População de Boa Vista não terá desconto no IPTU. A culpa é da Câmara de Vereadores.

Compartilhe nosso conteúdo!

A prefeitura de Boa Vista não poderá conceder os descontos no Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) 2021. Os incentivos seriam de 10 % para quem optar em parcelar em seis vezes, sem correção, e 20% para pagamento em cota única. É que o projeto de lei que concedia a redução, encaminhado para a Câmara dos Vereadores pelo prefeito Arthur Henrique, está parado há mais de um mês na casa legislativa e segue sem previsão de ser aprovado.

E, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, a prefeitura teria um prazo de pelo menos 60 dias para emitir os boletos com os descontos, ou seja, o prazo expirou e os descontos não poderão ser aplicados no exercício 2021. De acordo com o projeto, o desconto já valeria para o IPTU de 2021, onde a primeira parcela venceria no dia 10 de maio. A prefeitura chegou a prorrogar o prazo para 10 de junho, contando com a votação e aprovação, o que até agora não aconteceu.

O Secretário Municipal de Economia, Planejamento e Finanças, Marcio Vinícius de Souza Almeida,  explicou que a iniciativa do prefeito Arthur Henrique busca minimizar os efeitos pandêmicos dessa crise que vivemos em Roraima.

 “Este projeto é de suma importância para os contribuintes e foi encaminhado para a Câmara dos Vereadores ainda no mês de abril e até o momento não foi votado pelos vereadores, foi colocado em pauta para a votação nesta terça-feira (18), porém foi retirado sem justificativa”, destacou.

Márcio frisou ainda que a secretaria precisa emitir os carnês para o pagamento, e que o prazo já foi prorrogado uma vez e que a aprovação do projeto traz segurança e uma folga ao contribuinte que poderá pagar o imposto com desconto.

“O nosso prazo está bem curto para a confecção dos carnês do imposto, e até o momento não conseguimos fazer por conta da ausência do projeto na pauta de votação da Câmara. Sem a votação do projeto, a prefeitura terá, por conta dos prazos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal, que emitir os carnês sem os descontos de 10 e 20%”, finalizou.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts