Faradilson é pago para mentir. Essa é sua maior qualidade.

Compartilhe nosso conteúdo!

Faradilson bem no meio da multidão que invadiu a Assembleia na gestão de Jalser.

Faradilson Reis de Mesquita é uma dessas figuras desprezíveis, cuja qualidade maior é ser servil, adulador e sabujo de quem lhe paga. Ele se presta a executar essas missões execráveis, o serviço sujo, porque outro atributo não lhe resta. Não tem crédito algum.

Desocupado, como ele própria se define, Faradilson fica saltitando em grupos políticos convenientes e sobrevivendo à custa do exercício tosco da política rasteira que se pratica pela mediocridade local.

Farildon apareceu em vídeo a cometer mais uma de suas bazófias quando afirma que a pré-candidata Teresa Surita desistira de disputar o Governo de Roraima, optando pela vaga do Senado, e o ex-senador Romero Jucá disputaria uma vaga de deputado federal.

Mais óbvio impossível: uma Fake News tão previsível quanto ridícula. É o Faradilson e suas operetas bufas. [Ele por acaso sabe o significado dessa expressão?] Provavelmente não.

A estória dessa vez relata que Teresa estaria na frente de Denarium em todos os municípios do interior até fevereiro. Eis que num passo de mágico, o quadro se reverte em favor de Denarium restando um empate técnico em Boa Vista. Notícias assim não convencem a população de Roraima, quando todos sabem que os números são amplamente favoráveis à Teresa.

E por que se escala Faradilson para oferecer essa “informação” aos roraimenses, em um vídeo gravado bem na frente da sede do MDB, no bairro Liberdade, em Boa Vista? Exatamente Porque Faradilson se presta a esse serviço sujo. O que seria de Nova Iork se não existissem os ratos de esgoto? É por ai…

Faradilson já serviu a praticamente todos os grupos políticos de Roraima. E sempre na função de porta voz da maldade. Entre tantos registros dos seus joguetes, um merece destaque aqui: preso por seu envolvimento no famigerado Caso Gafanhoto, o ex-deputado Jalser Renier cumpria pena no Quartel da PM e ao mesmo tempo presidia a Assembleia Legislativa de Roraima.

Então ligado ao grupo da ex-governadora Suely Campos, Faradilson cunhou a frase que ficou célebre à época: “Jalser, o presidente presidiário”. E protagonizou um espetáculo deprimente ao liderar um levante contra Jalser que culminou com a invasão do prédio da Assembleia Legislativa. Patético.

Mas como a política em Roraima é pródiga em restaurar alguns míseros relacionamentos do passado, Faradilson e Jalser se deram às mãos posteriormente – para o bem de ambos – e passaram a gozar da intimidade de velhos amigos, como se nada acontecera. Faradilson ganhou um cargo de destaque na Assembleia e passou inclusive a representar Jalser em eventos políticos fora do Estado.

Há um rosário de fatos que colocam Faradilson Mesquita na condição de ser humano desprezível. Ele exerce o expediente próprio de picaretas (‘pessoa aproveitadora’), que age de forma ardilosa, moralmente condenável, para a obtenção de compensações ou favores.

Teresa e Romero Jucá certamente tomarão as providencias jurídicas contra essas idiotices de Faradilson, geralmente pago – com qualquer migalha – para agredir ou injuriar os adversários de quem o bancam. E é bom que a Justiça tenha pressa e acabe logo com essa fanfarrice de Faradilson, e que cuide de punir também seus mentores e mandantes.

Faradilson notabilizou-se nas últimas décadas como “ajuntador” de pessoas em torno de invasões de terrenos nas cercanias de Boa Vista e promotor de arruaças políticas Sempre operou como agitador a serviço de algum grupo político local, e por isso responde a um monte de processos na justiça. Agora, pela forma que se veste, foi agregado a folha da campanha de Denarium.

Certa vez uma repórter de TV perguntou a Faradilson: “Qual sua profissão?”, para ilustrar uma matéria. “Desocupado”, respondeu ele. E é exatamente isso que ele é…

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts