Arthur Henrique entrega projeto de lei que reduz carga horária de servidores da saúde.

Compartilhe nosso conteúdo!

O prefeito Arthur Henrique (MDB) encaminhou, nesta terça-feira (23), à Câmara Municipal de Boa Vista, o Projeto de Lei nº 042 que prevê a redução da carga horária de servidores efetivos da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), atendendo a uma antiga reivindicação da categoria. A proposta é reduzir a carga horária dos servidores efetivos de 40h para 30h horas semanais.

O projeto beneficia enfermeiros, farmacêuticos, técnicos em enfermagem e técnicos em laboratório. Encaminhado em caráter de urgência especial, o documento deve ser protocolado na manhã desta quarta-feira, 24, para apreciação e votação na Câmara.

“A idealização desse projeto é um estudo que vem sendo feito desde o começo da gestão, visando adequar à carga horária de profissionais da saúde, educação e social e que só possível graças a um bom planejamento e equilíbrio financeiro da prefeitura”, disse o prefeito.

Com a aprovação do projeto, a proposta é melhorar a prestação dos serviços de saúde no município, assim como valorizar os profissionais que estão na linha de frente e também àqueles que prestam, diariamente, o serviço de saúde a população. Assim que aprovado, o projeto começa a valer a partir de janeiro de 2022.

MAIS VALORIZAÇÃO – A Prefeitura concedeu uma série de benefícios aos servidores municipais. Entre eles, estão: a venda de férias, o recebimento de indenização por Licença Premium, extensão do vale transporte para todos os servidores e o pagamento de auxílio refeição para dar mais comodidade e melhores condições de trabalho.

Além disso, todos os servidores receberam o pagamento adiantado e, ainda, tiveram um reajuste de 9,02 no salário. As medidas fazem parte de um pacote de políticas de valorização do servidor municipal. 

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts