Panfletismo e palanque pautam relação de Bolsonaro com o Congresso, diz Romero Jucá

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h07
‘Bolsonaro não saiu ainda do clima da campanha eleitoral’, diz Jucá.

O ex-senador Romero Jucá – presidente nacional do MDB – continua atraindo a atenção da grande imprensa. Em uma entrevista de página inteira ao jornal O Estado de S. Paulo, Jucá fala sobre os atritos de Jair Bolsonaro com o Congresso e o futuro do seu partido.

A relação do presidente Jair Bolsonaro com o Congresso ainda está pautada pelo clima eleitoral e pelo palanque, segundo avalia o ex-senador. “Essa relação está pautada pelo processo eleitoral, pelas redes sociais de ataque, pelo panfletismo da eleição e pelo palanque. É muito importante para o presidente, para o governo federal e para o Congresso, que isso possa ser colocado de lado”, afirmou.

Nos últimos dias, o presidente o líder da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltaram a trocar insultos, ampliando a escalada de atritos iniciada na semana passada. Após afirmar que Bolsonaro está “brincando de presidir o Brasil”, Maia pediu um basta na troca de provocações.

Para Jucá, é hora de ter humildade para mudar de rumos e corrigir ações. “Esse governo precisa ter duas coisas: humildade para reconhecer quando erra e rapidez para corrigir o erro. Se tiver essas duas coisas, vai aprumando”.

Derrotado na disputa para o Senado em Roraima em 2018 por apenas 426 votos, Jucá diz que foi “um acidente”. Ele ficou de fora da Casa após três mandatos consecutivos. Na entrevista, o presidente do MDB fala também sobre a reformulação de seu partido, a prisão do ex-presidente Michel Temer e sobre a necessidade de o general Hamilton Mourão ser mais bem utilizado pelo governo. A entrevista completa pode ser lida em: www.estadão.com.br.

Brito já é conselheiro
Brito já foi nomeado conselheiro. Só falta a posse.

Brito Bezerra – eleito conselheiro do TCE na última terça – já pode tomar posse na corte de contas do Estado.

O decreto de sua nomeação de Nº 26.636-E, do último dia 27, foi assinado pelo governador Antônio Denarium e publicado no Diário Oficial do Estado.

O cago e vitalício e Brito já pode ser investido na função de Conselheiro. Só falta o TCE marcar a data da posse.

Ronan Marinho na reserva
Ronan passou para a reserva remunerada da PM.

Depois que foi preso pela Polícia Federal na operação “Escuridão”, sob acusação de envolvimento no desvio de recursos do Sistema Prisional de Roraima, o coronel Ronan Marinho não mais vestirá a farda da Briosa Polícia Militar de Roraima.

Conforme o DECRETO Nº 26.637-E, do dia 27 deste mês, Ronan foi transferido – a pedido – para a Reserva Remunerada. Segundo o decreto Ronan já prestou seus 30 anos de efetivo serviço, sendo-lhe assegurados todos os direitos pecuniários e prerrogativas previstas nos diplomas legais da corporação.

Ronan foi flagrado recebendo uma mochila contendo dinheiro de propina, segundo informou a Polícia Federal à época da prisão. Ele foi secretário de Justiça e Cidadania do Governo de Suely e afastado por violação ao princípio da eficiência na gestão do sistema prisional.

PSD recepciona Denarium em BSB
Denarium foi recebido na liderança do PSD na Câmara.

O governador de Roraima, Antônio Denarium, participou de uma reunião com os deputados da bancada do PSD. Ao lado do deputado Haroldo Cathedral, o governador fez uma breve exposição sobre os desafios na gestão do estado, nesses quase 100 primeiros dias de governo.

“Pegamos Roraima no caos e foi um grande desafio. Estamos colocando as coisas em ordem. Agora, precisamos trabalhar para desenvolver o estado. Roraima tem um potencial fantástico. Estou aqui para estimular os investimentos, convidá-los a investir no estado”, discursou.

De acordo com deputado Haroldo Cathedral, a reunião com a presença do Governador de Roraima teve o propósito de sensibilizar a bancada do PSD para os projetos em prol do desenvolvimento do Estado.  “Precisamos cada vez mais inserir Roraima nas pautas prioritárias do Congresso Nacional, como também nas ações e planos do Governo Federal”, salientou o parlamentar.

“Operação Tô de Boa”
A Praia do Gnomo receberá o evento da Prefeitura.

Neste sábado, 30, a prefeita Teresa Surita (MDB) lançará a operação “Tô de Boa nas Praias”.

O objetivo da ação é sinalizar as praias de Boa Vista, conscientizar condutores a não parar os veículos dentro do rio ou nas áreas que coloquem em risco a segurança das pessoas. A prefeitura também está ampliando o número de lixeiras.

A ação é uma parceria da Secretaria de Segurança Urbana e Trânsito, da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente e do programa Braços Abertos. A operação é rotativa, portanto atuará em praias diferentes a cada fim de semana e vai focar na abordagem educativa.

A entrevista de Teresa sobre a operação ocorrerá às 14 horas de amanhã na Praia do Gnomo.

CONTA DE LUZ: TJ media conciliação
Mozarildo reunido com o diretor da Roraima Energia. Foto | Secom TJ

Para poder dar oportunidade, de forma simples, aos consumidores que têm débitos com a distribuidora de energia Roraima Energia e precisam negociar a dívida, Tribunal de Justiça de Roraima firmou parceria com a empresa para a realização do “Mutirão de Conciliação da Roraima Energia”.

O evento abrange mais de 300 demandas pré-processuais já cadastradas, envolvendo questões entre a empresa e consumidores inadimplentes e será realizado no período de 22 a 25 de abril, no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, localizado no andar térreo do Fórum Cível Advogado Sobral Pinto, na Praça do Centro Cívico.

A Roraima Energia assumiu o compromisso de apresentar propostas diferenciadas ao consumidor atendido pelo Cejusc e a garantia de análise das contrapropostas apresentadas.

Para o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, o melhor caminho para solucionar as demandas entre clientes e empresas é a conciliação.

Prestação de contas
Neto quer informações e prestação de contas da Sesau.

Deputados da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa de Roraima encaminharam à Secretaria Estadual de Saúde, um pedido de informação sobre problemas detectados na assistência.

Os parlamentares cobraram ainda a prestação de contas que deve ser apresentada pela pasta na Casa Legislativa a cada quatro meses.

A solicitação é o resultado de questionamentos levantados pelos deputados durante as reuniões da comissão. Conforme deputado Neto Loureiro (PMB), foram feitas perguntas sobre Tratamento Fora de Domicílio (TFD), abastecimento, contratos e dívidas.

“Queremos saber o que realmente está se passando e o que é necessário para a gente amenizar ou tentar resolver a situação”.

A corrente da discórdia
Foto | SupCom/ALE

O bloqueio da BR-174 das 18h às 6h da manhã, no trecho da reserva indígena Waimiri-Atroari, foi tema de audiência pública ontem (28) na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE).

Foi consenso entre as instituições presentes que é necessário o diálogo entre índios e não-índios para resolver o impasse que diariamente isola Roraima do restante do país por 12 horas. Os representantes da etnia Waimiri-Atroari não participaram do evento.

O resultado da audiência, segundo o deputado, será encaminhado para o Governo Federal. “O governo Bolsonaro teve 70% dos votos em Roraima, prometendo a retirada dessa corrente. Ele tem que se manifestar”, afirmou Jeferson Alves.

Durante o bloqueio, só e autorizada a passagem de ônibus de linha interestadual, caminhões com cargas perecíveis e ambulâncias. Os representantes dos segmentos econômicos do Estado e da Assembleia Legislativa foram unânimes em defender a retirada da corrente.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts