Nicoletti quer fechamento da fronteira com a Venezuela para evitar novo desastre na saúde pública de Roraima. VEJA VÍDEO

Compartilhe nosso conteúdo!

Nicoletti mostra a situação caótica na fronteira com a Venezuela, em Pacaraima.

O deputado federal Nicoletti (PSL) afirmou nesta quinta-feira (15) que está lutando “e vai insistir até conseguir”, que o governo brasileiro mantenha fechada do país com a Venezuela, em Pacaraima, “para evitar aglomerações e nova migração desordenada de venezuelanos para Roraima”.

“Estou lutando em Brasília para o fechamento integral da fronteira com a Venezuela, sem nenhuma flexibilização, enquanto durar a pandemia. Já enviei ofício à Casa Civil solicitando a revisão da norma”, diz o parlamentar.

Nicoletti disse que sua preocupação decorre da condição de atendimento frágil de saúde pública no Estado de Roraima e nas cidades de Pacaraima e Boa Vista, diante da falta de capacidade dos hospitais em atenderem toda a demanda!

O deputado esteve em Pacaraima, na quarta (14) e constatou aglomerações descontroladas de venezuelanos, ocasionadas depois que o governo brasileiro flexibilizou a entrada de imigrantes pela fronteira com Roraima. “A pandemia não acabou, a crise sanitária é real e com essas multidões de venezuelanos chegando, nosso estado sofrerá as consequências, que serão gravíssimas”, disse o parlamentar, em vídeo.

Venezuelanos voltaram a ingressar em massa pela fronteira com Roraima.

Nicoletti, que é presidente da Comissão Externa sobre a Crise na Fronteira da Venezuela com o Brasil, enviou ofício à Casa Civil solicitando a revisão da portaria que liberou a entrada de venezuelanos na fronteira em Pacaraima. Durante visita à Pacaraima, nesta quarta-feira (14), Nicoletti acompanhou e mostrou em suas redes sociais a entrada de venezuelanos no estado, muitos aglomerados e sem máscaras, após flexibilização na fronteira.

O deputado reforçou sua preocupação com a situação no local, diante da continuidade da pandemia e da falta de capacidade dos hospitais do estado de atenderem toda a demanda.

Precisamos que o Governo Federal se sensibilize e reveja essa decisão de flexibilizar a entrada de imigrantes, para fechar imediatamente a fronteira. Sabemos das profundas dificuldades e do caos enfrentado na Saúde de Roraima. Não vacinamos toda a população do Estado. Vemos hoje, aqui, centenas de venezuelanos entrando em nossa fronteira. Muitos estão sem máscaras, a maioria não foi vacinada, porque a Venezuela não está vacinando. Não sou contra eles serem recebidos aqui, mas acredito que ainda não é o momento. Ainda é um momento de crise sanitária dentro do nosso país. Precisamos, primeiro, vacinar toda a nossa população e sanar os gargalos da Saúde de Roraima”, reforçou o parlamentar.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts