão silenciosa e crescente
lll
Venezuelanos em busca de registro de entrada no Brasil: já são mais d 30 mil em menos de um ano.

A crise na Venezuela com a consequente invasão do município fronteiriço de Pacaraima (Roraima) pelos ‘hermanos’ começou a incomodar as autoridades de Brasília.

Os números indicam que 30 mil venezuelanos já atravessaram a fronteira seca de Roraima para fugir da grave crise que afeta o país vizinho, a fila para conseguir análise de um pedido oficial de documentação já ultrapassa um ano.

Entrevistas dos cidadãos da Venezuela que pretendem se estabelecer no País com status de refugiado estão sendo marcadas para o início de 2018.

As solicitações para permanência no Brasil como refugiado de venezuelanos que entraram no território brasileiro por Roraima já superaram as 900 apenas no primeiro semestre deste ano.

Aumentam os problemas de saúde
lll
Mulher venezuelana com uma criança pede comia em uma calçada da cidade de Pacaraima.

A entrada no Brasil de cidadãos da Venezuela, fugitivos da crise econômica e política do país, quase todos de baixa renda, é um problema social crescente, principalmente para os serviços de saúde pública da pequena cidade de Pacaraima.

Somente de janeiro a julho deste ano, o Hospital Geral Délio Tupinambá, o principal de Pacaraima, atendeu 3.200 homens, mulheres e crianças que no momento da triagem informaram viver do outro lado da fronteira.

O total corresponde a 27% da população do município de pouco mais de 11 mil habitantes. A demanda média de venezuelanos nos três anos anteriores oscilou de 40 a 60 consultas e internações

Movimentação financeira e prioridades
lll
Para o deputado Chagas o momento é de reflexão e pede o esforço de todos em busca de soluções.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Coronel Chagas (PRTB), informou que a Mesa Diretora reiterou um pedido de informações sobre a movimentação financeira do Poder Executivo com o objetivo de avaliar as prioridades de pagamentos do Governo. De posse das informações, Chagas garantiu que “providências serão tomadas”.

Segundo ele, em meados de agosto, já preocupados com a saúde financeira do Estado, o Legislativo solicitou essas informações, no entanto sem retorno até o momento. Para Chagas, as prioridades devem ser a Saúde, Educação, Segurança e o funcionalismo público.

Chagas disse que a crise financeira pela qual passa o Brasil, já atingiu vários Estados e que era previsível que atingisse Roraima, já que o Estado é dependente dos repasses federais. Ainda segundo o parlamentar, o parcelamento dos salários dos servidores tem grande impacto na economia em todos os segmentos. Para ele, cortes de gastos devem ser feitos e “todos devem dar as mãos” para avaliar que soluções podem ser tomadas.

Ainda há esperanças
RIO DE JANEIRO/BRAZIL, 28APR11 - Henrique Meirelles, Adviser, Olympic Public Authority, Brazil, captured during the World Economic Forum on Latin America in Rio de Janeiro, Brazil, April 28, 2011. Copyright World Economic Forum (www.weforum.org)/Photo by Alexandre Campbell
Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, disse que a repatriação não terá impacto para contribuintes.

A equipe econômica mantém aberta a possibilidade de partilhar com Estados e municípios parte da arrecadação obtida com a cobrança da multa no programa de repatriação de recursos não declarados ao exterior. A avaliação é de que essa divisão pode ser feita sem que seja preciso alterar as regras do programa ou mesmo o prazo final de adesão. A multa é 100% destinada à União, mas o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já acenou que pode começar a dividi-la quando a arrecadação total do programa superar 50 bilhões de reais.

Com a previsão de arrecadar 50 bilhões de reais com todo o programa, o governo também quer evitar riscos para o cumprimento da meta que depende desse dinheiro. Levando-se em conta a previsão de uma arrecadação, o governo conta com 37,25 bilhões de reais para fechar as contas dentro da meta de déficit de 170,5 bilhões de reais.

Pelas regras atuais, o programa prevê o pagamento de 15% de Imposto de Renda e 15% de multa. Do total da arrecadação com o IR, 49% são divididos com Estados (21,5%), (24,5% municípios), além de 3% para o desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

 Adquirindo Know How
lll
Marcos Jorge (Marquinhos) assume o Ministério na ausência do titular que viajará ao exterior.

O roraimenses Marcos Jorge de Lima (Marquinhos), segue acumulando horas como ministro de estado em Brasília.

Chefe de Gabinete no Ministério de Industria, Comércio Exterior, ‘Marquinhos’ foi novamente nomeado pelo presidente Michel Temer para substituir o titular da pasta, Marcos Antônio Pereira, de hoje até sábado. É que o ministro vai acompanhar Temer em viagem ao exterior, para compromissos na Índia e no Japão.

Outra conquista de Marcos Jorge é que ele foi nomeado no último dia 10 como efetivo do Conselho Fiscal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social 0 BNDES.

Menos mulheres no poder
ll
Das cinco vereadores da Câmara de Boa Vista, apenas Aline Rezende  e Mirian Reis conseguiram a reeleição.

A proporção de mulheres eleitas para o cargo de vereador se manteve entre as eleições de 2012 e de 2016, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste ano, 13,5% dos vereadores eleitos são mulheres  ou 7,8 mil de 57,8 mil candidatos. Há quatro anos, o percentual foi de 13,3%  7,7 mil de 57,4 mil candidatos.

Em Boa Vista, por exemplo, a proporção é ainda menor. Das 21 vagas de vereadores, apenas três foram preenchidas por mulheres: Mirian Reis e Aline Rezende se reelegeram e Drª Magnólia Rocha é única novata da turma.

Apesar de maiores reivindicações da população e de campanhas para melhorar a representatividade feminina na política, a proporção de mulheres eleitas também é praticamente a mesma que a encontrada no primeiro turno das eleições de 2012 entre os prefeitos. Neste ano, 11,6% dos prefeitos eleitos no primeiro turno são mulheres  percentual ligeiramente menor que o de 2012: 12%.

Esta é a segunda eleição municipal com a vigência da lei 2.034/2009, que estabelece que “cada partido ou coligação preencherá o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo”. O número de candidatas mulheres, no entanto, também não subiu.

Perda do sono 
lll
Este avião da Polícia Federal pousou em Boa Vista na semana passada conduzindo dezenas de agentes.

A chegada de um avião da Polícia Federal a Boa Vista na semana passada provocou a maior fofoca na cidade e noite insone de algumas consciências menos leves.

A PF não divulga suas missões, mas há vários indícios de que uma operação por aqui está em curso.

Aos menos prevenidos aqui vai o recado: procurem dormir fora de casa na quinta-feira e fujam da cidade na sexta.


CONTATOS DO AUTOR: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts