Rui Figueiredo desabafa no Facebook: “Secretária de Saúde exigiu pagamento de propina…”

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | Publicada 00:07

Cecília Lorezom é a atual secretária de Saúde do Estado.

Uma semana depois de ter sido preso na operação Godfather da Polícia Federal – e solto no dia seguinte, sob acusação de envolvimento, não provado – em esquema de fraudes em licitações e desvio de recursos da Secretaria de Saúde, o jornalista Rui Figueiredo fez um desabafo no Facebook, colocando ainda mais combustível na fogueira.

Em um texto cronológico, longo e bem detalhado, Rui demonstra indignação e se sente injustiçado pela prisão e afirma que passou de ‘vítima a criminoso’ por pura perseguição de um delegado, por não ter conseguido um flagrante de pagamento de propina.

“Era o dá ou desce. Se eu tivesse conseguido o flagrante que o delegado tanto queria, ou confessasse um crime que não praticara, certamente não estaria ali passando por um constrangimento que se desdobraria em eventos muito piores”.

Rui diz que bem antes da operação da PF já havia procurado a Justiça Federal, o Gaeco e o Ministério Público Federal por 6 vezes ou mais, para denunciar a existência de corrupção na Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

E cita claramente que a atual secretária de Saúde, Cecília Smith Lorezom, determinou à empesa Adolini – investigada pela PF e que fornece alimentação para as unidades de saúde do estado – que “repassasse 10% do valor faturado a um político sem mandato”, e diz que que não pode revelar os nomes dos envolvidos porque as investigações correm em segredo justiça.

O jornalista prossegue no seu desabafo e diz que “na manhã do último dia 19 – o dia da operação Godfather -, a partir de um trabalho fantasioso de engenharia policial em que o delegado induziu a juíza federal a um erro inconcebível e imperdoável, a Polícia Federal prendeu as vítimas, em vez dos corruptos”.

Ele diz que “só os inocentes foram presos”:  – “o dono da empresa, que ou pagava a propina ou não recebia a fatura; o pai dele, que lhe emprestava dinheiro por conta dos atrasos de pagamento da Sesau; o médico que era investidor da empresa e declarava isso no seu Imposto de Renda; o responsável pelo setor de compras devido aos depósitos em sua conta para fazer compras no comércio local; o advogado da empresa, porque cobrava os pagamentos devidos pela Sesau e conversava com cobrador de propina; um amigo do dono da empresa que o aconselhou a apagar do celular determinadas conversas, e por último um amigo que prestava consultoria à empresa…”

E ao final do texto, o jornalista desabafa: “É esse o modelo de Polícia que nos assusta, porque reforça a posição do bandido e põe na cadeia inocentes. É a Polícia que prende para investigar, em vez de investigar para prender.. A questão, no entanto, é que os fins não justificam os meios, quando esses são as vítimas. No mais, não se repara o dano causado a pessoas de bem e a seus familiares com tamanha insensatez”.

Com dinheiro, Governo terá mais obras. Foto | Secom/RR

R$ 415 milhões para Roraima | O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou a retirada do Estado de Roraima do cadastro de inadimplência federal por risco de comprometer a prestação de serviços públicos essenciais, pois a restrição impede o repasse de receitas decorrentes de transferências voluntárias e de convênios em curso para entidades inadimplentes. A decisão foi publicada na véspera do Natal, no dia 24.

A liminar foi concedida na ACO 3332 ajuizada pela Procuradoria Geral do Estado de Roraima (PGE) contra a União suspendendo os efeitos da inscrição do nome do estado no Sistema Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (CAUC).

A decisão de Toffoli garante R$ 415 milhões em transferências voluntárias para o Estado em 2020 e vai permitir que mais de 70 convênios para as mais diversas áreas do estado sejam celebrados no ano de 2020.

Isso porque a União poderá empenhar recursos financeiros até o dia 31 de dezembro, cujas restrições no CAUC impediam a garantia dos recursos no orçamento federal de 2020. Fonte | STF

Jalser e Denarium: acordo não se concretizou.

Negócio desfeito | Como não houve uma manifestação oficial nem no ato do acerto, tampouco no desacerto, o pacto de Jalser Renier com Antonio Denarium não amadureceu.

E quem descumpriu o trato? Antonio Denarium. O governador teria escutado a esposa, as duas cunhadas secretárias e o fiel escudeiro Disney Mesquita, chefe da Casa Civil, e deu meia volta.

Sobre essas especulações de que a contraordem partira dos senadores Chico Rodrigues e Mecias de Jesus, também parece exploração imerecida do assunto.

Pelo menos Mecias negou qualquer participação. O próprio senador ligou para Denarium e o repreendeu por não manter a palavra.

O Governo de Roraima ainda não tem Agência contratada.

No passo do tracajá | Passado mais de um ano dede que Antonio Denarium ocupou o Palácio Senador Hélio Campos, só agora a Secretaria de Comunicação dá sinais de que terá, pelo menos no ano que vem, uma agência para cuidar do marketing do Governo.

Ainda que lento, o processo de licitação está em curso e ao que tudo indica, teremos futuramente algum institucional do Governo de Roraima sendo exibido em veículos de comunicação locais.

Ainda vai demorar um pouquinho porque o negócio ainda tá na fase de receber inscrições de profissionais de comunicação – com formação em Marketing, Publicidade e Jornalismo – que queiram compor a subcomissão técnica que analisará e julgará as propostas técnicas que serão apresentadas em licitação para contratação de serviços de publicidade.

Isso é muito bom. Pelo menos vamos os livrar dessa comunicação regressa que entope o Facebook com fotos do governador, achando que isso dá resultado.   

Agentes de Polícia pressionam Denarium por aumento.

Acirramento da crise | Os agentes de Polícia, em guerra com o governo por conta do aumento de R$ 47% para delegados, certamente se irritarão ainda mais quando souberem de um novo aumento concedido por Denarium.

O governador anunciou um reajuste de 3% nos salários dos servidores da Defensoria Púbica Estadual. O projeto prevê ainda revisão geral anual dos proventos e pensões dos servidores de cargos efetivos, comissionados e função de confiança da Defensoria.

Em uma outra medida, também aprovada pela Assembleia Legislativa, Denarium alterou a lei orgânica da Defensoria aumentando os subsídios dos defensores, reajustado para 90,25% do valor pago aos ministros do STF, ou seja, R$ 35 mil.

O valor será reajustado para os ativos, inativos e pensionistas, com efeitos financeiros a contar de 1º de janeiro deste ano.

Prefeitura já asfaltou 478 ruas em Boa Vista. Fotos | Secom/PMBV

478 ruas asfaltadas | Neste mês de dezembro, a Prefeitura de Boa Vista alcançou a marca de 478 ruas e avenidas asfaltadas onde antes não havia qualquer tipo de infraestrutura.

Desde 2013, Boa Vista tem passado por grandes transformações, sejam em ruas, calçadas, praças, escolas, postos de saúde, dentre outros.

Esta quantidade de ruas representa 220,7 km de asfalto dentro da cidade, o que equivale a distância de Boa Vista a Pacaraima. Além disso, já foram recuperados mais de 100 km de asfalto antigo.

Outra importante obra de infraestrutura executada pelo município é a de construção de calçadas. Desde 2013, Boa Vista já recebeu 274,4 km, o que valoriza imóveis e garante mais segurança tanto para motoristas como para pedestres.

“A gente sabe que tem muito a ser feito, mas já não somos mais aquela Boa Vista de sete anos atrás. Algumas ruas foram transformadas durante a nossa gestão. Já foram mais de 220 km de asfalto, já foi muita drenagem, muita calçada e muito trabalho duro”, destacou a prefeita Teresa Surita.

Ruas asfaltadas geram qualidade de vida para a população.

Mudando a vida das pessoas | As obras de infraestrutura executadas pela Prefeitura de Boa Vista têm chegado a diversos bairros e mudado a vida de muitos moradores. 

Os bairros mais afastados, principalmente os da Zona Oeste, ganharam uma nova cara, com uma infraestrutura completa, como asfalto, drenagem, calçada, meio-fio, obras que não se via em outras gestões.

Além do Nova Cidade, os bairros: Jardim Tropical, Centenário, Jóquei Clube, Aeroporto e Senador Hélio Campos, Alvorada, Jardim Olímpico, passaram e passam por uma grande transformação e receberam um grande pacote de obras. No bairro Centenário, por exemplo, 30 ruas foram contempladas com as obras de infraestrutura.

Máquinas no local onde será erguido o hospital. Foto | Secom/RR

Hospialdoamor Obras iniciadas | As obras do Instituto de Prevenção ao Câncer de Roraima, o “Hospital do Amo”, já começaram e em breve estará à disposição dos roraimenses oferecendo exames e tratamento diferenciados onde amor e carinho são componentes da fórmula que cura.

A Unidade é uma extensão do Hospital de Amor de Barretos (SP) e vai trabalhar na prevenção e diagnóstico precoce do câncer com o hospital localizado no bairro Pricumã e a unidade móvel que vai percorrer o Estado com exames de mamografia, preventivo, dentre outros.

Os recursos, que somam R$ 30 milhões, são de emendas do deputado federal Hiran Gonçalves e da ex-senadora Ângela Portela em um trabalho conjunto com o Governo de Roraima.

Contatos do autor

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts