O pesadelo da escuridão que assombra com o racionamento na Venezuela.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de hoje | Publicada 00h13

Enquanto o assunto – que é grave – encontra-se na fase da retórica, do bate papo e da conversa afiada, o racionamento de energia na Venezuela, anunciado na semana passado, pode causar o colapso energético em Roraima, obrigar os desligamentos controlados por aqui e nos levar de volta ao passado da escuridão.

A crise energética da Venezuela sobrevém de uma política capenga e irresponsável de manutenção do parque instalado. A escassez de energia não se dá por falta de reservatórios tampouco de potencial hídrico gerador. Mas porque as usinas foram sucateadas no tempo das loucuras de Hugo Chaves e abandonadas agora pelo besunto, do cahimônia, do cabeça de pouco juízo, Nicolás Maduro.

E ao passo que a tensão piora por lá, por aqui, muita conversa e pouca coisa realizada. Não podemos contar ainda com a energia de Tucurui, porque os índios Waimiri-Atroari não permitem a passagem do linhão por suas terras. E as termelétricas que estão sendo erguidas aqui em Boa Vista além encarecer o custo da energia não atenderão a demanda crescente.

O contrato firmado com a Venezuela prevê fornecimento mensal de energia em até 200 megawatts – ponta de carga máxima – ao longo de 20 anos para o estado. No entanto, nos últimos anos, a distribuidora tem registrado uma redução na carga recebida do país. Em 2012, ela já não passava de 95 megawatts. E pode acabar de vez se a Edelca – a companhia energética de lá – não conseguir aumentar a geração nos próximos meses. Ou seja, ou é encontrada logo uma saída consolidada para a crise, ou voltaremos aos racionamentos programados e ao temo do lampião.

Bem amparada

Ex-secretária adjunta de Educação – demitida por recomendação do TCE no rumoroso caso de nepotismo no governo de Suely Campos – Graciela Cristina Ziebert não ficou desamparada.

Sogra de Emília Campos, secretária de Bem Estar Social, Graziela foi ungida para um cargo bem gordo na Secretaria de Educação. Ganhou um CNES-III de Assessor Especializado – cuja nomeação saiu no Diário Oficial do dia 28.

Graciela é esposa do secretário de Justiça e Cidadania, Josué Filho. Ou seja, houve só uma maquiagem – digamos esperta – e tudo continua como dantes, em família.

Popularidade em baixa 

Neudo foi cercado por fmílias que tiveram os pagamentos do Crédito doPovo suspensos. Foto Ednaldo Morais.
Neudo foi cercado por famílias que tiveram os pagamentos do Crédito do Povo suspensos. Foto Ednaldo Morais.

O ex-governador Neudo Campos, mentor, tutor e protetor da governadora Suely, não consegue mais alistar aquela popularidade que trazia do período eleitoral, tanto que conseguiu consagrar a mulher.

Em baixa Neudo foi vaiado e quase escarnecido enquanto esteve na Secretaria do Trabalho, porque seu governo brecou o pagamento do Crédito do Povo. Chegou a ser cercado pela multidão.

E depois de participar de uma entrevista no programa ‘Cidade em Ação’, do coleguinha Eduardo Carvalho, na 107.9 FM, foi noticiado nas redes sociais. Mas não ganhou eco nenhum, com meia dúzia de pessoas curtindo e comentando.

De sobra aparece gritando na propaganda partidária do PP – na televisão – anunciando que o futuro começou, que novos tempos virão, quando todos sabemos que tudo isso não passa de ostentação.

Abel quer ser prefeito  

Abel: parada difiil, mas nao custa nada tentar.
Abel: parada difícil. mas não custa nada tentar.

O deputado federal Abel Mesquita – ex-galinha – ensartou de vez que quer ser prefeito de Boa Vista no ano que vem.

Está em campanha aberta e escancarada. Muito difícil lograr êxito, porém, não custa nada tentar.

Se levar isso adiante vai encarar uma verdadeira locomotiva em velocidade excessiva e bem alinhada nos trilhos: que vem a ser a prefeita Teresa Surita, no momento, imbatível se o pleito fosse hoje.

Pizzollati no olho do furacão

Pizzollati: figura grúda no esquema da Petrobrás.
Pizzollati: figura graúda no esquema da Petrobrás.

Paulo Roberto Costa, responsável pelas declarações que abalaram o alicerce da política nacional, voltou a depor ontem na CPI que apura o escândalo do desvio de verbas da Petrobrás.

Reiterou o que já afirmara em depoimentos anteriores, mas enfatizou bem que o ex-deputado João Pizzollati – bom vivã que virou secretário em Roraima – e o senador Romero Jucá, eram clientes assíduos do seu escritório de distribuição da gorjeta.

Pizzollati, aliás, é figura superior na lista do propinoduto. E seu nome foi pronunciado várias vezes ontem durante o depoimento de Paulo Renato.

Nas alturas 

Shéridan: gastando toda a verda com passagens aéreas.
Shéridan: gastando toda a verda com passagens aéreas.

Como não fez nada ainda na Câmara dos Deputados que justifique gastar a verba indenizatória em propaganda, por exemplo, a deputada Shéridan vive por ai, voando.

Nesses três primeiros meses de mandato já torrou R$ 34.242,00 da Cota Para o Exercício da Atividade Parlamentar com passagens aéreas.

Detalhe: todos os bilhetes foram emitidos aqui em Boa Vista pela Neiatur Viagem e Turismo ltda., quando existem na Câmara agências de todas as companhias para servir aos parlamentares com exclusividade.

Cortando na própria carne

Edilberto anunciou medidas para reduzir pagamentos na Câmara.
Edilberto anunciou medidas para reduzir pagamentos na Câmara.

Em entrevista coletiva, ontem de manhã, o presidente da Câmara de Vereadores, Edilberto Veras, anunciou uma medida drástica: o corte de 44% da Verba Indenizatória e 33% da Verba de Gabinete, além do corte total dos subsídios de R$ 8 mil que eram pagos a quem presidia comissão permanente,

Anunciou também a criação de uma Comissão Administrativa Especial que será responsável por desenvolver um estudo técnico que tem por objetivo a adequação e contingenciamento do orçamento do legislativo municipal.

A Comissão, a partir de sua publicação no Diário Oficial do Município, terá um prazo de 30 dias para apresentar o novo plano de gestão da Câmara Municipal de Boa Vista.

Mulherada magoada

Reina um certo desgosto, mágoa e tristeza no eleitorado feminino por conta da notícia que rola na ‘Rede Fuxico’ sobre o namoro da deputada Shérida que trocou o ex-governador José de Anchieta pelo deputado federal amazonense, Arthur Bisneto.

Quando a traição parte das mulheres, a conotação torna-se mais peculiar para aquelas que traem e também para as que são traídas. Apesar de todos os avanços conquistados desde a revolução feminista, a partir da década de 1960, as infiéis ainda são mais recriminadas do que os homens.

E como a musa roraimense no Congresso recebeu do sexo frágil a maior votação na eleição passada, a grita delas é geral.

cha impren
Suely: 4 meses de governo e nenhum projeto.

Sem projeto e sem rumo

Incrível e inédito na história política de Roraima. Mais de 4 meses depois de ter assumido o governo do Estado, Suely Campos não teve o cuidado nem a disposição de enviar ao Poder Legislativo um único projeto sequer que tenha indicativo positivo para o Estado.

Algo que germine, que seja transformador, gerador de empregos, renda, melhoria em algum setor essencial. Enfim, nada, absolutamente nada foi encaminhado como proposta de desenvolvimento nesta gestão.

Está mais que claro que os assistentes da governadora são anêmicos e inermes, incapazes de confeccionar um plano de gestão, coisa natural que todo mundo faz em início de governo.  

Cuidar do visual

A Assembleia Legislativa define hoje a contratação de uma agência de publicidade e propaganda, pelo período de 12 meses.

A abertura dos envelopes contendo a documentação referente à habilitação das empresas que participaram da licitação, se dará hoje, às 9 horas, na sala de reuniões da CPL. Desde o final da gestão passada, a Assembleia não tem uma agência a lhe dar suporte.

telmario mooottRinha de galos e STF |Fica feio para um senador da República ser submetido a um julgamento pela Suprema Corte de Justiça do país porque é fã de brigas de galo.

Isso mesmo, Telmário Motta vai enfrentar os homens da capa preta como incurso na lei que pune crimes ambientais e contra animais, por ter sido preso quando era vereador de Boa Vista, participando de uma rinha de galos na cidade de Alto Alegre.

O processo já foi distribuído e mesmo tendo foro mais que privilegiado, Telmário vai ser julgado pelo feito. O ‘galo velho’ será ajuizado justamente por maus tratos e por ter incentivado a mutilação de outro galo velho.

Isso é crime

Os índios em Roraima fazem o que querem e fica o dito pelo não dito. Outro dia quebraram a BR-174 e nada aconteceu.

Agora mesmo mantém um grupo de profissionais de saúde como detidos na reserva do Surucucús, na terra indígena Yanomami, e não há movimentação nenhuma para a libertação das pessoas feitas reféns.

Fosse um cidadão comum a polícia já tinha invadido tudo, eliminado os acusados, resgatado os reféns e o fato seria festejado como ato de heroísmo.

Voto de censura 

Maduro: censurado por não permitir que se pratique a democracia.
Maduro: censurado por não permitir que se pratique a democracia.

O Plenário do Senado aprovou ontem um voto de censura ao governo da Venezuela. O motivo é a prisão arbitrária de políticos opositores ao regime do presidente Nicolás Maduro, ato que viola as cláusulas democráticas do Protocolo de Ushuaia sobre Compromisso Democrático no Mercosul.

O autor do requerimento foi o senador Romero Jucá. Ele afirmou que é parceiro da Venezuela e quer o “futuro construtivo” do país vizinho, mas observou que o posicionamento crítico é necessário.

— O Senado toma uma posição de cobrança da democracia na América do Sul. Os opositores têm proteção dos países do Mercosul no que diz respeito ao exercício pleno de qualquer atividade política. Esse é um voto de repúdio pelo descumprimento da liberdade na Venezuela — declarou.

Adiado de novo 

A sessão plenária da Assembleia Legislativa de ontem adiou mais uma vez o Projeto de Decreto Legislativo nº 002/15, que votaria o nome de Rogério Martins Campos para o cargo de presidente da Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Roraima (Femarh).

A solicitação foi feita pelo líder do governo na Casa, Brito Bezerra, sob a justificativa de esclarecer os demais parlamentares. O projeto deve ser votado na próxima terça (12).

A votação do nome de Rogério já havia entrado na pauta em sessão anterior. Mas foi sacado de última hora.

Pedi o adiamento para que pudéssemos novamente avaliar as ações já realizadas pela Femah, como liberação para trabalho da indústria madeireira no interior do estado. São ações importantes para o desenvolvimento econômico do estado, e queremos mais tempo para que os novos parlamentares tenham conhecimento e saibam da importância que ele tem à frente da Fundação”, disse o líder Brito Bezerra.

Júlia América aprovada

Júlia América foi ouvida ontem por deputados. Foto ALE.
Júlia América foi ouvida ontem por deputados. Foto ALE.

A Comissão Especial Externa da Assembleia Legislativa sabatinou e aprovou o nome da professora Júlia América Vieira Campos, indicada pelo Executivo para a reitoria da Fundação Univirr – Universidade Virtual de Roraima, em sessão realizada ontem a tarde.

A Comissão presidida pela deputada Aurelina Medeiros deve informar à Mesa Diretora o relatório final com o nome da indicada aprovado, na sessão desta quarta, 06. A votação em plenário não tem data certa para acontecer, e será secreta.

 

CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico

 

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts