Mesmo extinta CER continua sangrando os cofres do Estado que repassou mais R$ 12,5 milhões para à “falecida.

Compartilhe nosso conteúdo!

Extinta em março deste ano pela Assembleia Legislativa, a pedido do governador Antonio Denarium (PP), a ex Companhia Energética de Roraima (CERR) continua sangrando os cofres do Estado em milhões.

Desta vez Denarium abriu Orçamento Fiscal do Estado e autorizou suplementar os cofres da CERR com exatos R$ 12,5 milhões. Os dois decretos com os repasse estão publicados no Diário Oficial do Estado – Edição N°: 4227 , da última sexta-feira (24).

São R$ 2,5 milhões a título de excesso de arrecadação, cujos recursos serão destinados a manutenção de serviços administrativos (acreditem!) e administração de recursos humanos.

No outro repasse a quantia é mais generosa: R$ 10 milhões, agora por superávit financeiro, cujo dinheiro será empregado na manutenção de serviços administrativos. Mas que serviços são esses se a companhia não existe mais?

A CERR perdeu a finalidade em agosto de 2016 quando o Governo Federal tirou-lhe a concessão para distribuição de energia no interior de Roraima. De lá para cá, mesmo sem função alguma, a CERR serviu de cabide de empregos políticos e consumiu milhões dos cofres públicos, mesmo sem serventia alguma.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts