Países da América do Sul e Caribe montam estratégia para retirar venezuelanos de Roraima.

A Coluna desta terça | Publicada 00h05

Venezuelanos continuam chegando em massa a Roraima diariamente.

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Organização Internacional para Migração (OIM) celebram a adoção de uma estratégia comum para facilitar a integração na região de refugiados e migrantes da Venezuela pelos países da América Latina e do Caribe e aliviar a pressão sobretudo em Roraima e na fronteira com a Colômbia.

A estratégia foi adotada durante o IV Encontro Técnico Internacional do Processo de Quito, que aconteceu na capital em Buenos Aires. O contínuo êxodo de venezuelanos supera e excede as capacidades e os recursos dos governos da região, impactando na estrutura local, resultando em problema sociais gravíssimos.

O encontro destacou as ações e esforços dos países da região, não apenas em termos de recepção, documentação e assistência humanitária, como também em promover o acesso à saúde, educação, emprego e moradia para ajudar a integração de refugiados e migrantes venezuelanos.

Em uma declaração conjunta, os governos concordaram em reforçar a cooperação, comunicação e coordenação entre os países de trânsito e destinação de venezuelanos, fortalecendo medidas contra crimes transnacionais, como todos os tipos de tráfico, incluindo o de pessoas, assim como violência sexual ou de gênero e diferentes formas de discriminação e xenofobia para garantir a proteção dos mais vulneráveis.

A estratégia do Capítulo de Buenos Aires é composta de ações específicas relacionadas a problemas como tráfico humano, o acesso a saúde e reconhecimento de qualificações acadêmicas.

Também inclui o estabelecimento de centros de informação, recepção, assessoria e assistência a refugiados e migrantes, uma plataforma de orientação e desenvolvimento do capital humano e o fortalecimento dos sistemas nacionais de determinação do status de refugiado.

O ACNUR e a OIM reiteraram o suporte aos países afetados pelo fluxo de venezuelanos e pediram pelo fortalecimento do financiamento internacional para a continuação das atuais ações para a implementação de projetos apresentados durante os encontros.

De acordo com dados de autoridades nacionais de imigração e outras fontes, o número de refugiados e migrantes da Venezuela em todo o mundo chegou a mais de 4 milhões de pessoas. Fonte | ACNUR/ONU

‘Cara de pau’ e inocência

Denarium recebe Denarium, no Gabinete: dá para acreditar?

É possível rotular sob dois pontos de vista o recente encontro do senador Telmário com o governador Denarium, no Palácio Senador Hélio Campos: ‘cara de pau’ de um, inocência do outro.

Telmário e sua conduta aventureira, não faz muito tempo, chicoteava Denarium sem dó nem piedade e inclusive protocolou no início de março, na Assembleia Legislativa, um pedido de Impeachment de Denarium.

E fez acusações sérias inclusive prometendo colocar Denarium na cadeia. Agora, os dois aparecem juntos como se nada disso tivesse acontecido.

É impossível acreditar nesse tipo de relacionamento, com perda para Denarium que, se levasse política a sério, não permitiria que Telmário fosse ciscar em seu terreio, feito galo velho.

Boa Vista: 129 anos e grandes desafios

A cidade planejada para o futuro, com problemas no presente.

Boa Vista completa hoje 129 anos de fundação. Desses, 30 como capital de Roraima. Se comparada a outras capitais brasileiras, é considerada bem jovem.

Contudo, nos últimos anos, passou a enfrentar desafios que nem mesmo os grandes centros urbanos do país já vivenciaram: a menor capital do Brasil, com um orçamento reduzido e crise migratória sem precedentes.

Sozinha, Boa Vista concentra 65,1% da população do Estado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). São 375 mil habitantes de um universo de aproximadamente 577 mil.

O orçamento do município para 2019 é de R$ 1,3 bilhão, três vezes menor que R$ 3,6 bilhões do governo estadual.

A prefeita Teresa Surita (MDB) é enfática ao afirmar que, com os recursos disponíveis, a prefeitura tem se desdobrado para manter qualidade nos atendimentos básicos ofertados à população boa-vistense.

“Com o orçamento de Boa Vista, nós conseguimos fazer o que garante a ordem na cidade, que é custear educação, com ensino e merenda de qualidade, manutenção das escolas, do hospital infantil e unidades básicas de saúde, medicamentos e limpeza e organização. Para as obras grandes, que estamos conseguindo entregar, como escolas, asfalto, drenagem, temos que batalhar por recursos e ter muito planejamento”, diz Teresa.

Migração muda panorama

Muitos venezuelanos ainda vivem nas praças da cidade.

Há quatro anos, Boa Vista acompanha a chegada em massa de imigrantes venezuelanos, que fogem da crise política, econômica e humanitária causada no país pelo regime de Nicolás Maduro.

Cerca de 500 estrangeiros atravessam a fronteira do Brasil com a Venezuela diariamente, segundo dados da Operação Acolhida. Uma projeção do IBGE aponta que até 2022 serão 79 mil venezuelanos vivendo em Roraima. Boa Vista, como capital, concentra a maior parte deles.

A capital já havia vivenciado momentos de migração na época em que minérios eram extraídos. Além disso, as terras roraimenses se tornaram atrativos anos atrás, o que desencadeou a vinda de inúmeros imigrantes.

“Hoje, no processo migratório, as pessoas trazem alguma economia. Pessoas de classe média da Venezuela compraram imóveis em Boa Vista. Mas a grande maioria, mais de 70% dos imigrantes, depende do Poder Público em alguma questão, nem que seja nos setores de Saúde e Educação”, explicou a prefeita.

O hoje e o futuro

Teresa: preparando a cidade para o futuro.

Mesmo em cenário de crise migratória e com recursos limitados, a prefeitura consegue entregar obras. Foram mais de 100 nos últimos seis anos. Boa Vista ainda se destaca como a 5ª melhor capital e a 21ª melhor cidade do país para se viver, segundo ranking elaborado pela Revista Bula.

Teresa destaca que o planejamento e a responsabilidade na execução dos projetos são fundamentais na gestão pública para obter resultados no presente e preparar a cidade para as futuras gerações.

Dentre as marcas da administração estão o cuidado com a cidade e as pessoas, os investimentos para as crianças, concursos públicos, tecnologia, sustentabilidade, obras de infraestrutura, como drenagem, asfalto, calçada, mobilidade urbana, escolas, postos de saúde, praças, segurança.

Eu gosto de falar em legados, pois é isso que quero deixar para a população. Ainda há muito a ser feito, mas tenho certeza que estamos deixando uma cidade melhor para as pessoas e para as futuras gerações. O nosso trabalho é no sentido de transformar Boa Vista na capital com a melhor qualidade de vida do país. Claro que agora o desafio é maior, mas temos conseguido avançar mesmo com a crise migratória, entregando várias obras e concluindo outras. É o nosso presente para Boa Vista”, concluiu Teresa. Fonte | Secom/PMBV

Cocaína sai de Roraima

470 quilos de cocaína pura estavam no avião. Foto | PF.

Concluída a apuração inicial sobre a apreensão do avião que fez um pouso forçado na BR-174, a Polícia Federal contabilizou 470 quilos de cocaína pura, encontrados no interior do Cessna C206 de prefixo PT-JSN.

Os dois tripulantes foram submetidos a interrogatório e o piloto confessou algo interessante, a mesmo tempo bastante preocupante: disse que a carga foi pega no lado brasileiro da fronteira do Brasil com a Venezuela.

A aeronave foi interceptada no sábado de manhã por dois caças da Força Aérea Brasileira (FAB) e o piloto fez um pouso forçado na rodovia. Foi a maior apreensão da droga já feita pela PF no Estado.

Governo anuncia feira agropecuária

Denarium reuniu empresários do setor agrícola ontem à noite.

Sem sua feira agropecuária (Expoferr) esquecida há anos, o Governo de Roraima está preparando um grande evento que vai valorizar e enriquecer a agropecuária de todo o Estado: trata-se do primeiro Roraima Agroshow.

O evento ocorrerá no dia 4 setembro, abrangendo toda a área produtiva do Estado. Na ocasião, será lançada a sétima edição da Colheita da Soja e também será realizada uma Feira Agropecuária.

“Será uma feira de negócios e entretenimento, onde receberemos investidores de todo o Brasil para conhecer o Estado e ver o potencial de Roraima”, reforçou o governador Antonio Denarium.

A iniciativa é do Governo do Estado, juntamente com um grupo de empresários locais, com os quais o governador Antonio Denarium se reuniu na noite de ontem, 8, no Palácio Senador Hélio Campos, para discutir os detalhes.

Corrida 9 de julho: sucesso absoluto | Para comemorar aniversário da capital, a Prefeitura de Boa Vista promoveu na tarde de domingo (7) mais uma edição da tradicional Corrida 9 de Julho. Cerca de 7 mil atletas lotaram as principais ruas do Centro da cidade durante a competição que é considerada uma das maiores corridas da região Norte. O público ainda contou com muita música e um telão para não perder o jogo da final da Copa América, entre o Brasil e Peru. A competição contou com atletas profissionais e amadores e distribuiu R$ 72 mil em premiação. A concentração das largadas foi no Portal do Milênio, na Praça das Águas. Às 16h50 foi dada a largada para atletas com deficiência. Logo após, às 17h, foi a vez dos atletas de elite e amadores inscritos no percurso de 10 quilômetros. Para o percurso de 5 quilômetros a largada foi às 17h30. O vencedor dos 10 quilômetros elite-geral masculino foi o atleta do Amazonas, Juarez Silva, que levou R$ 5 mil pelo título. Cristino Alves competiu nos 5 km. O atleta também elogiou a organização da corrida e falou sobre o motivo que o levou a participar da 9 de Julho.

Homenagem a José Anchieta

Denarium sancionou a lei, de autoria de Catarina Guerra.

O Bloco E (novo anexo do Hospital Geral de Roraima), terá o nome do ex-governador José de Anchieta Júnior.

A Lei 1.320 é de autoria da deputada estadual Catarina Guerra e foi sancionada pelo governador Antônio Denarium no dia 3 de julho e publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 4.

O governador afirmou que a homenagem é um reconhecimento à memória e ao trabalho de José de Anchieta.

Ele destacou, inclusive, que as obras de construção do Bloco E, foram iniciadas na gestão do ex-governador.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: