FAZ-ME RIR: qual time está ganhando, Denarium?!

Compartilhe nosso conteúdo!

Esse povo do Denarium continua a escalada presunçosa de achar que em Roraima os furos do nosso nariz (venta) são voltados para cima. Que história é essa de que o time de Denarium é vitorioso, portanto, não deve ser mexido? Quem disse isso? Os aloprados do marketing tabajara do governo continuam se valendo de uma política institucional mentirosa para tentar enganar o povo.

É tanta presunção que chega aborrecer o cidadão. O substantivo feminino “presunção” quer dizer: julgamento baseado em indícios, aparências, suposição que se tem por verdadeira. Vejam, onde está a obra magnífica desse governo que mereça tanta louvação? Que história é esse de que em time que está ganhando não mexe?

Ora, essas alucinações de laboratório querem conquistar o eleitor roraimense na marra. O mais novo apelo da política hitleriana de Denarium, baseada na piscopatia de Joseph Goebbels – aquele ministro de Hitler que inventou a máxima “uma mentira dita mil vezes vira verdade”, está manjada e não ludibria mais o roraimense.

Se o time de Denarium é tão bom assim, porque o Estado continua com todas as deficiências estruturais expostas, capaz de isolar os municípios do interior por falta de cuidados de nossas vicinais? Se o time é tão bom assim que não se deva mexer, por que não ônibus no interior para transportar alunos que metem o pé na lama para chegar a escola? Porque ainda há gente esperando por atendimento médico nos hospitais? Por que há gente reclamando e chorando para ser chamado ao emprego, adquirido em concurso público, enquanto o governo continua chamando seletivos?

Há defeitos nessa gestão que não precisam ser publicadas aqui, porque o povo de Roraima se depara com elas no seu dia a dia. Os defeitos estão ai, às vísceras. Nossa antiga Casa da Cultura virou lar de morcegos e mijador do povo de rua. O Parque Anauá está abandonado, prédios públicos que abrigavam secretarias foram abandonados. A educação e seus gastos estratosféricos foi esquecida. E o que dizer do antigo Teatro Carlos Gomes, hein Denariuns? E o Parque de Exposições? E a Feira do Agricultor? E os parques aquáticos? Enfim, é muito abandono.

É verdade que Denarium assumiu um governo dilacerado em 2019. Mas não foi capaz de transformar Roraima nesse paraíso que o marketing aloprado vem pregando na publicidade institucional. Pelo volume de dinheiro recolhido nesses quatro anos, se houvesse um planejamento organizado e não deslumbrado e tudo feito na base do improviso, certamente teríamos coisa melhor.

O fanatismo presente só serve para abrir os olhos da população para o imediatismo eleitoral. O voto do povo roraimense vale muito mais que uma simples campanha de mídia apelativa, nauseante e fastidiosa. O que vemos na TV, no arroubo institucional, contrasta com a realidade da gestão de Denarium. E publicidade enganosa na prática tem efeito proporcionalmente inverso ao que se pretende.

“Será que Denarium acredita nesse lenga-lenga inventado pela comunicação, de que seu governo é o melhor de todos os tempos?”. Acredita!!! Acredita tanto que no início da gestão, quando foi criado aquele slogan “Cada Dia Melhor” – que tédio ouvir aquilo a cada final de reunião – Denarium confiava que se tratava de uma verdade. E usou aquele bordão imoral por anos.

Essa nova mídia de Denarium sobre seu time ser o melhor, é deveras engraçada. Tem um final pilhérico, senão vejam: “Chegamos na final do campeonato. Levantei a bola e te coloquei na cara do gol. E aí? Vai perder a chance de marcar o gol do título?, diz o texto.

Que título, cara pálida?! Ainda mais engrado é aquela arte robotizada que fizeram de Denarium de óculos e chutando uma bola. O marketing de Denarium está se divertindo a custa do povo roraimense.

Obs: ilustração extraída do Facebook de Denarium

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts