BOA VISTA: Ideias inovadoras voltadas à primeira infância são compartilhadas com comitiva do Paraná.

Compartilhe nosso conteúdo!

O trabalho desenvolvido em favor da Primeira Infância em Boa Vista tem se tornado referência em todo o país. E prova disso é a vinda à capital de pessoas interessadas em conhecer de perto as políticas públicas que têm dado certo. Nestes dois dias, 6 e 7, foi a vez de uma comitiva de Arapongas, interior do Paraná, que veio buscar informações e poder replicar as experiências em seu local de origem.  

A comitiva veio composta pelo secretário municipal de Administração da Prefeitura de Arapongas, Beto Siena, vereador Marcelo Junio, diretora Leandra Birce e a psicóloga Clarissa Bergonci, que nestes dois dias, 6 e 7, conheceram de perto a rede de atendimentos voltados à primeira infância.

A intenção da equipe é levar ideias inovadoras para a cidade paranaense. A comitiva visitou o Programa Família que Acolhe, política pública criada em 2013 que acompanha a criança, da gestação aos seis anos de idade e que deu início a todo o processo de transformação dos últimos oito anos. A ideia é replicar o programa em Arapongas e estender de forma intersetorial os serviços, assim como ocorre em Boa Vista.

Também visitaram o Centro de Referência e Assistência Social do bairro União, local que também são ofertados atendimentos à primeira infância através da descentralização do FQA, das Visitações Domiciliares e grupos de famílias. As escolas municipais Waldinete de Carvalho Chaves, Cunhatã Curumim e as Casas Mãe do Núcleo do Pintolândia também entraram no roteiro, locais onde se inicia a vida escolar das crianças a partir de 2 anos.

A comitiva também visitou o Hospital da Criança Santo Antônio, o projeto Caminhos da Primeira Infância no bairro Nova Cidade. Além disso, conheceram um dos mais belos pontos de Boa Vista, o Parque do Rio Branco, subiram no Mirante Edileusa Lóz e a maior Selvinha Amazônica da cidade. Todos os locais visitados são uma pequena amostra do que é feito pela primeira infância em Boa Vista.

O que os visitantes acharam do trabalho feito em Boa Vista

A nossa vinda a Boa Vista foi para ver essa inovação, esse olhar diferente. E estamos surpreendidos com todo o trabalho que é desenvolvido aqui, não só na teoria, mas na prática. A estrutura aqui revela um novo conceito. Voltaremos para a nossa cidade com novas ideias, com outra visão em relação à primeira infância. A gente viu o quanto as crianças até os seis anos de idade são, realmente, bem assistidas”

Marcelo Junio, vereador de Araponga (PR)

Nosso intuito é levar a experiência daqui para implantar em Arapongas. Boa Vista está de parabéns, estão avançados e muito. A prefeitura teve uma visão humana, o que gerou esse contexto que hoje estamos vendo. Toda essa integração da saúde, educação, social, ajuda no desenvolvimento do município”

Beto Siena, secretário municipal de Araponga (PR)

O que mais me encantou foi essa união das secretarias. Isso é muito importante. Viemos aqui em busca de levar esses projetos de primeira infância para a nossa cidade, principalmente para os nossos Centros de Educação. Ficamos encantados com o Família que Acolhe. Estudamos bastante sobre ele antes de vir”

Leandra Birce, diretora-geral dos Centros de Educação Municipal de Arapongas (CMEIs)

Nossa expectativa aqui foi conhecer os projetos voltados para a primeira infância. Boa Vista é referência nacional nessa abordagem. Por isso, nossos olhares se voltaram para cá. Compartilhamos um pouco das experiências para aprimorar o nosso trabalho no interior do Paraná. Aqui a gente percebe um bom relacionamento entre as secretarias, buscando realmente beneficiar as crianças que são o foco de todo o trabalho. Isso é o que queremos levar para nossas crianças também”

Clarissa Bergonci, psicóloga do Centro Municipal Especializado de Arapongas

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts