POPULAÇÃO ACUADA: Sem combustível, polícias Militar e Civil ficam praticamente paralisadas.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h10

Viaturas paras no Quartel da PM por falta de combustível. Foto | Facebook

Está se copiando na gestão de Antônio Denarium alguns defeitos terríveis testemunhados pela população roraimense no desastroso Governo de Suely Campos. Ontem foi informado ao Blog, por oficiais de alta patente da Polícia Militar, que o abastecimento de combustível para viaturas de rua, aquelas que realizam o patrulhamento ostensivo, está cortado há cinco dias por falta de pagamento. O mesmo ocorre na estrutura da Polícia Civil.

A situação é ainda mais grave na PM porque sem condições de patrulhar a viaturas são recolhidas aos quartéis, da festa forma que os policiais ficam reclusos nos batalhões e apenas uma ou outra ocorrência é atendida quando julgada mais grave.

O problema vem se agravando desde a segunda-feira (11), quando os cartões que permitem o abastecimento em portos conveniados bloqueados porque existem muitas em aberto e sem previsão de pagamento. Sem viaturas nas ruas a Polícia Militar perde a capacidade operacional e a população, desprotegida, sente-se assustada, acuada e sem ter a quem recorrer.

E sem polícia para proteger o cidadão o que se verifica é que crônica policial do dia a dia expõe a ferida da violência que se abriu em Roraima nos últimos dias, especialmente em Boa Vista onde concentra-se a maior parte da população do Estado. São verificadas todos os dias ocorrências de assaltos, invasão de residências, roubos, furtos, invasão de comércios, assassinatos, tráfico de drogas, uma verdadeira escalada do.

Tomara que Denarium resista e não deixe ocorre o que se testemunhou na gestão anterior: a perda total do controle da segurança em Bo Vista. Tomara!

Muita comida nas escolas 

A merenda já está abastecendo as escolas do Estado. Foto | Secom RR

O ano letivo nas escolas públicas do Estado se iniciou essa semana com a anotação de uma falta grave: ausência da merenda escolar. Mas parece que o Governo resolveu abrir o cofre da Secretaria de Educação e de uma vez ó realizou uma compra bem volumosa.

Realizou um gordo contrato com empresas locais da agricultura familiar para a aquisição de gêneros alimentícios para atender as escolas de Boa Vista e do interior.

O processo de compra, adjudicado pela secretaria de Educação envolve uma volumosa cifra: R$ 14.325.114,22 (quatorze milhões, trezentos e vinte e cinco mil, cento e quatorze reais e vinte dois centavos).

Duas cooperativas foram selecionadas para o fornecimento: Cooperativa Agropecuária dos Cinco Pólos-COOPERCINCO e Cooperativa dos Hortifrutigranjeiros de Boa Vista-COOPHORTA.

Transporte escolar sem licitação

A frota do transporte escolar ainda está parada na praça.

O transporte escolar continua gerando dores de cabeça para o Governo. Na gestão Suely foi um poço de problemas do começo ao fim, inclusive com prisões dos responsáveis por desvio de mais de R$ 50 milhões.

Eis que a gestão atual, de Antônio de Denarium, incorre no mesmo risco: vai admitir as empresas sem a realização do processo licitatório, conforme foi público no Diário Oficial o aviso de dispensa de licitação.

Na segunda-feira (18) vai receber documentação dos interessados em prestar serviço de transporte escolar para atender o interior do Estado.

O processo é de caráter emergencial mas deve sofrer intervenção dos órgãos de controle. Foi nessa mesma modalidade que o negócio desandou na gestão passada.

Detalhe, as empresas prestadoras do serviço estão sem receber há quase um ano.

Conjuntura nacional em debate

O desembargador Mozarildo participa do evento | Foto | TJRR Divulgação

Presidentes dos Tribunais de Justiça de todo país estão reunidos em Salvador para discutir a conjuntura do Judiciário brasileiro. De Roraima, estão presentes o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, e a desembargadora Elaine Bianchi.

Dentre os principais assuntos debatidos dentro da conjuntura atual estão a autonomia financeira do Poder Judiciário e diversos atos normativos do Conselho Nacional de Justiça, temas que repercutem na eficiência dos serviços que a Justiça presta à população.

Para o presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, a edição deste ano do Encontro do Conselho de Tribunais de Justiça foi de grande importância, pois tratou de temas fundamentais para o momento atual e para o futuro do Poder Judiciário nacional.

Destaque para a 1ª Infância

Teresa prioriza a política voltada para a 1ª Infância em Boa Vista.

Desde 2013 a prefeita Teresa Surita desenvolve diversas ações com olhar especial voltado à primeira infância, com a rede do Família Que Acolhe (FQA). Nesta semana diretores da fundação Bernard Van Leer, da Holanda, Leonardo Yanez e Cecilia Jones, estiveram em Boa Vista para conhecer de perto o trabalho da gestão municipal com as crianças. A fundação é uma das parceiras da Prefeitura de Boa Vista neste olhar diferenciado para os primeiros anos de vida.

Os representantes percorreram diversos locais onde a política pública municipal é aplicada. O primeiro ponto foi o FQA, onde puderam conhecer as ações integradas de saúde, educação e social, que cuidam da criança desde a gestação até os seis anos de idade e, o ‘Cidade Social’, sistema desenvolvido pela gestão que integra as informações de todas as famílias atendidas pelos programas sociais.

Em seguida, foram à Escola Municipal Carmem Eugênia Macaggi, no bairro Asa Branca. Por lá acompanharam as aulas de robótica, o método Compasso, desbravadores digitais, dentre outras metodologias e incentivos aplicados na educação municipal como os playgrounds modelos, com piso emborrachado.

Eles ficaram surpresos com Currículo da Educação Infantil de Boa Vista, o primeiro para a educação infantil de Roraima e o primeiro da região Norte.  Um marco com viés educativo e um legado para as futuras gerações da capital.

O ensino diferenciado nas escolas, a qualidade da merenda escolar, os abrigos de ônibus temáticos, o atendimento hospitalar humanizado, o trabalho desenvolvido pelo Família Que Acolhe, foram etapas importantes para se chegar a elaboração do Currículo que está alinhado à Base Nacional Comum Curricular.

Gestão que faz a diferença

A gestão de qualidade com a infância faz a diferença. Foto | Secom PMBV

Os diretores da Van Lee destacaram o trabalho da prefeita Teresa Surita e a equipe que contribuem para que todas as ações voltadas à primeira infância sejam prioridades.

“A liderança da prefeita cria liderança, porque ouvindo cada secretário, cada pessoa que esteve conosco, pudemos perceber que são pessoas imponderadas, seguras e confiantes. A equipe da prefeita é uma equipe participativa, integrada. Ficamos felizes com tudo que vimos. A experiência mais interessante que já vi em todos os continentes é aquela que todos são parte da construção e isso vimos aqui”, destacou Leonardo Yanez.

Ele pontuou três coisas em Boa Vista que marcam a diferença entre outras cidades. “Há uma liderança muito forte da prefeita Teresa, com um equipe que a acompanha, as vezes temos lideres muito fortes e não necessariamente uma equipe que acredita na mesma ideia. A segunda é que para mim a melhor forma de conquistar a mudança é se podemos medir a mudança, e acredito que há esforços muito importantes de Boa Vista que poucas cidades do mundo, inclusive na Holanda, e em países mais desenvolvidos não têm, e a terceira é a integração”, disse.

Para Leonardo, o trabalho feito pela prefeita em Boa Vista precisa ser visto em outros países. “Seríamos muito privilegiados se pudéssemos aprender com a experiência de vocês, documentar e compartilhar com outras cidades que querem fazer algo para sua população, para os seus cidadãos”, garantiu Leonardo.

Energia restabelecida por lá

As termelétricas continuam abastecendo Roraima de energia.

Por lá o governo de Maduro informa que a energia na Venezuela foi restabelecida em todo o país depois do apagão de dez dias.

Só que por aqui os roraimenses ainda estão sendo abastecidos da energia gerada pelas termelétricas da Roraima Energia.

Segundo a empresa o abastecimento pelo Linhão de Guri ainda não havia retornado até esta tarde. Também não há informações sobre a causa do desligamento e nem previsão para retorno.

Desde o dia 7 de março, quando começou o apagão na Venezuela, as cinco termoelétricas do estado foram ativadas para substituir a energia venezuelana

INTERAIMA: greve continua

Servidores do Iteraima continuam paralisados.

Em greve desde o último dia 22 de fevereiro, os servidores efetivos do Instituto de Terras e Colonização de Roraima – Iteraima, publicaram uma carta aberta à população de Roraima, esclarecendo as péssimas condições de trabalho a que são submetidos.

O documento menciona “a falta de estrutura física como um prédio que não atende à demanda dos servidores”, situação em que têm “que amontoar os processos nas mesas e até no chão, e onde não é possível oferecer um atendimento de qualidade à população”, além da falta de materiais e equipamentos “essenciais para os trabalhos de campo”.

O presidente do Sindicato dos trabalhadores Civis Efetivos do Poder Executivo do Estado de Roraima – Sintraima, Francisco Figueira, explicou que os servidores sempre estiveram submetidos a essas situações.

“Os servidores nunca tiveram as condições ideais de trabalho, sempre tiveram que improvisar, que utilizar seus próprios materiais em muitas situações, e mesmo assim não deixaram e prestar os serviços à população”, destacou Figueira. Fonte | Sintraima

IMIGRANTES: Casamento coletivo | Com direito a bolo e vestido de noiva, 101 casais de imigrantes oficializaram a união por meio do primeiro casamento coletivo organizado pela Justiça Itinerante do TJRR. A cerimônia ocorreu ontem no Abrigo Rondon I, localizado na avenida General Sampaio, bairro 13 de Setembro. O juiz titular da Vara da Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça, Erick Linhares, destaca que se trata do mesmo serviço que é prestado aos brasileiros, porém adaptados para a realidade dos abrigos. Mas todo esse trabalho não seria possível sem as parcerias. Trabalham em conjunto com a Justiça Itinerante do Poder Judiciário, os Cartórios do 1º e 2º Ofícios de Boa Vista, a Operação Acolhida coordenada pelo Exército Brasileiro e também Acnur em Roraima (Agência da ONU [Organização das Nações Unidas] para Refugiados). Fonte | TJR


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: