21 Estados e DF registram alta no superávit primário.

Compartilhe nosso conteúdo!

Dados divulgados pelo Tesouro Nacional na 2ª feira (20.dez.2021) mostram que 21 Estados e o Distrito Federal tiveram alta no superávit primário de janeiro a outubro de 2021, se comparado com o mesmo período de 2020. Superávit primário é a diferença entre receitas e despesas, tirando gastos com juros.

As informações fazem parte do Relatório Resumido de Execução Orçamentária de Estados e municípios, da Secretaria do Tesouro Nacional. Eis a íntegra do documento do Tesouro Nacional.

O relatório mostra que 24 dos 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal, tiverem crescimento na receita de janeiro a outubro deste ano, comparado com 2020. Só Amapá (-13%) e Piauí (-1%) registraram queda. Os Estados com maior alta foram Rio de Janeiro (38%) e Alagoas (29%).

As despesas também aumentaram em 23 Estados e no Distrito Federal, mas ficaram abaixo das receitas na maior parte deles. Os Estados em que as despesas avançaram em ritmo superior às receitas foram: Piauí, Pará, Maranhão e Roraima. Já Espírito Santo (-3%), Amapá (-1%) e Rio Grande do Sul (-1%) tiveram queda nas despesas.

Em entrevista a jornalistas, na 6ª feira (17.dez), o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez um balanço do ano. Segundo o economista, em 2021 o Brasil se “ergueu” e a covid “tombou”.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts