PROVOCAÇÃO: Maduro diz que variante brasileira da covid-19 deveria se chamar “Bolsonaro”.

Compartilhe nosso conteúdo!

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesse domingo (4.abr.2021), ao fazer balanço sobre a situação da pandemia de covid-19 no país, que a variante brasileira do coronavírus deveria se chamar “Bolsonaro”, em referência ao presidente Jair Bolsonaro.

A mutante Bolsonaro… Porque ele é o culpado por abandonar o seu povo e por ser louco, insensível, um psicopata. Um psicopata! Insensível! Não lhe dói o povo do Brasil. Não lhe dói nada. A ele só interessa sua loucura. Vejam a situação que ele meteu o Brasil e a humanidade. O Brasil é o epicentro mundial das variantes mais perigosas e da expansão do coronavírus. Essa é a verdade”, afirmou o presidente venezuelano.

Maduro disse que a cepa do coronavírus identificada no Brasil têm uma “carga de virulência maior e mais forte”. “Nosso povo deve cuidar-se mais e melhor. As famílias devem se cuidar mais”, disse.

O presidente venezuelano ainda afirmou que a automedicação contra covid-19 “é um erro” e pediu para que a população não tome medicamentos por conta própria.

“A variante brasileira avança mais rapidamente. Há gente que se automedica, e, se por qualquer razão, tem medo ou excesso de confiança, e não quer ir ao hospital, é um erro. Paga-se caro por isso. Conheço casos de gente que ficou em casa e começou a se automedicar. Em 48 horas, não podem respirar, se sentem mal e quase chegam a morrer”, afirmou Maduro.

Até às 9h26 desta 2ª feira (5) a Venezuela registrou 166.123 casos de coronavírus e 1.662 vítimas da covid-19, segundo o monitor Worldometer. O país tem 59 mortes por milhão de habitantes.

Já o Brasil registra pelo menos 12.984.956 casos e 331.433 mortes por covid-19. O país tem 1.554 vítimas de covid-19 por milhão de habitantes.

Durante o colapso na rede pública de hospitais de Manaus (AM), por causa da falta de oxigênio, em janeiro, a Venezuela enviou cilindros de oxigênio ao Brasil. Mesmo após a ajuda de venezuelana, Bolsonaro atacou Maduro durante uma live no Facebook, em 22 de janeiro.

Vou fazer uma sugestão para o pessoal que adora o Maduro, que tal vocês fazerem uma proposta para o Maduro, que tal o Maduro conceder um auxílio emergencial para o seu povo”, disse. “Tarcísio, na Venezuela tem cachorro? Não tem. É triste falar isso, mas o pessoal comeu tudo”, ironizou, citando o ministro da Infraestrutura.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts