Roraima à beira de um colapso. E a população está à beira de um ataque de nervos.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | 9/11 | Publicada 00h11

NO ESCURO | Alguns resteurantes de Boa Vista tiveram que improvisar velas para atender a clientela ontem á noite.
NO ESCURO | Alguns restaurantes de Boa Vista tiveram que improvisar velas para atender a clientela ontem á noite.

Sucessivos apagões ontem – um deles com mais de 3 horas de duração – torna evidente que o caos energético aproxima-se de Roraima e a população mostra-se cada vez mais incomodada e furiosa com a situação, principalmente quem tem criança pequena em casa. O comércio também não suporta mais tantos prejuízos. Não é mais tolerável muito menos aceitável tanto descaso com o Estado, quando todos sabem que esse problema já deveria ter sido resolvido desde o ano passado com a interligação de Roraima ao sistema nacional de distribuição de energia, através do linhão de Tucurui.

O problema é grave e requer uma solução urgente. A Venezuela está passando por uma crise político administrativa sem precedentes e já não consegue fornecer toda a energia que necessitamos, por isso esses apagões constantes ocorrem pelo desligamento da rede que nos abastece, desde o conjunto de hidrelétricas de Macágua, em Puerto Ordaz – Complexo de Guri. O setor elétrico venezuelano está decadente porque há anos não há investimento na modernização do parque gerador nem na manutenção das linhas de transmissão. Inclusive parte da Venezuela fica no escuro para que o pais tenha condições de cumprir o contrato para abastecer Roraima.

Ficou evidente ontem, também, que a construção de termelétricas não resolve a questão. Não servem nem como paliativo. A Eletrobrás Distribuição Roraima concluiu o processo de instalação das três usinas e assegurou que nesses casos emergenciais todo o sistema seria suprido em meia hora, automaticamente. Não foi isso que aconteceu ontem. A Eletrobrás informou que o desligamento da interligação Brasil-Venezuela ocorreu as 7 horas. A partir deste momento toda a carga em Roraima passou a ser atendida pelo parque termelétrico local. Por volta de 12h29 a UTE Monte Cristo passou a apresentar problemas no controle de frequência do sistema, causando blecaute e na sequência, problemas para recomposição do sistema. A recomposição somente foi possível após reenergização da interligação. Ou seja mesmo construído para prover a energia na cidade e evitar transtornos, as termelétricas não deram conta. Que todos se preparem, porque o pior está por vir.

Os indígenas no caminho

lll
INTRANSIGÊNCIA | Os indígenas são manipulados e atrapalham o linhão de Tucurui.

É razoável e salutar erguer a questão: os índios Waimiri Atroari não têm autoridade nenhuma para impedir que a linha de transmissão que vem de Manaus cruze as terras que eles habitam.

As terras ocupadas pelos Waimiri Atroari pertencem à União. Portanto, são propriedade do povo brasileiro. Eles não são donos, logo essa iniciativa de não permitir o empreendimento não faz nenhum sentido. E tá lá na Constituição Federal: “Todas as ‘terras indígenas‘ são um bem público federal (inciso XI do art. 20 da CF)”.

E é bom lembrar que os próprios Waimiri Atroari são abastecidos abundantemente, com energia farta, com linha de transmissão e tudo, do conjunto de Balbina, a hidrelétrica amazonense fincada bem no meio de suas “terras”. Então por que essa enjoeira toda com a obra do linhão?

Aumento da conta

lll
MAIS CARA | A conta do boa-vistense já está com o aumento de 43%, mais cara do pais.

Mas enquanto sofremos com a falta de luz, há uma semana começou a valer o aumento da conta de energia para os consumidores de Boa Vista. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) concedeu 31,70% de reajuste anual médio na tarifa de energia elétrica aplicada no município.

A influência no valor das contas se dará de forma gradativa e proporcional aos dias de consumo a partir da data-base, de acordo com a agência. Para os consumidores residenciais, o aumento será de 40,33%. Para os consumidores com fornecimento em média e alta tensão (indústrias, comércio), o reajuste será de 43,65%.

Vontade política

ççççç
TRAVADA | A obra do Linhão deveria ter sido concluída em dezembro de 2014.

Por outro lado nossos representantes em Brasília e o próprio Governo do Estado demonstram fraqueza absoluta e não conseguem se impor e resolver a questão do linhão.

A todo instante aparece um deputado federal, um senador fazendo pose com o ministro da Justiça e adulando o presidente da Funai. Isso não decide, não delibera nada.

Se não houver vontade política para que torne real a construção da linha que vem de Manaus, interligando Roraima ao sistema nacional, Roraima afunda na escuridão.

Projeto ambicioso

DESENVOLVIMENTO | Luciano está no comando de um projeto grandioso para Roraima.
DESENVOLVIMENTO | Luciano está no comando de um projeto grandioso para Roraima.

O ex-deputado federal Luciano Castro está à frente de um projeto grandioso de infraestrutura para Roraima.

No silêncio mas provido de toda a sua experiência de 22 anos de expressiva atuação no Parlamento Nacional, o secretário de Gestão de Transportes do Ministério dos Transportes já assegurou pelo menos R$ 1 bilhão, recursos que serão empregados em construção, asfaltamento e manutenção de rodovias federais, construção de pontes e melhorias em toda a malha viária de Roraima.

O planejamento de execução e os contratos estão todos definidos e assinados. E os roraimenses vão testemunhar muita obra sendo realizada em 2016.

jucaentrevista1
EM ASCENSÃO | Jucá pode ser presidente do PMDB ou presidente do Senado.

No topo do PMDB

O maior Partido político da Nação completa 50 anos de existência em março do ano que vem. O PMDB vai celebrar a data com grande festa, mas deixou para este dia a escolha da nova direção – a poderosa Executiva Nacional.

Atualmente o vice-presidente Michel Temer preside a sigla, porém, já está tudo encaminhado pera que o senador roraimense Romero Jucá seja ungido ao tão cobiçoso posto da política brasileira.

E muito bem alinhado com o presidente Renan Calheiros, Jucá – que é vice-presidente da Casa Legislativa – também pode suceder o alagoano do comando do Senado em 2017.

iiiiiii
TUDO NOVO | Teresa entrega a Orla Tauanan para o povo de Boa Vista pela segunda vez. Fotos da Orla: Igor Martins – Secon/PMBV.

A Orla mais moderna e de cara nova | Quando a prefeita Teresa Surita acendeu as modernas luzes de Led do complexo turístico e cultural, os boa-vistenses puderam conferir uma orla completamente reformada. Foi bem ali, onde a cidade começou, que mais de três mil pessoas viram a Orla Taumanan retomar o seu brilho, na última sexta-feira, dia 6 Durante a inauguração, a prefeita ressaltou ainda a importância do local para a economia da cidade, com a geração de emprego e renda. São cinco quiosques gastronômicos com profissionais de qualidade a frente de cada um.

É uma felicidade enorme poder entregar a orla revitalizada. Lembro que quando assumi a Prefeitura, ela estava totalmente abandonada. Me comprometi então que cuidaria dela para que ela retornasse a ser o nosso cartão postal. Essa não é obra da Teresa, isso aqui não é de ninguém que não seja de todos nós. Então eu gostaria que cada um cuidasse um pouco deste espaço e da cidade, fazendo um gesto por nossa capital”, disse a prefeita Teresa Surita.

Internet livre

llll
MAIS CONFORTO | Espaços mais modernos e confortáveis estão na nova Orla.

Outa novidade é que agora, as fotos tiradas no cartão-postal poderão ser postadas nas redes sociais logo em seguida. É que a Orla também recebeu o BV Online, novidade de modernização nos espaços públicos da capital, que disponibiliza wi-fi gratuito para os visitantes.

O velho piso de madeira foi substituído por outro de alta resistência, que requer pouca manutenção e possui maior durabilidade. A plataforma Weikepá (“Nascer do Sol” – parte inferior) conta com três quiosques: Black Truck, Sorveteria Dois 90 e Bar Boteco do Gordinho.

Já a plataforma Meiremê (“Arco-Íris”- superior) conta com a Pizzaria Tiaré e o Mara Gourmet. Os dois locais dispõem de banheiros masculinos, femininos e com acessibilidade.

Movimento para todos

llll
ESPAÇO CULTURAL | Além da diversão a Orla oferece espaço para difusão cultural.

A reforma da Orla Taumanan foi planejada para toda a família. Assim, as crianças ganharam seu espaço com um playground, que conta com grama sintética para garantir maior segurança e conforto dos pequenos enquanto se divertem. Os adultos também poderão gastar energia com um espaço reservado para o Programa da Prefeitura  Academia Aberta com atividades esportivas ao ar livre.

Segurança e iluminação

hhh
NOVO VISUAL | A iluminação de led é um dos atrativos das noites na Orla Tauaman.

A nova Orla agora conta com um posto de vigilância da Guarda Civil Municipal, que funcionará 24h. Os guardas inibirão, entre outras situações, a reincidência do consumo de drogas no local. A Guarda Municipal espera ainda contar com o auxílio da Policia Militar que é responsável pela segurança nos arredores da Orla.

O Programa Cidade Luz também contemplou a Orla Taumanan. Agora as lâmpadas são todas em LED (Diodo Emissor de Luz), assim como as do entorno da Praça Barreto Leite e da Igreja Matriz. A moderna iluminação dura cerca de 10 vezes mais que a tradicional e fornece o dobro da luminosidade, com menor consumo de energia.

Empreendimentos na prisão

llllll
JOSUÉ | A ideia é ocupar os reeducandos e melhor socializá-los.

Repare bem: o Governo do Povo quer legalizar a produção de bens diversos dentro das unidades prisionais do Estado. Isso vai dar certo? Por meio da Secretaria de Justiça e Cidadania, o Governo ai lançar, nos próximos dias, um edital para selecionar empresas de diversos segmentos para atuarem dentro das unidades prisionais de Roraima. O Estado fornece incentivos fiscais e locação

A ideia é que eles trabalhem durante o dia e estudem à noite. Além de terem o espaço para atuação, as empresas terão como benefício a mão-de-obra qualificada, e a possibilidade de que o Estado adquira a produção, como confecções, móveis, colchões, entre outros.

O secretário de Justiça e Cidadania, Josué Filho, ressaltou que além do benefício social para a população carcerária, a contratação vai minimizar a reincidência dos reeducandos, um problema preocupante para a administração do sistema.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts