Temendo colapso na Venezuela, Temer quer logo resolver problema energético de Roraima.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h26

Temer reuniu seus ministros mais próximos, em busca de uma solução para o problema energético de Roraima.

Temendo um colapso energético na Venezuela, o presidente Michel Temer reuniu ontem à tarde, (31), no Palácio do Planalto, vários integrantes do governo para tratar da construção de linhas de transmissão que ampliarão a distribuição de energia em Roraima.

A reunião contou, dentre outros, com a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; do ministro da Defesa, general Silva e Luna; do presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Wallace Moreira Bastos; do presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior; e do ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha.

Como o governo trabalha em um acordo com a comunidade indígena local para diminuir os impactos da obra em suas terras, o ministro Gustavo Rocha e o presidente da Funai também participaram do encontro. Segundo a assessoria de imprensa da Presidência da República, a próxima reunião será feita no dia 20 de agosto.

Atualmente, Roraima adquire energia elétrica do Complexo Hidrelétrico de Guri, na Venezuela, mas, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) divulgado em fevereiro passado, há risco de falta de abastecimento porque a empresa venezuelana sofre com a falta de manutenção dos equipamentos, além de ainda enfrentar períodos de secas que impactam o nível das represas utilizadas para a geração de energia.

Desde fevereiro, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) passou a analisar o fornecimento de energia elétrica ao estado. Atualmente, a única capital brasileira que ainda está eletricamente isolada do país é Boa Vista, cujo abastecimento é feito por meio do recebimento de energia vinda da Venezuela e também com geração térmica local. Fonte | Agência Brasil

Nome limpo na praça

Com os nomes sujos na praça, servidores estaduais apelaram por uma solução. 

Um alívio para os servidores públicos estaduais que estão negativados por conta do calote do Governo de Suely Campos no consignado. É que o Ministério Público do Estado conseguiu liminar para que o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Santander, Itaú Unibanco e mais dez instituições financeiras excluam os nomes de todos eles junto a SCPC e Serasa, por que estão sem crédito na praça em razão de contratos de empréstimos consignados.

Na decisão a Justiça determina que as instituições financeiras retirem com urgência as restrições, sob pena de multa de mil reais para cada negativação não excluída ou efetivada.

A ação civil pública foi protocolada pelo MP na última quinta-feira, 26, devido ao grande número de servidores públicos que estão sem crédito na praça, porque o Governo do Estado não repassa o dinheiro recolhido das parcelas dos empréstimos aos bancos conveniados.

De acordo com as investigações do MPRR, desde outubro de 2017 o Governo do Estado não vem repassando à maioria das instituições bancárias conveniadas, a totalidade dos valores de empréstimos consignados que retêm nas folhas de pagamentos. Fonte | MPE

Só 70% da frota |A Prefeitura de Boa Vista informou que em função dos transtornos verificados pelos ataques criminosos contra prédios e veículos o transporte público (ônibus) funcionará normalmente em horário comercial nesta quarta-feira (1º de agosto). Mas a partir das 19h, os ônibus circularão com 70% da frota. Os táxis-lotação permanecerão nas ruas até as 20h, horário normal. A Polícia Militar se comprometeu em colocar viaturas em locais estratégicos para coibir atos de violência.

Sobrou para o Josué 

MP pede a condenação de Josué Filho, ex-Sejuc, por crime de improbidade administrativa.

O Ministério Público Roraima quer que o ex-secretário de Justiça e Cidadania (Sejuc) Josué Filho, a empresa Qualigourmet de Alimentação Eireli e de seu sócio-proprietário, Marcos Antônio Rodrigues de Barros, sejam condenados por improbidade administrativa e que tenham os bens indisponibilizados.

O pedido se dá por causa da contratação, prorrogação e superfaturamento dos preços praticados relativos ao serviço de alimentação fornecida ao sistema prisional em Boa Vista no período de janeiro de 2015 a julho de 2016.

A empresa já estava prestando os serviços de fornecimento de marmitas um mês antes de assinar o contrato de emergência com o governo do Estado no valor de quase R$ 10 milhões.

Segundo documentos apresentados pelo MPRR, a empresa Qualigourmet foi contratada sem licitação pelo prazo de 180 dias, mas ao fim de quatro aditivos de 90 dias cada, o contrato emergencial teve duração de um ano e seis meses, sendo que os pagamentos realizados nesse período alcançaram o valor de mais de R$ 15,7 milhões.

Hiran marca a convenção

Hiran não decidiu ainda se enfrenta uma nova eleição para a Câmara ou se tenta o Senado.

Entre trancos, barranco e solavancos, o deputado Hiran Gonçalves resolveu, finalmente, marcar a data da convenço do seu Partido, o Progressistas. Será na sexta, 3, das 13 às 19 horas, no Forródromo do Parque Anauá.

A convenção foi marcada, mas nem tudo está definido na coligação de Hiran, que anda as turras com a governadora Suely e sua turma, principalmente porque os Silva Campos movem tudo em benefício do dentista Paulinho Linhares.

Hiran disse ontem que até o momento ainda não foram definidas as coligações. “Nós ainda estamos tentando construir duas coligações proporcionais e a minha posição é de que se forem boas para mim, tudo bem, e se não forem eu ainda vou ver o caminho que eu tenho que tomar”, ressalvou.

Volta ao trabalho

O Plenário da Assembleia Legislativa receberá os deputados para a reabertura dos trabalhos, hoje.

Os deputados estaduais retomam os trabalhos na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (1º), após o recesso parlamentar do meio do ano. O recesso parlamentar teve início no dia 4 de julho.

Neste período, as atividades administrativas da Casa e dos programas permanentes do Poder Legislativa seguiram normalmente; o recesso atingiu apenas as sessões ordinárias.

Com o retorno dos trabalhos, as discussões de projetos e votações serão retomadas.

A previsão de encerramento deste segundo semestre legislativo é até o dia 22 de dezembro, depois que os deputados aprovarem o orçamento do Estado para 2019.

A convenção do MDB

Romero Jucá e Henrique Meirelles consolidam amanhã a candidatura do MDB.

O senador Romero Jucá, presidente do MDB, está mobilizando do Partido para a convenção nacional.

O evento acontece amanhã, 2, em Brasília, onde são esperados milhares de filiados, parlamentares e simpatizantes da sigla.

O ex-ministro Henrique Meirelles deverá ser oficialmente confirmado como o candidato da sigla ao Palácio do Planalto neste ano.

Maduro assume “culpa” sobre crise

Maduro assumiu a culpa pela cise na Venezuela e promete medidas para melhorar a situação.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reconheceu sua “responsabilidade” na grave crise econômica que aflige o país e estimou precisar de dois anos para “conseguir” uma recuperação com “alto nível de estabilidade”.

“Os modelos produtivos que testamos até agora fracassaram, e a responsabilidade é nossa, é minha. Precisamos levar a diante o poder econômico que temos”, disse Maduro.

Apesar de sua enorme riqueza em recursos, a Venezuela atravessa uma severa crise econômica, resultando em uma escassez de alimentos básicos e remédios, má prestação dos serviços públicos e uma altíssima inflação que o Fundo Monetário Internacional (FMI) estima fechará em 1.000.000% neste ano.

Para enfrentar a crise, o presidente venezuelano anunciou na semana passada uma série de medidas que incluem retirar cinco zeros das notas de bolívar, rever as mudanças na lei, efetuar o censo da frota para promover o “uso racional” da gasolina e aumentar os impostos para importação de bens de capital.

Maduro disse que deste programa de recuperação, que estima mostrar “os primeiros sinais da nova prosperidade” em dois anos, existem “muitas coisas” que deve “ir administrando”, mas pediu o apoio do partido para divulgar informações sobre as comunidades.

Escolas no combate ao Aedes

Os estudantes são parceiros da Prefeitura na conscientização para o combate ao mosquito Aedes.

Para intensificar a luta contra o mosquito causador da dengue, zika e chikungunya em Boa Vista, foi lançado na Escola Municipal Laucides Inácio de Oliveira, bairro Airton Rocha, o projeto Vigilância na Escola: Informação, prevenção e ação – 10 minutos contra o Aedes aegypti.

A ideia é unir forças junto à comunidade escolar para combater o mosquito. “Esta é uma questão prioritária para nós, combater o Aedes e evitar o aumento das doenças transmitidas por ele. A parceria e contribuição de nossos alunos serão fundamentais nesse projeto, além da própria comunidade dos bairros selecionados”, destaca a prefeita Teresa Surita.

O projeto foi elaborado em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e será executado pela Secretaria Municipal de Saúde com a Secretaria Municipal de Educação. A princípio será desenvolvido em cinco escolas municipais.

A primeira etapa do projeto envolve 5 escolas municipais: Arco-Íris, no bairro Paraviana, Delacir de Melo Lima, no Centenário, Jardim das Copaíbas, Distrito Industrial, Laucides Inácio de Oliveira, Dr. Airton Rocha, Conjunto Pérola e Maria de Fátima Andrade, no Centenário. Ao todo 34 turmas, 31 professores e 872 alunos estarão envolvidos.

Pontes recuperadas | Manter as condições de trafegabilidade nas áreas rurais é uma das principais preocupações da prefeita Teresa Surita, principalmente no período do inverno. Por isso, nos últimos meses, a Prefeitura de Boa Vista investiu na recuperação e construção de pontes de madeira em diversos trechos que dão acesso à zona rural e área indígena do município. Foram 13 no total. Outras 7 pontes estão em processo de licitação e têm previsão de início da obra após o inverno. A recuperação das pontes garante o escoamento da produção e o deslocamento dos agricultores que cultivam e moram nessas localidades. Os serviços estão sendo coordenados pela Secretaria Municipal de Obras. Além da recuperação das pontes, a prefeitura vem fazendo diversos investimentos na área rural e indígena de Boa Vista, como limpeza nas comunidades, recuperação de estradas, investimento na agricultura familiar, entre outros. São investimentos que garantem mais qualidade de vida às famílias do campo.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta