Polícia Federal combate o tráfico e a exploração de venezuelanos em Boa Vista e Pacaraima.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h08

Federais vasculham instalações com venezuelanos. Foto | PF

A Polícia Federal cumpriu ontem um mandado prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão contra um homem suspeito de ser responsável por submeter imigrantes venezuelanos a trabalho em condições análogas à de escravo. O nome do preso não foi divulgado.

Um empresário suspeito de submeter adultos e adolescentes venezuelanos a trabalho escravo e aliciar mulheres para tráfico humano com fins de exploração sexual foi preso em Boa Vista, informou a Polícia Federal.

Segundo as investigações, o empresário pode ter mantido até 40 trabalhadores venezuelanos em condições análogas à de escravo na construção civil e em conjunto aliciaria as mulheres para prostituição.

As investigações tiveram início após relatos de venezuelanos de que estariam trabalhando por valores irrisórios, como cinco ou dez reais por dia, e de que mulheres e adolescentes chegariam a trabalhar sem remuneração alguma.

Todos executariam trabalhos na construção civil, com jornadas de 12 horas diárias e sem dias de descanso. A alimentação, precária e em quantidade insuficiente, seria fornecida pelo próprio empregador, e sempre descontada dos funcionários.

Além da alimentação, o homem cobraria outros itens dos trabalhadores, como a água (que não receberia tratamento) e uma suposta energia elétrica, que não era fornecida. Diligências e novos depoimentos colhidos pela PF em Inquérito Policial levantaram indícios que confirmariam as denúncias.

As investigações apontam, ainda, que o empresário estaria traficando venezuelanas para serem exploradas sexualmente em outras regiões do Brasil, além de ser responsável pelo envio de imigrantes para trabalharem em condições semelhantes em outros estados. Fonte | PF

Borralho tem outra versão

Borralho nega ‘negócios’ com Jalser. Foto | Facebook

Cleber Borralho de Brito – a ‘testemunha’ chave – que apareceu na reportagem do último domingo do Fantástico (da Rede Globo) como delator de acusações contra o presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier, falou ao Ministério Público muito mais do que aquilo que foi exibido na reportagem.

O MP, claro, mostrou apenas o que lhe convém. Mas a parte em que Cleber nega ter entregue ou recebido dinheiro do deputado, foi omitida na matéria ‘jornalística’, demonstrando o claro interesse acusatório.

Há um vídeo de Cleber prestando depoimento no MP – postado no Facebook (Voz de Roraima), em que nega qualquer transação com o presidente da Assembleia ou com a esposa do deputado.

Borralho foi ouvido o dia 4 de julho deste ano pelos promotores Isaias M. Junior e André Luiz Nova Silva (aquele que aparece na matéria do Fantástico) e confessou ter movimentado grande quantia em dinheiro, mas negou ter feito negócios com Jalser.

No vídeo fica evidente o desconforto de Cleber ao ser questionado pelos promotores e o descontrole emocional do promotor ao perceber que não está conseguindo induzir o depoente a mentir.

Esse depoimento do Cleber certamente desmontará a tese acusatória – praticamente uma sentença do MP – e abrirá a possibilidade de nova investigação, com reviravolta no caso.

No MP Cleber é citado como sócio-administrador da Construtech Construções e Empreendimentos.

Suspensão de contrato na Sesau

Jorge recomendou suspensão do contrato. Foto | SupCom/ALE

Relator da CPI da Saúde, o deputado Jorge Everton (MDB) já disse a que veio: igual fez na CPI do Sistema Prisional, Everton já começou detonando as irregularidades na Secretaria de Saúde do Estado.

Ontem ele recomendou a suspensão do contrato de alimentação que existe desde 2016, cuja empresa fornecedora é a Andolini Comércio e Serviços LTDA-ME, ao custo de R$ 23.923.189,38.

No relatório prévio, Jorge Everton pontua irregularidades no contrato da Sesau com a empresa. Ele constatou que a empresa que fornece alimentação não tem alvará sanitário, foi alvo de notificação do Ministério Público do Trabalho (MPT), recebeu do governo sem contrato, ofertou alimentação vencida aos pacientes e não cumpriu cláusulas do contrato.

“Todas essas irregularidades que nós constatamos, nós apresentamos no relatório, e a sugestão é que a secretária de Saúde [Cecília Lorezom] tome a providência para sanar isso. Que ela faça o que achar que tem de ser feito, mas a oportunidade de melhoria está sendo dada”, comentou o parlamentar.

Declaração de amor a Roraima

Damares com o deputado Haroldo: ‘amor por Roraima’. Fotos | Secom/RR

A ministra Damares Silva conquistou os roraimenses presentes no lançamento do projeto “Viver, Envelhecimento Ativo e Saudável”, não apenas pelo farto sorriso, mas pela forma como se dirigiu ao povo local.

“Eu sou apaixonada por Roraima. Eu me sinto bem aqui, por esse calor humano e pela generosidade das pessoas de Roraima com os visitantes. Amo Roraima”, disse.

Damares já é uma velha conhecida de Roraima. Como ativista de direitos humanos, já esteve aqui várias avezes, especialmente para cuidar de questões indígenas.

Mas como ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, é a primeira vez. Mas prometeu voltar mais vezes, inclusive anunciou que irá abrir aqui uma representação do seu Ministério.

‘Roraima não está só’, diz Damares

Damares pediu paciência ao governador Denarium.

Damaras trouxe um recado do presidente Jair Bolsonaro, sobre a questão migratória. “Roraima não está só nessa empreitada. Resolver o problema da migração é um problema do Brasil”, disse ela.

A ministra pediu calma ao governador Antônio Denarium (PSL) e afirmou que uma solução está construída para acelerar a interiorização e apressar a retirada de venezuelanos de Boa Vista, mantendo-se apenas o fluxo regular.

Damares foi repetitiva, afirmando várias vezes que o presidente Bolsonaro tem um olhar especial sobre Roraima. “Tenha só mais um pouquinho de paciência [governador] que nós vamos ajudar o senhor a resolver isso. Roraima não está sozinho. Acredito que juntos vamos superar o que está acontecendo aqui”, afirmou.

Como forma de dar vazão o fluxo migratório, a ministra disse que o processo de interiorização deve ser intensificado com o apoio das igrejas católica e evangélica de todo Brasil.

Em Roraima, a ação é realizada com o apoio do empresário Carlos Wizard e do deputado federal Haroldo Cathedral.

Alfinetando o caudilho

Damares chamou Maduro de ‘ditador sanguinário’.

Como ativista dos Direitos Humanos, Damares não perdeu a oportunidade de alfinetar o ditador Nicolás Maduro, que comanda a Venezuela como um caudilho.

“Esse regime ai do lado não respeita os direitos das pessoas. É um regime sanguinário, impositor, um regime criminoso”, disse a ministra quase aos gritos.

A ministra torce para Maduro seja deposto do cargo ou que, “se for equilibrado”, renunciar ao cargo. “Maduro tem que cair logo. Ele comanda um regime falido e ultrapassado”.

Educação no trânsito

Teresa fala sobre investimentos no trânsito. Foto | Secom/PMBV

Com o tema “De quem é a responsabilidade?”, foi lançada na manhã de ontem a Semana Nacional de Trânsito em Boa Vista. Com isso, a prefeitura vai desenvolver na cidade ações educativas com objetivo de sensibilizar os cidadãos.

Boa Vista tem apresentado grandes avanços na redução dos números de mortes por acidentes de trânsito. Ainda assim, a prefeitura vai intensificar, por meio da campanha local, o trabalho para que mais vidas sejam salvas nas ruas da cidade.

Na solenidade de abertura da campanha, a prefeita Teresa Surita destacou que a questão do trânsito é muito complexa, pois é necessário tomar medidas que normalmente a população não aceita, mas que a cidade tem muito a comemorar com a redução significativa dos números de acidentes de trânsito e mortes nas ruas.

“Nós queremos estar bastante presente nas escolas, trabalhando com as crianças, além das ruas e dos semáforos. A partir do momento em que as pessoas entenderem que a violência no trânsito é um problema de todos, nós teremos resultados cada vez melhores”, enfatizou.

Mortes reduzem em 46%

Sinalização ajudam a evitar acidentes nas avenidas.

De acordo com documento encaminhado à prefeitura pela gestão do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Seguro DPVAT), houve redução em 46% no número de indenizações por morte, onde se constata 72 mortes em 2017 contra 39 em 2018.

Nos casos de seguro por invalidez, a diminuição foi ainda maior, chegando a 70% onde se confirmou 722 casos em 2017, contra apenas 218 ações de seguro por invalidez em 2018. Entre 2017 e 2018, onde havia radar de velocidade, apenas uma morte foi registrada e onde não havia radar, 30 mortes foram registradas.

Em 2013, apenas 25 semáforos funcionavam nas ruas. Em 2019, com os investimentos da prefeitura, Boa Vista já contempla outra realidade, com 66 semáforos. Um novo já está em processo de instalação, entre as avenidas Brasil e Centenário, na zona Oeste.

Além disso, mais de 70 placas luminosas de faixa de pedestre, que fazem parte da sinalização da cidade já existem junto com 40 km de ciclovia que transmite mais segurança para ciclistas e condutores de veículos.

Investimento em modernização

Prefeitura investe muito em em sinalização.

Os investimentos em modernização no trânsito da cidade empregados pela prefeita Teresa Surita envolvem diversas frentes, como implantação de semáforos, redutores eletrônicos de velocidade, sinalização vertical e horizontal, entre outros.

Para se ter uma ideia, entre 2017 e 2018, onde havia radar de velocidade, apenas uma morte foi registrada e onde não havia radar, 30 mortes foram registradas.

Em 2013, apenas 25 semáforos funcionavam nas ruas. Em 2019, com os investimentos da prefeitura, Boa Vista já contempla outra realidade, com 66 semáforos. Um novo já está em processo de instalação, entre as avenidas Brasil e Centenário, na zona Oeste. Além disso, mais de 70 placas luminosas de faixa de pedestre já existem para sensibilizar condutores de veículos.

“A nossa preocupação sempre foi fazer de Boa Vista uma cidade moderna, segura para todos. E para isso, o trânsito precisa ser o mais organizado possível. Por isso investimos bastante em equipamentos e sinalização”, disse Teresa.

Denarium reintegra servidores

Na presença de Everton, Denarium assina a reintegração.

O governador Antonio Denarium reintegrou 88 servidores da Codesaima, que serão lotados na Secretaria de Educação, em cargos equivalentes ao que exerciam na Codesaima.

O anúncio foi feito na tarde desta ontem no Salão Nobre do Palácio Senador Hélio Campos.

Denarium explicou que recebeu o Estado destruído pela má gestão e corrupção, e que, naquele momento, teve que tomar a decisão de exonerar os servidores da Codesaima.

De acordo com o governador, em oito meses de mandato, o governo conseguiu equilibrar as contas públicas.

“O que fez a gente reconsiderar foi a avaliação feita pelos deputados estaduais sob a liderança do deputado Jorge Everton,. Avaliamos as contas públicas e resolvemos aproveitar essa mão de obra valiosa em outra estrutura”, disse.

Homenagem na UFRR | A prefeita Teresa Surita recebeu uma homenagem da Universidade Federal de Roraima (UFRR) pela parceria firmada com a maior instituição de ensino do estado. A cerimônia aconteceu no auditório Alexandre Borges, no Campus Paricarana, durante o evento de comemoração dos 30 anos da instituição. O reitor Jefferson Fernandes, destacou que 2% da população de Boa Vista está na universidade. A prefeita Teresa Surita agradeceu e retribuiu a homenagem. “Nosso trabalho junto a mais importante instituição de ensino de Roraima é feito em parceria. Mais que isso. Na prefeitura escolhi a dedo os profissionais que ocupam o alto escalão, muitos deles formados na Federal e que hoje contribuem para nosso município. Por isso, mais que ser homenageada, quero dizer: obrigada, UFRR”, frisou.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: