Neudo é dado como foragido: Prisão trará consequências graves no governo de Suely.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | Boa Vista,RR | Publicada 00h13

llll
O CERCO | Já era noite de quinta-feira,18, quando viaturas da Polícia Federal bloquearam as saídas da cada de Neudo, no centro.

A prisão do ex-governador Neudo Campos terá reflexos diretos no governo de sua esposa, Suely Campos. Desestabiliza a administração e põe Roraima novamente no centro de mais um escândalo político, causa constrangimento na equipe de Governo e deixa a população de Roraima em pânico por conta da crise institucional que se forma naturalmente com a desordem. Não tem como desvincular a relação familiar da relação institucional, com revés psicológico gravíssimo na família da governadora.

E de imediato vem a pergunta: ‘e como Suely vai ter tranquilidade e equilíbrio emocional para governar, com o marido na cadeia?’ Lógico que pela afinidade familiar as consequências se transferem de dentro para fora de casa. Porque Suely foi eleita para governar o povo de Roraima, uma competência que lhe foi atribuída pela vontade das ruas. Fica o poder despido de legitimidade moral porque não se pode conceber o funcionamento do organismo político sem o acoplamento, sem a dependência da governadora pelo marido, que é seu esteio. É o chamado ‘poder nu’, gera profunda incerteza e constitui-se em desmoralização total. As consequências deste fato são gravíssimas à governabilidade.

Neudo certamente sofrerá outras investidas com base no novo entendimento do Supremo Tribunal Federal – STF – sobre a possibilidade de cumprimento da pena de prisão após decisão de segunda instância. No caso em questão, Neudo Campos foi condenado a 10 anos e 8 meses de reclusão por envolvimento no “escândalo dos gafanhotos”. E ainda existem outros processos com penas já definidas e transitadas em julgado. Seguramente haverá manifestações de prazer pelo ocorrido (entre adversários) e de compunção (entre aliados de Neudo). Outros dirão que Neudo está sendo vítima de perseguição revanchista do juiz federal Helder Gião Barreto.

Mas Roraima não é isso. Roraima, senhores, sois vós. O Estado de Roraima é esta assembleia de vidas que pulsam. Roraima é este comício imenso de almas livres. Não são os comensais do erário. Não são os mercadores de plantão. Não são as sanguessugas da riqueza pública que porão tudo a bancarrota. Neste caso especifico que envolve Neudo Ribeiro Campos, a analogia que se tem a fazer é a mais simples e bucólica possível: “quem tiver qualquer atitude errada, que sofra punição exemplar, independente da sua condição. Quem não tiver nenhum problema, sua absolvição. Acho que é isso que a sociedade quer”.

Lugar incerto e não sabido
lll
NA MADRUGADA | A viatura da PF ficou estacionada em uma saida lateral, da residência.

Como Neudo não foi localizado para ser notificado do mandado de prisão e consequentemente recolhido, o Ministério Público Federal informou ao final da tarde de ontem, em coletiva, que ele é agora considerado foragido da Justiça.

Segundo o procurador da República, Carlos Guarilha, o mandado de prisão de Neudo Campos foi expedido na quinta-feira, 18, e ainda naquela tarde a Polícia Federal tentou localizar o ex-governador, sem sucesso.

O nome de Neudo foi ontem mesmo incluído no registro de foragidos da Interpol (Difusão Vermelha) que possibilita o cumprimento da ordem judicial em qualquer parte do país.

A PF informou ainda que continuará a investigação até a ordem judicial ser cumprida. Ele foi procurado em sua casa, em outras propriedades na cidade e em uma residência em Pacaraima.

O lado do Governo
jjj
BUSCAS | Federais realizaram buscas em todos os cômodos da casa do ex-governador.

A Secretaria de Comunicação do Governo de Roraima informou, por meio de nota, que a Polícia Federal esteve no Palácio Senador Hélio Campos, sede do Poder Executivo, na tarde desta sexta-feira, 19, cumprindo ordem de ingresso expedida pela 1ª Vara Federal da Seção Judiciária de Roraima.

O Governo do Estado garantiu livre acesso aos policiais, nada tendo sido encontrado e reitera que sempre vela pelo cumprimento da lei, se colocando à disposição das autoridades competentes.

Eventuais ilegalidades ou abusos serão objeto de medidas legais cabíveis que estão sendo analisados.

 Cerco de véspera
lll
SEM SAÍDA | Todas as portas da residência da Praça da Bandeira estavam guardadas.

O Ministério Público Federal em Roraima requereu a prisão de Neudo na quinta-feira, 18, decretada imediatamente pelo juiz Helder Girão Barreto ainda na tarde daquele dia.

Mas o cerco por agentes da Polícia Federal à residência do ex-governador, situada nas imediações da Praça da Bandeira, onde ele vive com sua esposa, a governadora Suely Campos, teve início por volta de 21 horas.

E desde então o local foi transformado em ponto de encontro, com verdadeiras romarias e aglomerações se formando desde a noite e seguiram durante o dia de ontem.

O pedido de prisão
lll
ROMARIA | A movimentação na Sebastião Diniz foi intensa durante todo o dia de ontem.

O pedido de prisão, assinado pelo procurador da República Carlos Augusto Guarilha, segue a nova jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), que admitiu a execução da pena criminal após a decisão de segunda instância, independentemente da pendência de recursos direcionados aos Tribunais Superiores.

Neudo foi condenado pelo seu envolvimento no esquema de desvio de verbas públicas conhecido como “escândalo dos gafanhotos”, nesse caso processo com condenação a 10 anos e 8 meses de reclusão em regime inicialmente fechado.

Ele permanecia solto, inclusive exercendo o cargo de consultor especial do Governo do Estado, porque o STF até então entendia pela impossibilidade de execução da sentença penal condenatória antes do julgamento definitivo de todos os recursos interpostos pelo acusado.

A hora de Neudo chegou’, diz MPF
lll
GUARDIÕES  Os procuradores do MPF falaram das razões do pedido de pisão de Neudo.

Na justificativa encaminhada ao juízo federal para defender o recolhimento de Neudo, o procurador requerente cunhou uma expressão peculiar, remetendo-a à decisão do Supremo, da terça: ‘com essa guinada jurisprudencial do STF é possível falar que chegou a hora de Neudo Ribeiro Campos cumprir a pena de prisão que lhe foi aplicada neste processo por decisão do TRF da 1ª Região’.

O procurador faz saber ainda que a 2ª instância recursal já foi exaurida e resultou na condenação do acusado à pena privativa de liberdade. E por se tratar de apenado solto, o Ministério Público Federal requer a expedição de mandado de prisão em desfavor do condenado.

‘Escândalo dos gafanhotos’ 
lllll
A PRIMEIRA VEZ | Neudo sendo conduzido lela PF para a cadeia pública, em 2003.

O ex-governador foi condenado pelo seu envolvimento no esquema de desvio de verbas públicas conhecido como “escândalo dos gafanhotos”, que consistia no cadastramento de funcionários “fantasmas” na folha de pagamento do Estado e do Departamento de Estradas e Rodagem de Roraima (DER), para distribuição dos salários a Deputados Estaduais e outras autoridades em troca de apoio político.

Ex-parlamentares e funcionários públicos forjavam contratações e estavam recebendo salários mensais em nome de aproximadamente seis mil servidores laranjas ou fantasmas, conhecidos no estado como gafanhotos.

Pelo relatório da PF, cada parlamentar tinha direito de simular a contratação de servidores em valores que iam de R$ 21 mil a R$ 48 mil. Na fase final do golpe, alguns parlamentares chegaram a receber R$ 250 mil mensais. Os salários eram sacados, com uso de procurações, por testas-de-ferro de políticos.

Ficha suja e renuncia
llll
NA CÂMARA | Neudo renunciou ao mandato em 2010 em plena campanha para o Governo.

As denúncias contra Neudo foram investigadas e apurou-se a materialidade dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro, desvio de dinheiro púbico, formação de quadrilha, ou seja, uma lista extensa de delitos.

Nem um mandato de deputado federal o tornou imune. Tanto que ele renunciou em 26 de agosto, em meio a campanha eleitoral de 2010, em uma manobra para atrasar o andamento de processos em julgamento no Supremo Tribunal Federal.

Neudo é considerado o parlamentar brasileiro campeão de processos criminais por responder a 21 ações (11 ações penais e dez inquéritos), tendo sido condenado à perda dos direitos políticos durante 8 anos, perda de cargos públicos, impossibilidade de contratação com o poder público, e ao pagamento de multa de R$3,3 milhões por desvio de dinheiro dos cofres públicos no período de 1995 a 2002 quando foi Governador.

The city of rumors
aneudopf4
ENTRADA | O dia estava amanhecendo quando os federais entrada na casa de Neudo.

Nas primeiras horas de ontem, a fofoca boato sobre o cerco a Neudo espalhou-se como rastilho de pólvora, na cidade dos boatos.

O ‘noticiário’ dava como certa a prisão de um punhado de figurões. Gente de todas as castas estava sendo procurada pela PF, uma operação com 16 andados de prisão..

Mas o MPF desmentiu tudo e informou que o mandado de prisão expedido na quinta-feira, 18, é especificamente contra o ex-governador de Roraima, Neudo Campos.

Quem deve, que se cuide!

O MPF informou ontem que já requisitou à Justiça informações sobre todos os envolvidos no escândalo dos gafanhotos.  A nova jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, que admite a execução da pena criminal após a decisão de segunda instância, outros casos similares serão analisados.

A intenção é que aqueles já condenados e que gozam d liberdade, amparados nas molezas dos recursos, também sejam recolhidos. Segundo o procurador Carlos Guarilha, o “esquema dos gafanhotos” é considerado o maior escândalo de corrupção já ocorrido no estado.

Causa indignação na sociedade ver algumas dessas pessoas ocupando cargos de destaque no poder executivo, legislativo, em locais de destaque e judiciário local. Vamos reverter isso”, disse Guarilha.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts