Roubo do dinheiro público: Em Uiramutã, ex-prefeito desviou dinheiro da merenda escolar.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h12

Uiramutã foi prejudicado por desvio de recursos da merenda escolar, diz MPF. Foto | Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação de improbidade administrativa, com pedido de liminar, por desvio de recursos da merenda escolar do município de Uiramutã, localizado no extremo Norte de Roraima.

Na ação civil pública, um ex-prefeito e a ex-secretária de Educação do município, um empresário e sua empresa fornecedora de alimentos são acusados de superfaturamento e inexecução parcial de serviço, causando dano aos cofres públicos estipulado em mais de R$ 453 mil.

Dos dados obtidos dos exercícios 2013 e 2014, após manifestação da Prefeitura, notou-se que os valores relativos aos alimentos não entregues às escolas correspondem a um dano ao erário no valor de R$ 172,8 mil, representando um percentual total de 47,3% do valor pago (equivalente a R$ 365.725,4) para os dois exercícios em questão. Todas as notas fiscais da empresa eram atestadas pela secretária de Educação à época.

Segundo a investigação conduzida pelo MPF em Roraima, por meio do Núcleo de Combate à Corrupção, os ilícitos foram cometidos na gestão de 2009 a 2016. Os auditores da CGU compareceram ao município e verificaram que a empresa que venceu o processo licitatório para fornecer gêneros alimentícios não entregou todos os itens contratados, embora tenha recebido o valor total do contrato.

Para ressarcir os valores aos cofres públicos, o MPF/RR pede à Justiça Federal a indisponibilidade dos bens dos envolvidos em mais de R$ 1.8 milhão, montante suficiente para garantir o ressarcimento do dano patrimonial (de R$ 453,9 mil), somado ao valor estimado de multa civil que lhes deve ser aplicado (de R$ 1.361.721). Fonte | MPF

Hiran ameaça Suely

Se já não existia clima entre Hiran e Suely, o relacionamento agora azedou de vez.

O deputado Hiran Gonçalves, presidente regional do Progressistas – o partido que abriga Suely Campos – viu-se na obrigação de berrar e esganiçar-se para evitar uma rasteira e colocar em risco a sua reeleição.

Estava se formando uma traquinagem entre os aliados de Suely afim de isolar o Hiran e tirá-lo da coligação proporcional para beneficiar Paulinho Linhares (PDT) e Édio Lopes (PR).

Sabedor do mau-caratismo dos ‘colegas’ de grupo, Hiran decidiu encostar Suely na parede inclusive ameaçando negar-lhe a candidatura à reeleição.

O ‘fogo-amigo’ levou Hiran a pensar nos extremos, lançar-se candidato ao Senado e coligar-se com o amigo José Anchieta, deixando o Palácio Senador Hélio Campos em pandemônio.

O imbróglio está tão evidente no azedume palaciano, que Inicialmente prevista para o próximo sábado (28.07), a convenção do Partido Progressistas foi suspensa, e sem data prevista para acontecer. Lembrando que a atual legislação eleitoral determina o dia 5 de agosto com a data final para a realizaão de convenções.

Um governo fanfarrão

O Governo de Suely destinou mais de R$ 4 milhões para montar fanfarras. Foto | Divulgação

Acreditem: enquanto falta dinheiro para tudo, não se paga salários em dia, o transporte escolar parou, a merenda é ruim, enfim um governo fracassado e que não paga a ninguém (a não ser os seus), por outro lado, sobra dinheiro para montar fanfarras.

Isso mesmo. A Secretaria de Educação de Suely abriu o cofre e está gastando verdadeira dinheirama com aquisição de instrumentos musicais para atender grupos de fanfarras.

Valor da brincadeira: R$ 4.183.065,12 (quatro milhões, cento e oitenta e três mil, sessenta e cinco reais e doze centavos).

A maior escola de Boa Vista

A Escola Newton Tavares, no Calungá, foi inaugurada ontem pela prefeita Teresa Surita. Fotos | Ascom/PMBV

O bairro Calungá ganhou a maior escola em estrutura física da rede municipal de ensino. Foi inaugurada ontem pela prefeita Teresa Surita (MDB), a Escola Municipal Newton Tavares que tem capacidade para atender até 780, distribuídos em 12 salas de aula.

Até o momento, 175 alunos já estão matriculados, migrados da Escola Municipal Rio Branco. Esta obra torna a prefeita Teresa Surita a gestora que mais entregou escolas em Boa Vista.

Seguindo os padrões das unidades de ensino entregues pela Prefeitura de Boa Vista, a escola conta com estrutura moderna e acessibilidade. Com rampas de acesso, piso tátil, sanitários e vestiários femininos e masculinos, a escola é preparada para atender pessoas com deficiência.

Além de biblioteca, auditório, salas de informática, laboratório, cozinha, pátio, depósito de lixo orgânico e reciclável e quadra poliesportiva coberta.

Teresa exalta figura de Newton

Teresa (com a esposa de Newton, Lídia Tavares) enalteceu a figura pública de Newton Tavares.

A prefeita Teresa Surita relembrou a importância do homenageado Newton Tavares na sua vida política. “Falar do Sr. Newton é relembrar minha história, ele foi o primeiro a acreditar que eu ganharia a eleição no meu primeiro mandato de prefeita. Esta é uma homenagem minha, onde lembro de uma história e de um homem que tinha um caráter incrível, que acreditava na boa política e no desenvolvimento de Roraima”, relembrou Teresa.

Teresa ressaltou que, desde 2013, a rede municipal de ensino vem sendo reformulada. Ela lembrou que os pais dormiam nas filas para matricular os filhos nas escolas e, desde então, o sistema foi modernizado para que as matrículas sejam feitas via telefone.

“Nossa próxima e mais recente ação ao que diz respeito a tecnologia será lançada na próxima semana, que é a implantação da robótica em todas as escolas”, disse a prefeita.

Lídia Tavares, esposa do homenageado, falou emocionada sobre o reconhecimento dado ao marido. “Newton Tavares foi um grande homem, com uma grande história de trabalho e de serviço para Boa Vista e ao estado de Roraima. Ele merecia ser lembrado e fico muito contente e agradecida a prefeita Teresa Surita pela homenagem. Nesta unidade vejo grandes possibilidades e, principalmente, boas

Melhorias na rede municipalDesde 2013, a rede ganhou seis novas escolas (Proinfâncias), 11 novas creches (Casas Mãe), e mais de 20 escolas foram reformadas nos últimos anos. Todas as 22 casas mães já existentes desde 2001 foram completamente reformadas e ampliadas. A rede municipal conta hoje com 119 unidades de ensino: 69 escolas urbanas, 5 rurais, 12 indígenas e 33 Casas Mãe. A tecnologia hoje é realidade na sala de aula com os tablets, mesas pedagógicas, brinquedos da Lego e, em breve, a novidade das lousas digitais. Todo o investimento reflete o compromisso da gestão em ampliar cada vez mais o acesso das crianças a uma educação de qualidade e perto de casa.

De olho no ‘zap-zap’

Representantes da Justiça Eleitoral e do WhatsApp reunidos ontem na sede do TRE.

Os juízes eleitorais da propaganda Maria Aparecida Cury e Rárison Tataíra, juntamente com o secretário judiciário Jadilson Castro e os analistas judiciário José Maria Neto e Janice Leitão, do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE) participaram de uma reunião com os advogados do aplicativo WhatsApp, Maria Regina e Ricardo Chabu Del Sole.

A audiência foi solicitada pelos representantes do aplicativo com o intuito tratar da atuação do WhatsApp durante o período eleitoral. Conforme entendimento entre os juízes da propaganda e os representantes do aplicativo de mensagens, os advogados das partes interessadas devem, obrigatoriamente, apresentar em sua petição o código da mídia referente à propaganda eleitoral – positiva ou negativa – que entenderem irregular.

A finalidade é assegurar que o código apresentado na petição coincida com o encaminhado à empresa, para retirada do material ofensivo/fake news de circulação’, complementou o secretário.

Para esclarecer melhor essas questões, a Justiça Eleitoral roraimense irá fazer uma reunião com os juízes da propaganda, representantes de partidos políticos, advogados militantes do Eleitoral, pré-candidatos, acadêmicos e demais pessoas interessadas no assunto, no dia 2 de agosto (quinta-feira), às 14h30, no auditório do TRE-RR.

Fincando raízes

Os venezuelanos estão se organizando em associação para reivindicar mais direitos.

Parece que os venezuelanos fugiram de Nicolás Maduro para fincar raízes por aqui, não estão tendentes e deixar Boa Vista nunca mais.

Os imigrantes estão se organizando e anunciaram a fundação da Associação Nacional dos Imigrantes Venezuelanos – Aniv Brasil. É mole?!

Cerca de 100 venezuelanos compareceram à assembleia de fundação realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracomo), em Boa Vista.

O objetivo da associação é organizar os imigrantes venezuelanos que chegam em massa no país, notadamente desde 2015, em busca de uma vida digna, cuja finalidade é buscar direitos como refugiados.

A matemática não bate

Na fronteira a cena se repete todos os dias: centenas de venezuelanos entrando em Roraima.

O governo federal contabiliza cerca de 800 refugiados venezuelanos interiorizados desde março. Apesar de certa comemoração, é um resultado tímido.

Em apenas dois dias esse número é superado pela chegada de novos refugiados em Roraima. A conta simplesmente não fecha.

Se o governo não aceitar a sugestão da prefeita Teresa Surita, que quer a retirada de 500 imigrantes por mês, chegaremos a dezembro com a cidade entupida de ‘hermanos’.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: