MPF recorre de decisão favorável a procurador que serviu em Roraima, acusado de receber propina da JBS.

Compartilhe nosso conteúdo!

Em junho, Ângelo Goulart Villela – ele já foi procurador da República em Roraima – conseguiu trancar no TRF-1 ação penal movida contra ele pelo MPF; depois, foi reintegrado aos quadros da Procuradoria.

MPF recorre contra decisão favorável a procurador acusado de receber propina da JBS
Ângelo já foi procurador da República em Roraima.

Em nota, o Ministério Público Federal informou ter apresentado nesta quinta-feira (23) recurso especial para que a análise do recebimento de denúncia contra o procurador Ângelo Goulart Villela seja levada ao STJ.

Acusado de receber propina da JBS para vazar informações sigilosas de uma operação que investigava a empresa, Villela conseguiu trancar no TRF-1, em junho deste ano, ação penal movida contra ele pelo MPF e foi reintegrado aos quadros da Procuradoria.

“Para o MPF, a interpretação do Tribunal Regional Federal da 1a Região (…) no caso, além de eivada de vícios, conduz ao esvaziamento, por completo, do instituto da delação premiada”, afirma o comunicado divulgado hoje.

O MPF prossegue: “Ao levar a questão ao STJ, o órgão ministerial pede que sejam rejeitados embargos opostos pela defesa, fazendo prevalecer o acórdão proferido em 2019, que recebeu a denúncia contra Ângelo Villela, de forma integral, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, violação de sigilo funcional e embaraçamento de investigação sobre organização criminosa”.

A Procuradoria também pede “o recebimento da denúncia em relação aos outros denunciados”, incluindo o dono da JBS, Joesley Batista, e o advogado Willer Tomaz, amigo de Flávio Bolsonaro.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts