Venezuela decreta racionamento diário de energia em 10 estados. Não foi informado se Roraima será afetado.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna da Sexta||||Publicada 00h12

lll
O reservatório de Gúri está bem abaixo do normal e pode entrar em colapso nos próximos dias se não chover.

O governo do presidente Nicolás Maduro anunciou um racionamento no fornecimento de energia elétrica nos 10 estados mais populosos e industrializados do país, incluindo a região de Caracas. O país enfrenta uma grave crise no sistema energético, que corre o risco de entrar em colapso frente à forte seca que atinge a maior central hidroelétrica da Venezuela.

O país com as maiores reservas de petróleo do mundo, que viveu uma dura crise elétrica em 2010, sofre apagões e racionamentos de água, aumentando as dificuldades do dia a dia. O presidente Nicolás Maduro disse ontem que lamentavelmente a economia de que necessitamos em nível residencial não foi obtida, e previu medidas para salvar Guri do colapso.

Caracas estava a salvo dos apagões que afetam o interior do país há vários anos, e inclusive o único plano de racionamento desenhado para a capital do país, em 2010, foi suspenso após poucos dias. O governo também declarou as sextas-feiras dia de folga para o setor público nos próximos dois meses. Além disso, a carga horária de trabalho em ministérios e empresas públicas foi reduzida durante a semana.

A partir de maio, Nicolás Maduro modificará o fuso horário do país. O objetivo da medida é que os venezuelanos aproveitem mais a luz solar e, assim reduzam o consumo de energia. O sistema elétrico do país pode entrar em colapso frente à forte seca que atinge a maior central hidroelétrica da Venezuela. Não foi anunciado se haverá corte também na linha de transmissão que abastece Roraima, desde o complexo energético de Macágua.

llll
Suely enviou mensagem aos deputados para que apreciem suas contas relativas a 2015.

Prestando contas | Praticamente paralisada pela ausência de deputados para votar o punhado de vetos do Governo que se encontra na Casa, a Assembleia recebeu mais uma ‘bronca’ para analisar.

Em forma de mensagem governamental, a governadora Suely Campos encaminhou para apreciação dos deputados a prestação de contas do Poder Executivo relativa ao exercício financeiro de 2015. Uma boa oportunidade, aliás, para que se faça uma aferição do que realmente foi realizado no ano passado. Quase nada, claro.

A peça é composta de 4 volumes: Balanço Geral, Prestação de Contas, Relatório de Atividades do Governo e Relatório de Controle Interno.

A CERR no buraco
llll
Anchieta deixou a CEER atolada em dívidas e não concluiu a federalização.

Por mais que tente se justificar o ex-governador Zé Anchieta não consegue convencer ninguém de suas boas intenções em relação a CERR, a companhia energética do Estado que se encontra em situação pré-falimentar.

Zé Anchieta tomou um empréstimo milionário com o juramento de que o dinheiro seria todo empregado no saneamento da Companhia afim de entregá-la limpinha para o processo de federalização. Nada disso aconteceu e o dinheiro serviu para outros fins. Deficitária a CERR continua sangrando as finanças estaduais e dependendo dos repasses mensais para a sua sobrevivência.

Somente nos últimos dois meses a governadora Suely Campos abriu o Orçamento Estadual em mais de R$ 5 para socorrer a combalida companhia energética. Zé Anchieta e seu governo ‘engoliram’ em nome da CERR mais de meio bilhão de reais (R$ 510 milhões) para ser mais exato.

llll
Marcelo Batista ficou indignado com a obscenidade encontrada na cédula de votação.

Baixaria e indignação | O vereador descortês, rude e deseducado que se valeu de uma cédula de votação para atentar contra a prefeita Teresa Surita, escrevendo no verso do papel uma frase obscena, grosseira e vulgar não satisfez apenas seu prazer despudorado, apressou um colega a tomar uma decisão drástica.

O vereador Marcelo Batista me revelou ontem que o gesto lhe causou tanta revolta e indignação que o deixou seriamente inclinado e tendente a abandonar a vida pública. Pelo menos por enquanto.

Marcelo atuou como escrutinador naquela votação e confessa não acreditar no que estava testemunhando. “Aquilo foi a gota d´água. Algo nojento e repulsivo. Sinceramente não é isso que quero para minha vida”, disse.

 E tome golpe…
lll
Jucá é o principal articulador das iniciativas do PMDB e do vice-presidente Michel Temer.

Ricardo Noblat, em O Globo:

“Ao impeachment, que teima em chamar de golpe, Dilma deverá contrapor, em breve, uma emenda à Constituição reduzindo em dois anos seu mandato para que em outubro próximo seja eleito um novo presidente.

É isso o que o PT e Lula estão cobrando dela. É isso o que ele já ouviu como conselho de ministros e amigos. É o que Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, já sugeriu mais de uma vez.

O vice-presidente Michel Temer sabe que Dilma poderá ceder às pressões e enviar a emenda ao Congresso. Por isso, autorizou o senador Romero Jucá (RR), presidente do PMDB, a tratá-la desde já como um golpe.”

llll
Édio Lopes está na lista dos beneficiários de liberações de emendas pelo Palácio do Planalto.

Dilma comprou o PR | Deu no Antagonista, um dos espaços de Internet mais lidos do Brasil atualmente:

– Dilma Rousseff, na segunda-feira 18, mandou liberar R$ 50,5 milhões em emendas parlamentares de deputados do PR que, no dia anterior, votaram contra o impeachment.

A lista foi obtida pelo jornal Estado de S. Paulo (o Estadão): – José Rocha, da Bahia, ganhou 19 milhões de reais. Vicentinho Júnior, do Tocantins, ganhou 4,5 milhões de reais. Édio Lopes, de Roraima, ganhou 6 milhões de reais. Wellington Roberto, da Paraíba, ganhou 12 milhões de reais. João Carlos Bacelar, da Bahia, ganhou 6 milhões de reais. Aelton Freitas, de Minas Gerais, ganhou 3 milhões de reais.

Édio, por sua vez, já se pronunciou através de nota que a liberação decorreu de emendas parlamentares e nada teve com sua votação a favor do Governo.

Pode expulsar
lll
Telmário será o representante do PDT na Comissão do Impeachment no Senado.

O senador rondoniense Acir Gurgacz teve uma conversa tensa com Carlos Lupi ontem.

“Pode me expulsar, Lupi”, disse Gurcacz, depois de declarar voto a favor do impeachment. Antes alinhado com o governo, Acir avalia que não votar pelo afastamento de Dilma seria um “suicídio político”.

Dos três pedetistas no Senado, apenas o roraimense Telmário Mota, o escolhido para integrar como titular a comissão especial, insiste em se posicionar contra o impeachment. Acir Gurgacz (RO) e Lasier Martins (RS) farão a coisa certa.

lll
Jalser: “Estamos criando uma rede eficiente para proteger a mulher da violência”.

Mulher amparada | O presidente da Assembleia, Jalser Renier (SD), anunciou o número de telefone 98805-4794 pelo qual o Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher) vai receber denúncias, inclusive anônimas, de casos de violência doméstica em Roraima.

A proposta do ‘Zap Chame’, canal de atendimento a famílias por meio do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp, foi lançada por Jalser em março, em parceria com a deputada Lenir Rodrigues, que coordena as ações do Chame.

Esse é só mais um passo nessa árdua caminhada para alcançar nossa meta que é criar uma rede de atendimento mais eficiente que garanta a proteção e segurança das vítimas de violência, e dentro de pouco tempo, reduzir o crescimento do número de crimes praticados contra mulheres em Roraima. Mas nossa meta é ainda mais audaciosa”, comentou o presidente.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts