SEQUESTRO: Jalser nega-se a apresentar defesa e Assembleia nomeia procurador “ad hoc”.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Assembleia Legislativa de Roraima notificou o deputado Jalser Renier (SD) para que ele apresente defesa prévia sobre sua prisão, no rumoroso caso do sequestro do jornalista Romano dos Anjos, em que o ex-presidente da ALE é acusado de ser o mandante.

Ocorre que Jalser, do alto de sua arrogância e prepotência, ignorou o procedimento. Manifestou por escrito que abre mão da defesa.

Diante do impasse, o relator da CCJ, deputado Coronel Chagas (PRTB), com base no princípio do contraditório e ampla defesa, nomeou um defensor “ad hoc”, sendo um procurador jurídico efetivo do Legislativo, para apresentar a defesa do parlamentar. 

A CCJ irá cumprir o prazo constitucional de 48h, previsto no Regimento Interno da Casa. 
Após isso, o relator elaborará um relatório, que será apreciado e votado na comissão. Em seguida, o parecer segue para discussão e votação em Plenário. 

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts