Bolsonaro critica demarcações de terras indígenas em evento pró-agro do Banco do Brasil.

Compartilhe nosso conteúdo!

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta 2ª feira (17.jan.2022) que seu governo atuou desde o início para liberar a posse de armas para propriedades rurais, diminuir o número de multas ambientais e para conter a demarcação de terras indígenas no Brasil. Deu as declarações em cerimônia de lançamento da etapa 2022 do Circuito de Negócios Agro do Banco do Brasil.

“Eu via o suplício, a grande preocupação e aquele balde de água gelada logo cedo quando se tinha notícia que nossa terra, terra de vocês seria demarcada como indígena. Não sabemos quais critérios foram usadas. Não tivemos uma só demarcação de terra indígena no Brasil. Afinal, já temos 14%”, disse.

Bolsonaro afirmou ainda: “Paramos de ter grandes problemas na questão ambiental. Em especial no tocante a multas. Tem que existir? Tem. Mas conversamos e reduzimos em mais de 80% a multagem no campo”.  Sobre a ampliação da posse e do porte de armas em propriedades ruais, declarou que as mudanças levaram mais tranquilidade aos trabalhadores do campo.

Quando se fala em arma de fogo, a arma é sinônimo de liberdade. Um homem armado jamais será escravizado. Estendemos a posse de arma de fogo para o homem do campo usar arma não apenas na propriedade física, mas em toda a sua propriedade. Levou mais tranquilidade”.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts