Maduro corta 6 zeros do Bolívar para conter hiperinflação na Venezuela.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Venezuela anunciou nesta 5ª feira (5) que eliminará 6 zeros do bolívar. A conversão é a 3ª na estrutura monetária venezuelana em 13 anos. Em 2008, o então presidente Hugo Chávez retirou 3 zeros do Bolívar.

Em comunicado (em espanhol, 1 MB), o Banco Central afirmou que tudo o que for expresso em moeda nacional deverá ser dividido por 1.000.000 a partir de 1º de outubro.

Segundo a instituição, a conversão para o chamado Bolívar Digital tem como objetivo “facilitar” o uso da moeda com uma “escala monetária mais simples”. A medida introduzirá notas de 1, 5, 10, 20, 50 e 100 bolívares.

A alta da inflação e a desvalorização crescente do bolívar já fez com que a maior parte das transações venezuelanas ocorram em dólar. O anúncio era esperado por especialistas: a Venezuela fechou 2020 com 2.959,8% de inflação acumulada.

As outras 2 mudanças no cone monetário (conjunto de cédulas e moedas de dinheiro de um país) da Venezuela aconteceram em 2018 e 2008. Na mais recente, o presidente Nicolás Maduro anunciou a eliminação de 5 zeros da moeda para “facilitar as transações”.




Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts