Multinacional vai investir R$ 1 bilhão para produzir etanol em Bonfim.

A Coluna de Hoje | Publicada 00:28

Diretor da Milenium explica o projeto ao prefeito Joner Chagas.

A multinacional Milenium Bioenergia já iniciou o processo de instalação de uma fábrica de Etanol no município de Bonfim, que vai empregar de imediato 1.500 trabalhadores em sua construção.

Outras 2 mil pessoas serão empregadas com a produção do combustível limpo, que tem o milho como matéria-prima. O projeto prevê a produção de 600 mil litros de biocombustível por dia.

Ao custo total de R$ 1 bilhão (com investimentos iniciais de R$ 600 milhões), a Milenium Bioenergia será seguramente o maior complexo industrial de Roraima.

O anúncio da implantação complexo no município de Bonfim, foi feito pelo diretor comercial Acacio Rozendo, que desde novembro de 2018 vem trabalhando para a regularização da instalação da indústria.

A primeira fase da obra deve durar 14 meses, com 270.000m² de área construída. A indústria será implantada em uma fazenda as margens da RR-401.

Na primeira fase, a indústria deve consumir 480 mil toneladas de milho em um ano. Após a ampliação, com a conclusão da segunda fase, a indústria deve consumir 1 milhão de toneladas de milho por ano.

A indústria vai produzir cinco produtos à base de milho: Etanol; Farelo de milho (DDGS – Dried Distillers Grains With Solubles); Gás dióxido de carbono (CO) alimentício engarrafado, bio-óleo comestível; 8 a 15 megawatts de energia excedente.

‘Coopebras é um câncer’, diz Nilton

Nilton acusa a Cooperativa de sugar o dinheiro da saúde.

O deputado Nilton do Sindpol foi ao ataque. Ele foi ameaçado por um pedido de afastamento da CPI da Saúde, movido pela Coopebras, a Cooperativa que terceiriza mão de obra médica nas unidades hospitalares do Estado.

“A Coopebras é um câncer. Essa cooperativa suga todo o dinheiro da saúde do Estado. Não podemos admitir que um Estado pobre como Roraima, que é dependente do Governo Federal, banque uma cooperativa dessa, que leva os recursos públicos do Estado e que a saúde continue jogada às moscas”.

A Coopebras é objeto de investigação na CPI da Saúde e segundo vozes ouvidas no âmbito das investigações, há muito odor na relação da empresa com contratos milionários na Sesau.

“A coisa vai feder”, disse um deputado da CPI.

A pauta continua travada

A Sessão de ontem foi novamente travada por fala de votações.

Esperava-se uma evolução nas votações de projetos na Assembleia Legislativa, na sessão de ontem, já com a presença do presidente Jalser Renier.

Mas tudo continua como dantes. Os projetos de interesse do Governo – o que cria 52 cargos na estrutura da Seinf e o que institui o Fundo Estadual de Segurança Pública – sequer foram relacionados na ordem do dia.

E que se viu foi um repetido bate-boca do líder Soldado Sampaio com o vice-presidente Jânio Xingu, que encerou a sessão quando todos cobravam pela presença das matérias.

Foi certificado que o quórum no Plenário não permitia votações. Ai Xingu largou a mesa diretora enquanto deputados da base vociferavam.

Salários com aumento

Valorizado, professor da Prefeitura terá salário com aumento.

Professores, cuidadores e gestores de escolas do município de Boa Vista recebem no próximo pagamento, programado para o dia 1º de novembro, os novos valores das gratificações criadas e reajustadas pela Prefeitura de Boa Vista.

Os servidores foram beneficiados com a criação da Gratificação de Incentivo aos Cuidadores (GIC) e reajustes nas gratificações de Incentivo à Docência (GID) e de Diretor de Escola.

Com a criação da GIC, serão beneficiados mais de 630 cuidadores escolares, que passarão a receber R$ 300 a mais no salário. Com isso, serão injetados na economia local em média R$ 2,2 milhões por ano.

R$ 800,00 para a GID

A GID gratifica o professor efetivamente em sala de aula.

A prefeitura também reajustou a Gratificação de Incentivo à Docência (GID). Esse é o terceiro reajuste desde sua criação em 2015. O benefício foi implementado inicialmente no valor de R$ 350, em 2017 aumentou para R$ 500, em 2018 subiu para 600. Agora, todos os professores de sala de aula passam a receber o valor de R$ 800.

Outra novidade da GID é que está sendo ampliada para os mais de 80 professores temporários e os que atuam nas áreas indígenas, independente de vínculos. Mais de dois mil professores serão beneficiados.

Para os diretores de escola com vínculo efetivo a gratificação teve um aumento médio de 20%. Gestores que atuam em escolas de pequeno porte, o valor sobe para R$ 2.500; escolas de médio porte, vai para R$ 2.700; e grande porte, R$ 3.000. Serão cerca de 80 profissionais beneficiados.

A bomba não eclodiu

Reunião da CPI que investiga irregularidades na Sesau.

Havia uma expectativa imensa, uma tensão medonha sobre a oitiva de ontem na CPI da Saúde, onde o depoente, o jornalista Rui Figueiredo, instigara o clima de véspera com postagens incendiárias no Facebook.

Em um post, ele escreveu: “Venham com gás. Vou engolir cada de vocês. Não tenho medo de bandidos. Não sou frouxo. A CPI virou alvo contra mim. É pessoal”.

Rui foi intimado, primeiro pelas manifestações nas redes sociais, depois porque os deputados têm informações da suposta participação dele com a empresa que fornece alimentação para as unidades de saúde do Estado.

O fato é que a audiência acabou insossa, destemperada, insípida, porque os inquisidores de Rui cozinharam o ‘galo’ em fogo brando assim como as respostas do ‘incendiário’ não eclodiram o ambiente, ao contrário, suavizaram-no.

Ao final, todos se apertaram as mãos e ao que parece não rendeu o esperado pelos deputados da CPI.

Ontem à noite Rui disse ao Blog que os deputados tentaram constrangê-lo e que agora só volta depor com apoio da Policia Federal.

Tô nem ai…

Ailton se divertindo no gelo. Foto | facebook

Enquanto por aqui, nos trópicos, a CPI da Saúde ferve, com debates acalorados, oitivas inflamadas, o pivô das investigações curte dias de frio em algum lugar bem aprasivo.

O médico Airton Wanderley publicou em seu Facebook, ontem – justamente no instante em que a comissão se reunia para mais uma tomada de depoimentos – uma foto com roupas de frio, em uma área coberta por gelo.

A postagem não identifica onde foi feita a foto, mas pela característica do ambiente, sugere que seja algum lugar na América do Norte, mais para próximo do Canadá, ou alguma área gelada da Europa.

O fato é que Célio não tá nem ai para a CPI, muito menos para o que está sendo investigado. “Um momento com a natureza”, escreveu ele como legenda da foto.

Haroldo libera R$ 10 milhões

Haroldo reunido em Brasília com prefeitos roraimenses.

O deputado Haroldo Cathedral (PSD) esteve reunido com prefeitos de Roraima, ontem (15), para tratar da destinação de R$ 10 milhões em recursos extraorçamentários, referente ao orçamento da União de 2019.

O valor alocado irá atender as áreas da educação e saúde nos municípios de Boa Vista, Rorainópolis, Amajari, Iracema, Pacaraima e Alto Alegre.

Estiveram presentes o prefeito de Alto Alegre, Pedro Henrique (PSD), de Pacaraima, Juliano Torquato (PRB) e de Iracema, Jairo Ribeiro (MDB).

Na reunião, Haroldo Cathedral decidiu priorizar ações de apoio à infraestrutura para a educação básica e o incremento temporário ao custeio dos serviços de atenção em saúde.

A capital, Boa Vista, foi contemplada com R$ 3 milhões para o custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial.

Buscando parcerias | Uma equipe da Escola do Legislativo (Escolegis) visitou a sede do Intelergis (Instituto Legislativo Brasileiro), em Brasília, para conhecer os cursos realizados em busca de uma parceria para atender alunos de Roraima. O objetivo é firmar uma parceria entre a Assembleia Legislativa de Roraima e o programa do Senado Federal. A visita durou dois dias, quando a equipe foi recebida por profissionais de diversas áreas de atuação do instituto. No primeiro dia, os servidores conheceram as instalações do edifício Senador Ronaldo Cunha Lima, onde funcionam todas as atividades. Eles puderam tirar dúvidas sobre o Portal Saberes, uma plataforma de ensino e aprendizagem que oferece cursos abertos e a distância para a comunidade legislativa e também para o cidadão em geral. Os professores também conheceram a dinâmica e a temática das oficinas oferecidas. A diretora da Escola do Legislativo, Cristina Mello, destacou a necessidade de modernizar e ampliar as modalidades de capacitação no Estado. “É uma proposta do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, efetivar essa parceria da Escola do Legislativo, onde a comunidade só tem a ganhar com cursos a distância”.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: