Romero Jucá anuncia PEC para criar novo fundo eleitoral que deve dificultar campanha com recurso próprio de candidatos ricos.

Compartilhe nosso conteúdo!
*** A Coluna de Hoje ||| Publicada 00h14 ***
Jucá apresentará o texto na próxima terça-feira onde modifica completamente a relação de dinheiro em campanhas.

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB), irá protocolar na próxima terça-feira (27) a Proposta de Emenda à Constituição que cria o Fundo Constitucional Eleitoral. A proposta acertada entre presidentes de sete partidos que cria um fundo eleitoral específico para bancar campanhas terá um limitador para o chamado autofinanciamento. Cada candidato poderá doar a si próprio até 30% do limite de arrecadação.

Na prática, o teto de doações evitará que candidatos ricos banquem a própria campanha sem depender do dinheiro enviado pelos partidos. Atualmente este limite não existe, o que permitiu que muitos empresários conseguissem se eleger em 2016 com recursos próprios.

O texto da PEC já foi divulgado e prevê, por exemplo, que o fundo será gerido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, a proposta estabelece que os recursos serão destinados aos partidos somente nos anos eleitorais. O fundo, se criado, poderá destinar recursos para as campanhas de presidente da República, governador, prefeito, senador, deputado (federal, estadual e distrital) e vereador. As campanhas dos candidatos a vice também poderão receber a verba.

Desde setembro de 2015 estão proibidas, pelo Supremo Tribunal Federal, as doações de empresas para as campanhas eleitorais. Pelas regras atuais, somente pessoas físicas podem doar. O total previsto para o fundo será de R$ 3,5 bilhões, que seria alimentado com recursos previstos no Orçamento, doações de pessoas físicas e 10% do valor destinado a emendas parlamentares em anos eleitorais.

Se a PEC for aprovada] nós teremos eleições com financiamento público de campanha, provavelmente um financiamento que vai chegar ao valor de 50% do que foi gasto na última campanha de 2014. Portanto, uma redução bastante grande do modelo de gasto público em campanhas eleitorais”, declarou o líder do governo.

Um novo Mercado São Francisco
O novo São Francisco: com cara de shopping, projeto arquitetônico moderno, confortável e muito funcional.

Uma das feiras mais antigas da capital, o Mercado Municipal de São Francisco em breve estará de cara nova, numa estrutura mais moderna e padronizada, nível de primeiro mundo. Não será reformado, mas reconstruído dentro de uma concepção arquitetônica ultra moderna.

O anuncio da obra foi feito ontem de manhã pela prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (PMDB) que anunciou todos detalhes do projeto e assinou o contrato e a Ordem de Serviço para o início da obra cuja realização deve durar 10 meses. Orçada em R$ 4,736 milhões, a obra é fruto de um convênio com o Ministério da Defesa, através do Programa Calha Norte, do Governo Federal.

A nova estrutura terá: 10 frutarias, 5 boxes destinados a serviços; um boxe para açougue; um para venda de peixes e frutos do mar; um para a venda de polpa de frutas, 8 armazéns para a venda de grãos e outros produtos. O novo mercado terá ainda duas praças de alimentação, sendo uma interna para 9 restaurantes e outra externa, para 6 cafés.

No pacote está incluída também a construção da administração do mercado, banheiro feminino e masculino, fraldário e depósitos. Os corredores terão amplo espaço com circulação com 4,50 m de largura. Todo o mercado terá acessibilidade. Será feita ainda a substituição de todo telhado, piso e instalações elétricas. O prédio contará ainda com um segundo piso, 1º andar, que será uma área de abastecimento de alimentação.

‘Um sonho que se concretizará’, diz Teresa
Teresa apresentou o projeto que torna o Mercado São Francisco um espaço mais dinâmico e aconchegante.

Ao se pronunciar sobre o novíssimo projeto do Mercado São Francisco, totalmente idealizado e executado por engenheiros e arquitetos do Município, a prefeita Teresa disse que a obra do mercado era um sonho que agora poderá ser concretizado.

A reconstrução total do Mercado São Francisco, segundo Teresa, tem por objetivo dar mais conforto e acessibilidade aos comerciantes e clientes, e fomentar a economia e geração de renda no município. O mercado conta com 41 feirantes, que trabalham com a venda de frutas, verduras, carnes, farinhas, frutos do mar, a maioria produzida por produtores locais. Além disso, conta com serviços de artesãos, costureiras, sapateiros e chaveiros.

“Realmente faremos uma transformação no mercado. Por ser um lugar tradicional da cidade, a intenção é transformá-lo em um atrativo turístico. Todos os feirantes vão retornar para uma situação muito melhor. Esta será uma obra dentro dos critérios atuais de acessibilidade, iluminação, ventilação, banheiros, higiene dos restaurantes”, ressaltou.

Desde a sua fundação, há 48 anos 
Dona Vanda ocupa o São Francisco desde seu surgimento e ficou feliz com o novo projeto do mercado.

Já a feirante Vanda Mendes está no mercado desde a fundação, há 38 anos. Para ela, vai valer a pena esperar. “Vou ficar tranquila esperando a conclusão da reforma porque sei que ficará maravilhoso. Com a obra, a prefeitura demonstra preocupação com o nosso bem-estar e de toda a população que frequenta”, destacou.

O Mercado Municipal de São Francisco, mais conhecido como Feira do São Francisco, existe há 38 anos. O projeto foi criado em março de 1967, pelo então prefeito da cidade, Antonio Maciel da Silveira, mas só foi concretizado em 1979, 12 anos mais tarde.

Os feirantes foram realocados para outros locais, alguns no Mercado Romeu Caldas, no Buritis, Praça das Águas e Mané Garrincha. Outros optaram por um espaço privado até o fim da reforma. É importante reforçar que os permissionários devem estar dentro das exigências que foram definidas para o novo Mercado São Francisco. Sendo que os boxes devem se adequar às normas legais de acessibilidade e sanitárias, além de espaço de circulação.

Parceria e resultados
Teresa destacou ontem que sem a parceria com o senador Romero Jucá, seria difícil administrar Boa Vista.

Antes da apresentação oficial da obra do novo Mercado São Francisco, a prefeita Teresa Surita fez questão de realçar a parceria com o senador Romero Jucá, presidente do PMDB.

“Boa Vista não seria o que é atualmente não fosse a parceria que temos com o senador Romero. Todas essas obras que realizamos só foram possíveis porque Romero conseguiu os recursos. Não seriamos nada sem você, Romero”, sublinhar a prefeita.

E Teresa não teve nenhuma cerimônia em confessar que se não tivesse essa associação de resultados com o senador, certamente nem candidata a prefeita teria sido, “porque somente com o orçamento próprio da Prefeitura não seria possível realizar sonhos”, disse ela.

André Amaral pode ser o ministro mais jovem da história
O deputado André Amaral tem ligações afetivas com Roraima: ele morou e estudou aqui.

O deputado federal paraibano André Amaral (PMDB), cuja relação com Roraima é forte feito árvore velha, bem enraizada, pode se tornar o ministro mais jovem da história do Brasil. É cotadíssimo para assumir o Ministério da Cultura.

Filiado ao PMDB do senador Romero Jucá, de quem tem o apoio a função, André tem apenas 26 anos e está no primeiro mandato como deputado federal.

Nascido em João Pessoa, capital da Paraíba, André tem afinidades bem achegadas dos roraimenses, pois morou, estudou aqui e participou ativamente de movimentos político jovens, ligados ao PMDB.

Caso efetivado, seria o mais jovem ministro da história do Brasil. Amaral é mais jovem inclusive que o próprio Ministério da Cultura – criado em 1985.

Uma vaga, três deputados. É demais…
Oleno nega existência dr crise no Governo e se manifesta sobre compartilhar sua vaga na Assembleia.

O chefe da Casa Civil, deputado licenciado Oleno Matos, parece ter assumido a identidade de Mizaru, Kikazaru e Iwazaru, aqueles três bichinhos que tapam olhos, boca e ouvidos no sentido imaginário que diz: ‘não olho para nada, não sei de nada, não ouço nada’.

Ele disse em um jornal local que não enxerga crise política nenhuma no governo de Suely Campos. Não? Ora meu caro Oleno, os conflitos na estrutura de governo são visíveis e seriais. Ou seja, todo dia.

Agora interessante mesmo foi conceituar a burrica que se transforou sua cadeira na Assembleia, ocupada por três deputados: “Eu, Chicão [Chicão da Silveira] e Flamarion [Flamarion Portela] sempre dizemos que somos três deputados em um”. E orgulha-se de compartilhar a vaga com os suplentes. E os eleitores, vão pensar o quê? Brincadeira, né não!

Não teve jeito. Castilho dançou
Luiz Castilho foi exonerado da diretoria financeira do Detran. Foi uma espécie de ‘faz tudo’ no órgão.

Foram necessários dois decretos e o advogado Luiz Eduardo Silva de Castilho acabou apeado do Detran. Ele foi presidente, diretor administrativo e financeiro, presidente interino e o ‘faz tudo’ durante as transições no órgão, que são muitas.

Mas com a nova formação política que se abancou do órgão de trânsito, Castilho perdeu a função de presidente interino e também de diretor administrativo.

Para a função foi escolhido, claro, alguém da confiança do novo presidente Titonho Bezerra. O ungido é Cassiano Glauco Flauzino.

Auxiliando os endividados
Lindomar Coutinho pede que quem tiver interesse na ação, é só procurar o Procon Assembleia.

O Procon Assembleia, órgão da Assembleia Legislativa de Roraima, vai iniciar na próxima segunda-feira, 26, uma programação voltada para aqueles consumidores que tiverem interesse em renegociar dívidas junto a fornecedores locais.

O coordenador do Procon Assembleia, Lindomar Coutinho, explicou que esta ação foi realizada pela primeira vez em 2015 e que trouxe resultados positivos tanto para consumidores, quanto para os fornecedores. Ele informou que esta ação se estenderá até o final do mês de julho.

Quem tiver interesse em ter acesso aos serviços oferecidos pelo Procon Assembleia durante esta ação de renegociação de dívidas, bem como outras demandas, pode se dirigir a sede do órgão localizada na rua Agnelo Bittencourt, 216, Centro.

O Procon Assembleia funciona em horário comercial, de segunda a sexta-feira. Para mais esclarecimentos, há ainda os telefones 4009-4820/4822/4823/4824/4826.

Festa e lucros: é o Boa Vista Junina | O Boa Vista Junina, que encerra hoje sua 17ª Edição, é uma festa que movimenta a economia local nos mais variados setores. E em tempos de crise, um ganho extra é uma excelente oportunidade para os comerciantes, ambulantes e trabalhadores informais e ainda para todos que atuam no arraial de alguma forma (foto acima). A edição deste ano gerou cerca de 700 empregos diretos e cinco mil indiretos. Profissionais de diversos segmentos começam a atuar nos meses que antecedem o evento, gerando muitos pontos de trabalho como montagem das barracas, palco, estrutura da festa, arena junina e decoração. Além disso o evento envolve profissionais como marceneiros, serralheiros, artistas plásticos, decoradores, montadores, costureiras, e muitos outros. De acordo com a organização da festa, cerca de 150 mil pessoas já passaram pelo Boa Vista Junina. A expectativa é que nos oito dias de festa sejam movimentados cerca de R$ 12 milhões.

Quebrando preconceitos
Formada por integrantes do Projeto Crescer a Quadrilha Juventude Rocha deu um show ontem no tablado.

A paixão do Projeto Crescer pelas festas de São João vem crescendo a cada ano. Desde 2015, os integrantes se preparam para fazer belíssimas apresentações na Arena junina do Maior Arraial da Amazônia. Este ano, a quadrilha Juventude na Roça, trouxe o tema “Preconceito”, trazendo a conscientização sobre os mais diversos preconceitos sofridos não somente pelos negros, mas por homossexuais e todos que são vistos com maus olhos pela sociedade.

A indumentária estilosa da quadrilha é obra criada pelos próprios integrantes do projeto que fazem parte da Oficina de Modas. O grupo engajado, produziu cada peça, ensaiou durantes meses para que no tablado a quadrilha pudesse mostrar um pouco do trabalho que é feito com estes jovens do projeto e passar a mensagem proposta pelo tema.

Em uma graciosa apresentação, a integrante da oficina de compostagem, Hellen Vitória, de 16 anos, dançou, tocou e cantou ao vivo no tablado. O grupo formado por 33 casais abrilhantaram o arraial e mesmo debaixo de chuva não desanimaram e surpreenderam o público.

Outros projetos sociais da prefeitura também já passaram ou ainda se apresentarão na Arena Junina. O Projeto Conviver se apresentou na noite de quinta-feira, 22. E os idosos do Cabelos de Prata farão sua apresentação neste sábado, 24, última noite de arraial.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts