Presidente da Assembleia classifica de “insanidade” o reajuste de 40,33% na conta de luz.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna da quinta ||||| Publicada 00h10
lll
O presidente da Assembleia, Jaser Renier, viajou ontem mesmo para tentar reverter a situação no TRF de Brasília.

Fixado por uma medida da Justiça Federal, apesar de todos os recursos impostos por órgãos de defesa do consumidor e pela própria Assembleia, o reajuste de 40,33% na conta residencial e 43,65% para empresas e industrias, deixou o deputado Jalser Renier irritado, absolutamente encolerizado. “Eu afirmo que essa atitude da Eletrobrás constitui uma insanidade e uma agressão ao povo de Roraima, que sofre todos os dias com cortes e apagões no fornecimento de energia”, disse o presidente da ALE. Jalser ficou mais enfurecido ainda quando soube que o reajuste será cobrado de forma retroativa.

O aumento estava suspenso por uma liminar do próprio TRF1, mas foi revertido por uma decisão superior do desembargador Kássio Nunes Marques, que cassou a liminar concedida anteriormente ao Procon Assembleia. “Vamos recorrer da decisão. A Eletrobras está equivocada, esse aumento é exorbitante, isso é uma irresponsabilidade”, disse o presidente. O que nós vamos fazer é combater mais essa violência contra a população roraimense”.

Jaser viajou ontem mesmo para Brasília para se reunir com advogados e tentar reverter a situação. “Se for necessário vamos contratar uma banca de advogados para defender o estado”. Durante a sessão, os demais parlamentares também mostraram insatisfação com a decisão judicial e mostraram apoio ao ato do presidente da casa. Segundo Jalser o Estado de Roraima não tem condição alguma de pagar 40% a mais de energia elétrica. “Perdemos o primeiro embate, mas não perdemos a guerra. Se nas condições que temos hoje, já existe um índice muito alto de inadimplência, imaginem com esse acréscimo. Não podemos ficar de braços cruzados, o Poder Legislativo já está tomando providências”, reforçou.

Aumento abusivo
lll
Para Chagas, o aumento é abusivo e a ALE  não vai deixar que o roraimense seja penalizado.

O presidente do Procon Assembleia, deputado Coronel Chagas (PRTB), também se pronunciou sobre o assunto. “Entendemos que este aumento é abusivo, não podemos admitir esta situação e adotaremos todas as medidas necessárias para acompanhar este processo até a última instância, atendendo os interesses dos consumidores roraimenses, garantindo que este aumento não seja aplicado”, ressaltou.

Chagas disse que a justificativa da Eletrobrás para o aumento de 40% na tarifa de energia não pode ser usada para Roraima, pois “o Estado é o único do país que não está interligado ao Sistema Nacional Energético”.

A Eletrobrás justificou o aumento de 40% na tarifa de energia, alegando alto custo para se produzir energia elétrica em nosso país, mas a energia que nós consumimos vem da Venezuela, do Complexo de Guri, e os custos são bem menores do que a energia produzida para o restante do Brasil,

Progredirr: realidade ou retórica? 
lll
Solenidade em que a governadora Suely Campos fez o lançamento do Progredirr, na terça-feira á noite. 

Sem uma única realização expressiva em quase um ano e meio de administração, o Governo de Suely Campos (PP) aposta tudo no que parece ser mais uma retórica: o Progredir, programa lançado em magnitude esplendorosa anteontem à noite.

O Governo fundamenta a ação nas pretensões de transformá-lo em algo que possa gerar emprego e renda e alavancar toda a cadeia produtiva e econômica de Roraima. Mas como isso pode germinar se não vislumbramos investimento algum, nem público tampouco privado, capaz de gerar riquezas em um Estado dependente de transferências da União?

Mas a governadora Suely, entusiasmada, diz que o Progredirr será uma importante ferramenta na identificação das condições necessárias para a criação de um ambiente favorável à produção, empreendedorismo e negócios. O discurso é belo, porém, resta esperar o tempo. Ele se encarregará de mostrar mais na frente se o programa do Governo do Povo terá alguma confiabilidade ou será mais uma figura de retórica.

Receptivo do crime
jj
A PAMC serve de novo lar para os bandidos transferidos de presídio no Amazonas.

Notícia absolutamente preocupante e sem sentido: o secretário de Justiça e Cidadania, Josué Filho, afiançou a transferência para a Penitenciária do Monte de Cristo, em Boa Vista, de três criminosos de altíssima periculosidade que se encontravam recolhidos a um presídio do Amazonas.

Ligados ao temido Primeiro Comando da Capital (PCC), grupo criminoso com berço no Estado de São Paulo e com ramificações em todo o país, os três são condenados por vários crimes e lideraram uma rebelião no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) recentemente e foram eles que pediram para vir para Roraima.

Que diabos esses caras vêm fazer aqui? Será que o Governo de Roraima tem noção da ameaça que está importando para cá? Já não bastam os problemas corriqueiros na PAMC, com suas fugas quase que diárias e a falência do Sistema Prisional?

Cortando na própria carne 
lll
Jalser disse ontem que ‘infelizmente’ vai ter que demitir servidores para cumprir a lei.

Ontem ao tempo que anunciava o pagamento de progressões para servidores do quadro permanente da Assembleia, o presidente Jalser Renier fez uma revelação altissonante e estrondosa: vai ter que ajustar as finanças da Casa para se enquadrar à Lei de Responsabilidade Fiscal.
Para isso terá que suavizar os custos fixos e variáveis e abater a conta mensal em cerca de R$ 1,2 milhão. E não tem como evitar cortes no montante de pessoal, que alcançará todos os setores, da chamada “Folha da Casa” aos gabinetes parlamentares.

O corte na própria carne já será sentido neste mês de maio. “Não é o meu desejo pessoal. Mas sou obrigado a agir assim, por força da lei”, disse Jalser.

Reforço na saúde municipal
ll
A prefeita Teresa acompanhou a entrega do mobiliário na unidade de saúde do bairro Cauamé.

A prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (PMDB) acompanhou ontem a entrega das novas mobílias que estão sendo instaladas nos Postos de Saúde do Município. A primeira comtemplada foi a Unidade do Cauamé, que recebeu cerca de 95 itens mobiliários.

Para compor as novas instalações foram entregues mesas, cadeiras, armários, estantes, frigobar, longarinas com 5 lugares, lixeiras, arquivos de aço, mesas para reunião e para computadores, carrinhos de limpeza, entre outros.

Todo o material foi adquirido por meio de uma emenda parlamentar do senador Romero Jucá (PMDB), no valor de R$ 10 milhões. As próximas unidades a receberem mobílias novas são: Caranã, Aygara Mota (Cidade Satélite), Jardim Floresta e União. No mês de junho será iniciada também a entrega do material médico-hospitalar em todas as unidades de saúde do município.

Anastasia quer o Impeachment
lll
No relatório Anastasia aponta crimes que foram cometidos pela presidente Dilma.

Em sessão tumultuada por governistas, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do processo de impeachment de Dilma Rousseff na comissão especial do Senado, apresentou ontem parecer favorável ao afastamento da presidente.

Anastasia considerou que existem elementos para que a presidente responda por crime de responsabilidade, infração político-administrativa que pode ser punida, por lei, com a perda do cargo e a inelegibilidade por oito anos.

“Presidencialismo sem possibilidade de impeachment é monarquia absoluta, é ditadura”, resumiu Anstasia.

Lei das Terras: ficou para depois

lllll
Famílias sem teto lotaram as galerias da Assembleia para apoiar a votação da Lei das Terras.

Faradilson Mesquita prometeu e lotou as galerias da Assembleia Legislativa, ontem de manhã. Mas ficou para a semana que vem a votação do projeto que regulamenta lotes urbanos em Roraima, chamado de ‘lei das terras’.

A matéria até que foi relacionada na Ordem do Dia, mas a votação foi abortada porque a relatora Aurelina Medeiros não estava presente. Além do mais há simplesmente 60 emendas ao texto original que precisam ser analisadas.

O presidente da Comissão, deputado Mecias de Jesus (PRB), alegou que o projeto não tinha ainda o parecer da relatoria. A Lei de Terras tramita na Assembleia Legislativa há mais de cinco meses, mas apenas há uma semana foi enviado para a Comissão de Terras para ser analisado.

Mais R$ 100 mil em prêmios

llll
O consumidor roraimense pode se cadastrar no programa baixando aplicativo no seu celular.

O Governo do Estado realiza amanhã,6, mais um sorteio do programa “Nota Fiscal Roraimense”. R$ 100 mil serão distribuídos entre os cidadãos já cadastrados.

Participam do sorteio os consumidores que efetuaram compras com a identificação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) nas notas fiscais (NF- E ou NFC-e), no período de 1 a 30 de abril. Os participantes do Programa concorrem a quatro prêmios de R$ 5 mil e 80 prêmios de R$ 1 mil, totalizando R$ 100 mil.

O cadastro para participar do Programa é fácil. Basta acessar o Portal da Cidadania Fiscal, por meio do endereço: http://nfroraimense.sefaz.rr.gov.br ou no banner disposto no site oficial da Sefaz: http://www.sefaz.rr.gov.br/. Também é possível efetuar cadastro por meio do aplicativo ‘Nota Fiscal Roraimense’, cujo download está disponível para dispositivos Android, na Play Store. 


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts