Sem apoio logístico, deputados e senadores que que estão Roraima não farão visita a aldeias Yanomâm.

Compartilhe nosso conteúdo!


Malocas de índios isolados no território Yanomami — Foto: Bruno Kelly / HAY
Malocas de índios isolados no território Yanomami.

Os nove parlamentares que chegaram hoje de manhã (11) em Boa Vista, em Roraima, não vão visitar aldeias Ianomâmi onde ocorrem conflitos com garimpeiros, como planejavam. Eles não conseguiram apoio logístico para chegar às terras indígenas.

Os três deputados e seis senadores pediram ao presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco, que requeresse junto ao Executivo federal autorização para que as Forças disponibilizassem aeronaves para transportá-los até o local. Sem isso, o acesso às aldeias é inviável. Pacheco anunciou que analisaria os pedidos, mas até o momento não houve resposta.

Ao chegar a Boa Vista, o presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, senador Humberto Costa (PT-PE), reclamou da falta de assistência.

— Fizemos a solicitação via presidente do Senado, mas não tivermos resposta, e algumas solicitações diretamente a órgãos do governo federal, e também não tivemos… É ruim, mas nós vamos poder cumprir a parte principal desse nosso trabalho que é de colher informações que possamos transmitir aos senadores e deputados sobre aquilo que vamos constatar aqui.

Na tarde desta quarta, a comitiva participou de encontros com entidades de defesa dos povos indígenas e com representantes da Defensoria Pública da União, assim como da OAB e dos ministérios públicos federal e estadual, em Boa Vista. Amanhã o cronograma prevê reuniões com membros da Fundação Nacional do Índio (Funai), Exército, ICMBio, Assembleia Legislativa de Roraima, com o governo do estado e a Polícia Federal. A visita se encerra na sexta-feira.

— A Comissão de Direitos Humanos decidiu realizar uma audiência não somente para ouvir aqui, in loco, essas demandas e essas denúncias [de representantes dos Ianomâmis], mas também para ouvir tanto as autoridades federais e estaduais. Queremos saber qual é a versão que se tem [sobre as denúncias de entidades indígenas] e também o que está sendo feito para que esses conflitos possam ser efetivamente resolvidos — disse Costa.

Além de Costa, integram a comitiva de parlamentares os senadores Telmário Mota (PROS-RR), Eliziane Gama (Cidadania-MA), Mecias de Jesus (Republicanos-RR), Chico Rodrigues (União-RR) e Leila Barros (PDT-DF), e os deputados Joênia Wapichana (Rede-RR), Marcelo Ramos (PSD-AM) e José Ricardo (PT-AM).

Fonte: O Globo

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts