O coronel ‘dançou’: Justiça afasta Ronan Marinho da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) por improbidade.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h13m

Marinho foi afastado do cargo de secretário porque não foi capaz de organizar o sistema penitenciário estadual.

O coronel da Polícia Militar de Roraima Ronan Marinho dançou, ou seja, foi afastado do cargo de Secretário de Justiça e Cidadania – Sejuc – por pura incapacidade gerencial, falta de qualificação para a função e incompetência, porque não consegue administrar um presídio.

Ele foi afastado do cargo por ato de improbidade administrativa após decisão de caráter liminar da 1ª Vara da Fazenda Pública. O juiz Alberto de morais Junior entendeu que o secretário tinha conhecimento da existência de túneis por onde fugiriam os detentos e nada fez para conter a fuga de 85 presos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo no dia 19 de janeiro.

Marinho é acusado de suposta violação ao princípio da eficiência na gestão do sistema prisional roraimense por conta da maior fuga em massa já ocorrida na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo, onde 85 detentos teriam se evadido por meio de túnel escavado no interior da Ala 14. O juiz entendeu que há indícios que Ronan Marinho se omitiu da condição de autoridade responsável pelo sistema carcerário de roraimense.

“(…) Não tomando as cautelas necessárias à fuga de dezenas de detentos, corrompendo a ordem social e desvirtuando os princípios que disciplinam a administração pública, colocando em risco toda a sociedade”, diz o magistrado na conclusão.

Para o judiciário, existe “possibilidade” de o agente político permanecer à margem da licitude, omitindo-se no cumprimento da lei e dos princípios constitucionais, possibilitando a ocorrência de novas fugas. “Faz-se necessário o seu afastamento, portanto” concluiu a decisão.

Restou demonstrado, ainda que em juízo sumário, que o Requerido possivelmente poderia ter agido em tempo para conter a evasão dos reeducandos da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo. O afastamento é necessário à instrução do processo”, diz o juiz Alberto de Morais Junior na sentença.

Teresa pré-candidata viralizou

Teresa fez o lançamento da pé-candidatura e já está sendo vítima de toda sorte de injúrias nas redes sociais.

A notícia da pré-candidatura da prefeita Teresa Surita ao Governo, anunciada no domingo (4) tomou conta de todos os espaços nas redes sociais, com debate mais forte e arrebatador na plataforma Facebook.

Há muitos comentários de apoio, outros em cima do muro, mais outro bocado contra, mas a análise circunstancial que se faz do debate é que a maioria esmagadora dos roraimenses quer ver Teresa candidata; mais que isso, anseiam vê-la governadora de Roraima.

Teresa aparece na frente em todas as sondagens feitas – através de pesquisas – para consumo interno com vistas à disputa pelo governo.A prefeita tem também um invejável índice de aprovação e venceu as eleições municipais de 2016 com quase 80% dos votos válidos.

No mais, sua administração é reconhecida como muito boa e ela tem sido destaque como prefeita em nível nacional.Tem, portanto, cacife para governar bem o estado, caso se candidate de fato e vença a eleição.

E como já era esperado – inclusive por Teresa e pelo MDB – as ‘fakes-news’ agiram com vigor, inventando e difundindo noticias falsas sobre a prefeita inclusive de que estaria cassada pela lei da Ficha Limpa, o que não é verdade.

Telmário+Bolsonaro: fala sério!

O senador Telmário Mota vai se alinhar ao deputado Jair Bolsonaro na campanha deste ano.

O senador Telmário Mota (PTB), aquele que vira e mexe distribui sopapos na rua, enfim, conseguiu espaço na imprensa nacional sem precisar responder sobre as confusões em que costuma se meter.

Na semana passada, ele bradou da tribuna seu arrependimento por ter votado a favor do impeachment da Dilma Rousseff, de quem foi aliado até os estertores do governo petista.

A excelência disse ter descoberto recentemente que Michel Temer e seus amigos, a quem ele abraçou após a queda da ex-presidente, formam uma “quadrilha”.

Mas e agora? Depois de se coligar ao PT e derrubar Dilma, enaltecer e fuzilar o MDB, o que Mota pretende fazer quando chegar em frente à urna no final do ano?

Jair Bolsonaro que se cuide. Mota vem dizendo que pretende votar no deputado fluminense para presidente.

Ou seja, a tomar pelo passado recente, a próxima declaração de guerra do senador terá como alvo um sujeito tão acostumado à pancadaria quanto ele. Fonte | Radar (Veja)

R$ 1,7 milhão de folha de pagamento

A Codesaima, comandada pelo deputado Xingu, é o grande cabide de empregos do Governo de Suely.

Improdutiva e servindo de cabide de empregos para aliados de Suely, a Companhia de Desenvolvimento de Roraima não desenvolve nada. Absolutamente nada.

Ao contrário a Codesaima só produz despesas, gastos exorbitantes e sustenta uma verdadeira nuvem de gafanhotos que devoram do dinheiro do povo.

De tão inchada, com mais de 500 servidores empregados – e com uns 80 apenas assinando a folha de frequência – o quadro de pessoal está inchado de tal forma que o custo mensal com pagamento de salários ultrapassa R$ 1,7 milhão.

A Codesaima, que é comandada pelo deputado Jânio Xingu, está inclusive descumprindo uma decisão judicial. Foi ordenada a exonerar 300 servidores comissionados, mas 6 meses depois da decisão, apenas 180 foram dispensados.

MDB quer candidatura própria

Jucá e Temer avaliam todos os cenários possíveis pensando em uma candidatura própria do MDB a presidente.

Em reunião realizada no Palácio do Jaburu, o presidente Michel Temer ouviu do presidente do MDB, senador Romero Jucá, que é preciso começar a construir a campanha e reforçar a defesa do governo, alvejado não apenas pela oposição, mas também por aliados.

Líder do governo no Senado, Jucá já defende, nos bastidores, a candidatura do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, hoje filiado ao PSD. “Ele é muito bem-vindo no MDB”, disse o senador. “Ainda não temos decisão sobre nomes, mas estamos afunilando as conversas nesse sentido”.

Jucá mostrou para Temer uma pesquisa encomendada pelo partido sobre o quadro eleitoral nos Estados. “Mais de um terço dos entrevistados acham que, se a economia continuar como está, o MDB deve lançar candidato à Presidência”, afirmou ele.

Sem um nome competitivo até agora, o MDB tem como prioridade eleger grandes bancadas de senadores e deputados federais para se fortalecer no jogo político, a partir de 2019. Jucá disse ontem que o partido também deve apresentar nomes aos governos de 14 dos 26 Estados.

O MDB tem um fundo eleitoral de R$ 234,2 milhões para gastar na campanha. Até agora, a sigla já definiu que cada candidato à reeleição na Câmara receberá R$ 1,5 milhão e, no Senado, R$ 2 milhões. Quem vê com simpatia a candidatura de Meirelles alega que o fato de ele poder financiar a campanha com dinheiro do próprio bolso favorece sua escolha.

Ministro vem ver migração

Venezuelanos que vivem em situação de miséria em Pacaraima serão visitados hoje pelo ministro.

Devido à crise migratória, nesta terça-feira, o ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, vem a Roraima, verificar a situação dos migrantes venezuelanos.

De volta a Boa Vista, ele deve se encontrar com autoridades locais e representantes da sociedade civil do estado, na sede do Tribunal de Justiça de Roraima.

Além do ministro, também participam da missão em Roraima representantes do Conselho Nacional de Justiça, o Conselho Nacional do Ministério Público, do Ministério Público da União, Defensoria Pública da União, Ministério da Justiça e Polícia Federal.

De acordo com o governo de Roraima, só em janeiro, mais de 12 mil venezuelanos entraram no Brasil pela fronteira com Roraima.

O sarampo avança | A Secretaria Estadual de Saúde informou ontem que até o momento foram notificados 29 casos suspeitos de sarampo, sendo 25 casos pelo município de Boa Vista e 4 casos pelo município de Pacaraima. Até o momento, seis casos foram confirmados, cinco com o mesmo genótipo identificado na Venezuela em 2017, conforme exame realizado pelo laboratório de referência nacional Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), no Rio de Janeiro. O Ministério da Saúde está dando total apoio às ações de vigilância epidemiológica, tendo mantido uma equipe in loco para apoio às equipes estadual e municipais. Dentre os casos suspeitos, 15 são do sexo masculino e 14 do feminino, com faixa etária de 4 meses a 39 anos; 19 casos são procedentes da Venezuela e 10 são brasileiros. Todos os pacientes apresentaram febre e exantema (manchas avermelhadas), acompanhados de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite. No Brasil, os últimos casos de sarampo ocorreram entre os anos de 2013 a 2015, sendo confirmados 1.310 casos em todo País. Nesse período, o estado de Roraima confirmou um caso de sarampo, importado do estado de Ceará. Em setembro de 2016, a circulação do vírus do sarampo na Região das Américas havia sido declarada eliminada.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: