Nicolás Maduro propõe “diálogo aberto” com Estados Unidos.

Compartilhe nosso conteúdo!

O ditador da Venezuela disse que o país está preparado, mas que os americanos devem “devem ceder à sua arrogância, ao seu ódio e ao seu desprezo”.

Maduro propõe “diálogo direto” com EUA
Maduro vai pedir abertura diálogo com o governo dos Estados Unidos. Foto: EPA/Palácio Miraflores/Agência Lusa

O ditador venezuelano Nicolás Maduro disse nesta segunda-feira (16) que vai propor a abertura de um “diálogo direto” com o governo dos Estados Unidos. Ontem, o líder da oposição Freddy Guevara foi solto pelas forças de segurança da Venezuela. Ele estava preso desde 12 de julho.

Maduro disse que vai defender o diálogo dentro do processo de negociação que mantém com a oposição venezuelana no México.

Vamos propor na mesa do México a abertura de um diálogo direto com o governo dos Estados Unidos para atender a todas as questões bilaterais. Estamos sempre preparados, mas eles devem ceder à sua arrogância, ao seu ódio e ao seu desprezo. E se colocarmos uma agenda na mesa, poderemos colocar a volta dos responsáveis pelos negócios.”

Ao anunciar as negociações, no mês passado, Maduro já havia adiantado uma possível participação dos Estados Unidos. A Casa Branca acompanha as conversas no México, mas já afirmou que só deve suspender sanções se houver “avanços significativos” com a oposição.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts