‘Nomeação de João Campelo é um equívoco, um retrocesso’, diz Romero Jucá.

 ‘Nomeação de João Campelo é um equívoco, um retrocesso’, diz Romero Jucá.
Compartilhe este artigo

There is no ads to display, Please add some

A Coluna de Hoje |Publicada 00h10

Para o senador Romero Jucá, há em Roraima profissionais mis capacitados para comandar a Segurança Pública.
Para Jucá, há em Roraima profissionais mais capacitados para comandar a Segurança Pública. “Campelo não é bem vindo”, diz.

O delegado aposentado João Campelo não terá sossego em seu retorno ao comando da Secretaria de Segurança Pública. As manifestações de repulsa e indignação à sua posse vêm de todos os lados. Uma amostra clara do desejo popular de não tolerar uma roupa nova para velhas práticas políticas de acomodação de quinhoeiros, em um governo perdulário que se elegeu pregando possibilidades de mudanças. Campelo – um policial de carreira, experimentado, com passagens bem sucedidas em funções de destaque na alta cúpula da Polícia Federal brasileira – já chega ferido, machucado, com a imagem esfolada pelo passado, inclusive exposto em vídeo popular onde tentou e não conseguiu balear um porteiro de hotel nas cercanias de Brasília. A escolha de Campelo está gerando enfrentamento ideológico inclusive na base política aliada, que já se posicionou contrária. E a missiva foi dita de pronto na cara de Neudo Campos, avalista da indicação.

“A escolha desrespeita as Polícias Civil e Militar e representa um regresso a um passado negro”, se posicionou o senador Romero Jucá. Para ele “a nomeação é um equívoco, um desrespeito e traz uma expectativa negativa. Ela não agrega os quadros das polícias e ainda representa um alerta à sociedade, ao Ministério Público e à Polícia Federal, uma vez que o estado não pode voltar aos tempos negros e atuar de forma ilegal, arbitrária e desumana”, disse. Esse confronto de Jucá com Neudo está sendo revivido apenas, com folga para o senador, que sem esforço algum colhe frutos políticos pelas sucessivas trapalhadas do Governo. Neudo, claro, rebate com acuidade e vigores dizendo que o algoz não tem moral para fazer critica nenhuma ao seu governo.

Espera-se que João Campelo esteja ciente das deficiências da Segurança em Roraima e saiba o que fazer para atender a carência da população. E que não se deixe impregnar pela lorota política. E que não se sinta na pele do apóstolo João Batista achando que sua cabeça está sendo pedida na bandeja. Só sei de uma coisa: bíblico ou não, Campelo só serviu para desgastar ainda mais a imagem já fragmentada do Governo de Suely Campos. Eu não tenho nada contra Campelo. Mas não sou eu que deve julgá-lo, mas os que apostaram na esperança pregada pela governadora.

joaocampelo1
Nomeação de João Campelo é bastante criticada.

Voz das ruas

O restauro de Campelo na Segurança pública encontra de cara a desconfiança popular. São as vozes das ruas que bradam e quase nem sempre são escutadas nos gabinetes fechados.

Campelo chega e logo as pessoas o vinculam aquele vídeo em que puxou a arma apara um recepcionista de hotel. E sempre tem um olhar de receio e suspeita e de reprovação em sua direção.

Vai ter que conviver com essas desconfiança, porque o júri popular das redes sociais já o sentenciou. E isso atrapalha, incomoda e com certeza vai interferir em sua gestão, porque ao invés de pensar em desempenho e produtividade, vai ficar acuado com olhares de admoestação.

O problema é em casa

ggg
Everton: não havia necessidade de nomear  um importado.

A Segurança Pública está descontrolada, problemas internos sérios, desestrutura e sem a fidúcia da população.

O deputado Jorge Everton vai incrementar um bateria anti-Campelo, capaz causar fissuras agudas da estrutura da Polícia Civil, porque não concorda com a nomeação de alguém que ele considera “ultrapassado, sem vigor e desafeiçoado da realidade atual”.

Delegado de Carreira da Classe Especial, Everton defendia que o secretário deveria ter sido escolhido da safra de bons e qualificados policiais civis da estrutura da própria Segurança.

A partir de amanhã uma tempestade de discursos pesados cairá no quengo de Campelo na Assembleia, contrários à sua nomeação.

marta
Marta Suplicy: maior participação feminina.

Marta Suplicy vem

A senadora feminista Marta Suplicy estará em Boa Vista, nesta segunda-feira (18), no lançamento local da campanha “Reforma-Mais Mulheres na Política”. O evento, organizado pela Bancada Feminina no Congresso Nacional e com o apoio da governadora de Roraima, Suely Campos, acontecerá às 17 horas, no Palácio Senador Hélio Campos.

A bancada feminina no Congresso Nacional quer assegurar igualdade entre homens e mulheres na sociedade, aumentando a participação feminina nos espaços de poder. As mulheres ocupam apenas 13% das vagas nos parlamentos no País. O objetivo da campanha é garantir que, com a reforma política, cada gênero ocupe pelo menos 30% das cadeiras. No futuro, que haja paridade entre homens e mulheres nos legislativos.

Não teve graça nenhuma

ttttttttttrr
Telmário usando cocar: piada sem graça.

Outro dia, a Câmara fez debate sobre as condições de sobrevivência dos quase mil índios matriculados em universidades. Quando um deles contou que recebe bolsa de R$ 900 mensais para todos os seus gastos, o deputado Telmário Mota tentou fazer piada: — Que sufoco! Se bem que o indígena gosta muito de caminhar. Meu motorista, que é indígena, às vezes vem a pé para cá. Ninguém riu. Telmário e suas dejeções…

Ah, se a pampa falasse!

A pampa usada por Telmário: colocada à venda.
A pampa usada por Telmário: colocada à venda.

Lembram daquela pampa velha, um vermelho desbotado, caindo aos pedaços? Está a venda.

Serviu ao então panfletário e pilhérico Telmário Motta quando saia por ai atazanando a vida das pessoas a todo instante tagarelando, pregando transformações e honestidade.

Ai Telmário foi embora para Brasília e quando vem aqui não se vale mais dos serviços do carro velho. O que obrigou seu dono a procurador comprador, pois o senador agora se vale de outros recursos da comunicação moderna.

Campanha sem conteúdo

A jornalista Carina Camacho: personagem da campanha.
A jornalista Carina Camacho: personagem da campanha.

O governo de Suely faz campanha para aumentar a arrecadação e ter mais dinheiro, incentivando devedores a quitar seus impostos, com a pregação de que o ICMS constitui uma das principais fontes de arrecadação estadual.

Verdade, é esse tributo que junto com o FPE formam a cesta financeira do Governo. Mas a campanha do Governo é fraca no formato e no conteúdo.

De bom mesmo, a qualidade profissional e a performance da coleguinha Carina Camacho Chaves.

Gaaalllllooooooooooooooo!

A Companhia Independente de Policiamento Ambiental da Polícia Militar desarticulou, na periferia de Boa Vista.

No local foram encontrados vários objetos e materiais utilizados para as brigas entre os animais. E oito pessoas foram presas em flagrante e encaminhadas para o 5º Distrito Policial.

Dessa vez, não havia nenhum político participando da peleja. É o segundo caso de rinha de galo em residências na zona Oeste somente este mês.

Nova paralisação

Enfermeiros na Assembleia: paralisação a partir de hoje.
Enfermeiros na Assembleia: paralisação a partir de hoje.

Novo problema para a já combalida administração de Suely. A partir das 7 horas desta segunda-feira, 18, os profissionais da enfermagem da rede estadual de saúde entrarão em greve por tempo indeterminado.

A informação é do presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Roraima, Roberto Morais. Ele disse que recebeu um documento da Secretaria Estadual de Saúde em que o governo não atende nenhuma das reivindicações da categoria.

Uma situação que inspira preocupação, pois sem a presença desses profissionais, todos os procedimentos médicos ficam prejudicados nas unidades de saúde do Estado.

escola cantaNovinha em folha | Abandonada enquanto durou os governos de José Anchieta e Chico Rodrigues, a escola José Aureliano da Costa, no Cantá (Foto), está novinha em folha. A obra da reforma foi entregue ontem pela governadora Suely Campos.

Foram realizados reparos no forro, banheiros, recolocação de cerâmica, troca de portas e vidraças, reparos na rede elétrica e hidráulica, além da reconstrução e construção de novas calçadas, reparo nos depósitos, pintura em geral, limpeza na área externa e troca de todas as lousas das salas de aulas.

O serviço está contemplado no processo que contratou duas empresas para executarem reforma manutenção e pequenos reparos ao longo deste ano nas 382 escolas do estado.

O nome da escola é uma homenagem ao agricultor cearense que participou do processo de colonização do município do Cantá, que na época recebeu o nome de Colônia Brás de Aguiar. Um detalhe: as cores obedecem a um padrão caseiro, branco, azul e vermelho, as mesmas do Partido Progressista – PP – que é o partido da governadora.

Concentração forasteira

O charmoso Aipana Plaza Hotel é que serve de concentração para os secretários importados por Neudo Campos.

Agora, frente a frente, estão por lá, diariamente, João Camelo e o festeiro e apreciador do Moêt Chandon, João Pizzollati.

E terá mais gente, porque Neudo não segreda de ninguém que vai trocar a cunhada Selma Mulinari por um amazonense.

kkk
A corrida colorida promovida pela Prefeitura de Boa Vista empolgou os participantes, na manha de ontem.

Boa Vista colorida | Boa Vista amanheceu muito mais colorida ontem. A famosa corrida Color Run or Dye reuniu mais de 1.900 inscritos entre crianças, jovens e adultos. O trecho de 5km da BR 174, sentido Pacaraima, ficou marcado pelas cores e pela alegria. Com o apoio da Prefeitura de Boa Vista, por meio da Fetec, o evento chegou pela primeira vez na capital de Roraima. Segundo o idealizador da festa, Wellington Fontes, a corrida não tem como propósito a competição e, sim, levar diversão. A Fetec organizou toda a estrutura para que os participantes permanecessem brincando após a realização da corrida. Professores da Academia Aberta participaram do evento com a missão de não deixar ninguém parado.

Dinheiro no parque

Ponte de concreto está sendo construída. Foto: Gilvan Costa.
Ponte de concreto está sendo construída. Foto: Gilvan Costa.

O governador Anchieta despegou quase R$ 5 milhões em um “reforma” nunca terminada no Parque Anauá. Não conseguiu nem consertar uma velha pinguela sobre o sangradouro do lado, que está sendo substituída por uma de concreto agora pelo atual governo.

Como sugestão, este governo deve aproveitar a nova reforma e refazer os calçadões, que estão em péssimas condições até pra caminhar. E cuidar também da iluminação e de outras partes dos espaços destinados a reuniões e aos piqueniques dos finais de semana.

O Parque Anauá é um patrimônio das famílias roraimenses e não pode ficar marginalizado, só sendo lembrado em época de festas, como a que acontecerá no próximo mês de junho, o Arraial de São João.

CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: